Naruto Player RPG | sua experiência no mundo de Naruto
Seja bem vindo ao Naruto Player RPG, se cadastre agora e venha jogar um RPG onde você poderá interpretar seu personagem favorito de Naruto, não perca tempo venha jogar conosco.

Logue-se já!

Esqueci minha senha




Nas ultimas horas...
Will Senju
Seg 13 Nov 2017, 10:18
 
Meliodas The Dragon
Sab 11 Nov 2017, 11:43
 
Psychic
Sex 10 Nov 2017, 22:15
 
Furtwangler
Dom 05 Nov 2017, 23:09
 
Furtwangler
Dom 05 Nov 2017, 22:50
 
Youko
Dom 05 Nov 2017, 19:31
 
Modake
Qua 01 Nov 2017, 21:33
 
Panic!
Ter 31 Out 2017, 19:34
 
Shion
Ter 31 Out 2017, 00:37
 
River
Seg 30 Out 2017, 23:05
 
Quem mais postou nessa semana...
Top dos mais ativos do Mês!
Top dos mais Postadores!
Hinara (1230)
 
River (1212)
 
Youko (1007)
 
Modake (910)
 
Big Boss (910)
 
Whisper (643)
 
Yuu (615)
 
Kazuaki Yuki (613)
 
Panic! (608)
 
Allen Walker (577)
 


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Destino Konoha; um longo caminho

Ir à página : Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 2 de 2]

1 Destino Konoha; um longo caminho em Qua 29 Abr 2015, 15:52

Relembrando a primeira mensagem :

Destino Konoha; um longo caminho

Hinara saiu do esconderijo, mas antes verificou se havia alguém por perto.

Ninguém.

Ela saiu e enfim, após longos dias pôde sentir a brisa fria em sua pele. Aquele cheiro de sândalo e chuva da natureza se embrenhando por suas narinas era realmente delicioso e isso a fez sorrir. O dia estava bonito e ela estava de certa forma feliz, mas ainda estava com medo. Iriam partir para Konoha no dia de hoje não saber o que o destino reservava para ambos era de fato, incomodo.

Ela caminhou um pouco, correu na verdade para se sentir livre por um breve momento e quando estava longe o bastante do esconderijo, ela parou, já havia cruzado a fronteira com Konoha, estava no país do fogo. Ela verificou toda a área com o Byakugan e não viu ninguém, sentou-se na pedro ao lado do rio que separava a floresta do país do arroz com o país do fogo, mas já dentro do país do fogo, quase com a divisa do país do vento.

Sentada ali, ela estava esperando Allen chegar para irem rumo ao portão da aldeia da folha.


26 Re: Destino Konoha; um longo caminho em Seg 04 Maio 2015, 14:22

Hinara agora estava atrás de Allen.

O homem era o Hokage.
Nossa.
Essa energia toda era dele, uma coisa obscura, mas os calafrios já haviam desaparecido.
O medo já não a dominava.

Ela não precisava mais falar nada, seu irmão havia tomado a frente, então ela apenas observava tudo com cuidado.

27 Re: Destino Konoha; um longo caminho em Seg 04 Maio 2015, 14:32

Chego no local aonde eles estavam porém o portão estava fechado então salto subindo pela parede ficando no topo de lá falo:

-Hokage-sama. pulando para o solo ficando ao lado do Sephiroth. Kage-sama enquanto o senhor estava fora eu conversei com Allen, eles não vieram em busca de guerra e sim de paz acredite neles. E sim fui convidado para fazer parte desta organização porém não podia largar a aldeia enquanto o senhor estives... estives.. enquanto não tivesse ninguém para cordená-la.

Após isso tiro a máscara mostrando meu rosto novamente para Allen e para a Kunoichi que ali estava.

28 Re: Destino Konoha; um longo caminho em Seg 04 Maio 2015, 14:50

Mais um para a reunião; E a chuva que não parava.

A chuva carregava em si um pouco do chakra do Hokage e aquelas gotas repletas de ódio percorriam por todo o corpo de Hinara.
Ela nunca havia sentido algo tão obscuro assim, mas o medo não era uma opção.

Rapidamente ela olhou para os muros. Sentiu alguém se aproximando e não moveu se quer um músculo. Era um membro Anbu, com certeza guarda costa do Kage, mas o mesmo ao aterrissar ao lado de Sephiroth começou a falar em favor de Allen, então, deduziu ela que o rapaz fosse o tão famoso Will Terumi. O rapaz que provavelmente seria o mais novo membro Taka.

Ao vê-lo retirar a máscara, Hinara esqueceu-se de um minuto que estava encharcada, esqueceu das dores nos pés e até mesmo da fome. O rapaz tinha um brilho diferente nos olhos que despertavam calmaria.

" Eu só quero a calmaria de um lugar que sopra o vento da paz guiando às águas tranquilas"

Era o que ela quase disse ao olhar fixamente nos olhos do rapaz. Era esbelto, não magro demais e não forte demais, era bom! Bem equilibrado. Ombros largos e um tom de pele claro sem nem se quer uma mancha.

Buscou fundo em suas memórias e se lembrou daqueles lábios. Bom, no dia em que ela o virá pela primeira vez eles emolduraram um lindo sorriso - havia terminado o exame chunnin onde ele saiu aprovado - mas naquele dia, ela sentia uma tristeza nele, onde os mesmo lábios que um dia expressaram alegria, agora expressavam apenas preocupação, medo e ansiedade.

Ela o olhou fundo nos olhos e por um segundo sorriu para ele, mas ao perceber que o mesmo a fitava, escondeu seu pequeno sorriso branco por entre seus lábios bem desenhados.

29 Re: Destino Konoha; um longo caminho em Seg 04 Maio 2015, 18:40

A Aparição Inesperada

*Mais uma vez, a petulância dos jovens em sua frente irritara profundamente Sephiroth. Ao ver as palavras e o tom de voz do garoto em sua frente, tentando confrontá-lo, escondendo eu medo, Sephiroth fitou-o fundo nos olhos, e seu ódio começou à fluir através de todo seu corpo. Até mesmo seu chakra emanava um ódio e desejo por sangue que podiam ser sentidos à quilômetros de distância. Após aquelas palavras, ele fitou o garoto, mas logo viu que este tomara uma posição de reverência, então, de súbito, ouvirá sua assistente, Kikkyou, lhe falando através da sua habilidade Yamanka de comunicação*

" Estranho, Hokage-sama sou eu Kikkyou...nosso membro anbu saiu daqui e desconfio que tenha ir ter com o senhor, ordens minhas não foram, foi intimado por você? Caso precise de algo sabe como me chamar. "
"Hmm... isto está realmente estranho"

*De súbito, uma aparição inesperada tomou a atenção de todos. Era Will, caçador Anbú e antigo discípulo de Sephiroth. Ele ouvira tudo que este falara, enquanto apenas continuava fitando os dois em sua frente, ainda assolados pela chuva. Após suas palavras, os dois jovens ganharam um ponto com ele, mas ele ainda não confiara neles*

"Fique esperto garoto. Você não sabe com quem está lidando. Não esta vendo o rapaz? Ele não lhe parece familiar? Essa maneira de falar, essa oposição à você tão veementemente. Pense nisso. - Falou a voz que assolava a mente de Sephiroth, dia e noite.
"Hmm... Sim, sabia que ele me lembrava algo..."

-Tudo bem, agora que cada um soube colocar-se em seu devido lugar, podemos falar de alianças.Mas antes, quero que me digam de onde vocês são. Onde nasceram, e por onde passaram.

30 Re: Destino Konoha; um longo caminho em Seg 04 Maio 2015, 23:42

Allen reconhecera de súbito o jovem a sua frente, Will, se não lhe falha a memória. Ele se lembrava da conversa que tiveram e parecia não estar preocupado em dizer isso à seu Kage que aparentava estar muito, muito furioso conosco.
Após algumas palavras duras do mesmo, e um olhar malígno, revelando todo o seu descontentamento, Allen apenas manteve a serenidade e continuou.

_Eu me Chamo Allen Walker, senhor Hokage... Sou filho do salvador de Suna, Sago Senju, e Shihiro Hyuuga que foi tirada de Konoha muito cedo. Fora prometida como esposa, para o Shodaime Mizukage que morreu logo após ela ter chegado na aldeia.

Allen parou repentinamente, olhou para Hinara e com um sorriso, continuou...
_E essa é, Hinara Hyuuga, minha prima, filha da irmã de minha mãe que também fora tirada muito jovem de Konoha e levada até Suna.

Os olhos negros e sem vida do Hokage chamaram a atenção de Allen, mais aquele fato era relevante... Allen sabia que não se tratava de uma pessoa normal.

31 Re: Destino Konoha; um longo caminho em Ter 05 Maio 2015, 00:05

Hinara não disse mais nada. Deixar Allen conduzir a conversa seria a melhor escolha.
Ele era o mais velho e seu líder agora. Ela cerrou os punhos e não toleria um insulto se quer da parte de um deles contra Allen.
Mas o Hokage não parecia ser do tipo que insultava, ele parecia ser tipo que matava todos os que o incomodavam.

32 Re: Destino Konoha; um longo caminho em Ter 05 Maio 2015, 14:27

Me assustava um pouco aquele momento, oque se passava na cabeça do Hokage? Sentia seu chakra ecoando para fora de seu corpo me fazendo sentir calafrios porém não temia pois já conhecia aquele poder, no entanto temia a reação de Sephiroth contra mim e aos dois que ali estavam.

33 Re: Destino Konoha; um longo caminho em Ter 05 Maio 2015, 14:43

Situação tensa e dramática; Hinara vê além dos muros.


O anbu estava calado agora assim como os dois Hyuugas, eles apenas aguardavam a resposta final de Sephiroth. O mesmo permanecia intacto, inerte e somente o vento ousava tocá-lo naquele momento. Hinara sentia sua ansiedade a corroer por dentro. Tudo que ela precisava saber estava ali, a sua frente, dentro daqueles gigantescos muros e a única coisa que a impedia de entrar era o Hokage.

Por um instante ela olhou para o céu, a chuva ainda caía e molhava todo seu corpo. As gotas percorriam por seu rosto indo de encontro ao chão. Não resistiu, apertou mais os olhos e olhou por além dos muros. Era lindo. Konoha era realmente incrível. Seus cidadãos felizes em suas casas, os monumentos dos Hokages, seu mercado e o clã Hyuuga. Ela pode ver um velho de olhos brancos com duas crianças com os mesmos olhos e isso a fez sorrir.

34 Re: Destino Konoha; um longo caminho em Ter 12 Maio 2015, 11:35

Era constrangedor o que Allen, juntamente com Hinara passavam alí nos portões de sua antiga vila natal. O Hokage parecia não entender o que Allen lhe dizia, pois, o mesmo não se movia nem respondia a seus questionamentos... Allen não poderia ficar alí para sempre, tinha coisas a fazer, então, virou-se para Will e com um sorriso no rosto indagou.

_ Vim buscar minha resposta meu caro. Está conosco? Ou ficará para sempre em Konoha?

35 Re: Destino Konoha; um longo caminho em Ter 12 Maio 2015, 16:19

Escutando a pergunta de Allen-Kun me prontifico para respondê-la porém a chuva começava a ficar mais forte e não gostaria de que nenhum dos que estavam ali ficassem doentes, então vos convido a virem até minha casa que não ficava muito longe do portão de konoha. Como eu era o segundo mais graduado da vila e que alem de jounnin eu era um anbu ou melhor, o único o anbu restante da vila eu tinha um certo poderia sobre konoha. Assim peço para os guardas abrirem o portão para podermos entrar e irmos para minha casa já que o Hokage-sama somente os encarava e pelo menos já sabia que eles estavam ali por um tratado de paz, então não tinha até um certo momento indícios de uma batalha ou um ataque a konoha. Depois de feito isso sigo caminhando e levando os três até minha casa.

36 Re: Destino Konoha; um longo caminho em Ter 12 Maio 2015, 16:41

Allen segue Will, juntamente com Hinara.

37 Re: Destino Konoha; um longo caminho em Ter 12 Maio 2015, 17:31

Afronta; medo não é uma fraqueza



"Ninguém é dono de sua felicidade, por isso: não entregue sua alegria, sua paz e sua vida nas mãos de ninguém, absolutamente ninguém!” – foi a frase que ela ouviu da senhora assim que entrou em Konoha, ela não conseguia entender o porque aquela velha assustada lhe dissera isso, mas algo a incomodou. Ela estava andando logo atrás de Allen que seguia Will em direção a sua casa. Mordeu seu lábio inferior e algo em sua mente citava algumas frases por ela conhecidas – “Somos livres, não pertencemos a ninguém e não podemos querer ser donos dos desejos, das vontades ou dos sonhos de quem quer que seja.” –  A razão da sua vida é você mesmo. Isso era uma coisa a qual ela deveria entender. Não poderia continuar a viver sem um propósito, mas eu tenho um propósito, dizia ela para si mesma, meu propósito é tornar realidade e viver os sonhos do meu irmão.
Na verdade minha querida você está vivendo os propósitos dos outros.

A sua paz interior é a sua meta de vida.

Quando sentir um vazio na alma, quando acreditar que ainda está faltando algo, mesmo tendo tudo, remeta seu pensamento para os seus desejos mais íntimos e busque a divindade que existe em você. Sim, acredite... A nossa fé pode nos levar a lugares mais altos. Nossas crenças têm poderes incríveis, mas agora minha querida, no que você crê?

Pare de colocar sua felicidade cada dia mais distante de você.

Não coloque objetivos longes demais de suas mãos, abrace os que estão ao seu alcance hoje. Sofrer precipitadamente não é algo inteligente a se fazer.

Se anda desesperada por problemas financeiros, amorosos ou de relacionamentos familiares, busque em seu interior a resposta para acalmar-se.
Você é reflexo do que pensa diariamente.
E mais uma vez eu te pergunto, pequena Konoichi, no que andas pensando nos últimos dias? Se sente sozinha? Fraca? Com medo? O que vem te apavorando Hinara?

“ Apenas sorria, isso sorria” – pensava ela ao abrir um pequeno sorriso enquanto caminhava atrás do rapaz.

Sorrir significa aprovar, aceitar, felicitar. Então abra um sorriso para aprovar o mundo que quer oferecer a você o melhor. Porém aqui vai uma outra pergunta minha querida...esse é o mundo em que você gostaria de estar? Dessa forma? Nesse corpo? Com essas habilidades?

Você pode muito mais...você é uma Hyuuga.

Com um sorriso no rosto as pessoas terão as melhores impressões de você, e você estará afirmando para você mesmo, que está pronto para ser feliz.
Trabalhe, trabalhe muito a seu favor.

Pare de esperar a felicidade sem esforços – mas eu tenho me esforçado tanto – Não, não tem! Quantas vezes você desistiu daquele Fuinnjutsu? Você se diz realmente interessada em tornar os sonhos dele reais e mesmo sabendo que aquele jutsus seria de suma importância o deixou de escanteio dizendo, eu não vou conseguir, choramingando feito uma meninha.

Pare de exigir das pessoas aquilo que nem você conquistou ainda.
Critique menos, trabalhe mais. – Eu não critico. – é isso é verdade, você aceita tudo calada sem expor sua opinião, antes criticasse, eu aplaudiria, pois assim você teria personalidade.
E, não se esqueça nunca de me agradecer por existir, ok, nem aos outros, mas me agradeça todos os dias eu sou a melhor parte de você.
Agradeça tudo que está em sua vida neste momento, inclusive a dor e principalmente a mim. Sobre a dor, ela precisa ser sentida, sem sentir, ela não será curada.

Nossa compreensão do universo ainda é muito pequena para julgar o que quer que seja em nossa vida, pequena. Calma! Você ainda pode mudar e ser tudo aquilo que eu espero e quero pra você. Pode fazer isso mesmo ajudando seu querido irmão, mas seja mais do que ele pede, seja o que ele precisa. E agora, você terá um novo companheiro de equipe, vai mesmo se submeter a ordens dele também? – Eu não sou assim... – calada eu ainda não acabei! Ta certo que ele é uma graça, mas não quer dizer que seja necessário ser mais um de seus donos, pois até hoje foi isso que você fez se escondeu atrás de seus donos, parecendo uma cachorrinha vira-lata faminta e com frio.

A grandeza não consiste em receber honras, mas em merecê-las e você por acaso tem merecido isso, Hinara?
Se você anda repetindo muito: “eu preciso tanto de você” ou, “você é a razão da minha vida” - cuide-se.

É lícito afirmar que são prósperos os povos cuja legislação se deve aos filósofos.

A inteligência é a insolência educada.

Nosso caráter é o resultado de nossa conduta.

Egoísmo não é amor, mas sim, uma desvairada paixão por nós próprios.

O homem sábio não busca o prazer, mas a libertação das preocupações e sofrimentos.

Ser feliz é ser auto-suficiente...

Seja senhor de sua vontade e escravo da sua consciência.

Pense nisso!

Seja Feliz!

Que luz é essa? Espera! Aquela sou eu? Não, eu estou aqui. – sim, é você! Seus olhos não falham, apenas observe! Veja você falhar mais uma vez e essa vai se repetir por muitas e muitas vezes, hahahaha. – ao longe a jovem estava parada no centro daquele campo de treinamento, um grande pergaminho ao centro e um outro na mão. Aquele vento ali dentro não era normal, pois não havia como ele entrar, então como ele havia chegado ali?

Mistério; ui.

A Hinara que estava ao longe estava de joelhos naquela hora abrindo um grande pergaminho...

Seu estomago parecia ronronar.  Era o medo. A insegurança.

Kage bunshins. Três surgiram e cada um pegou um pergaminho com a original. Ambos sabiam o que fazer e juntamente abriram os mesmo em frente a seus corpos no chão. Estenderam o braço em direção ao teto da caverna e por um minuto ela sentiu seu braço sendo puxado por um arranco muito forte. Sim era o chakra saindo em uma velocidade incrível e uma linha surgiu formando uma grande rede conectada e ela e os clones, de acordo que eles se afastavam a rede crescia, mas quanto mais longe, mais chakra dela exigia e quando a rede estava com quase 300 metros quadrados um dos clones se desfez e a rede foi se desintegrando.

Viu? Foi só essa tentativa. Você havia dominado a técnica, mas por um deslize seu perdeu o controle e agora ACORDE ELES PRECISAM DE VOCÊ!

- Cuidado com o degrau! – uma voz ao fundo gritou.

Hinara agitou a cabeça e acabou por tropeçar no degrau, caindo de joelhos.
Isso que dá andar distraída.
A mesma senhora da entrada de konoha lhe estendia a mão e sorriu para ela.

- Minha querida, ying e yang, nada é cem por cento bom ou cem por cento ruim, todos temos nosso lado negro, você é bem mais forte que o seu acredite. –

A velha sorriu e saiu deixando Hinara perdida, mas depois de uns segundos viu Allen acenando para ela.


Jutsu:

Kekkai Shihou Fuujin
(Barreira do Selamento Quadricular)
Quem Usa:
Shizune, Haruno Sakura, Hyuuga Hinata e Yamanaka Ino
Selos: Cobra, Javali, Boi e mãos juntas (como se estivesse rezando).
Rank: S
Nota: Esse Fuuinjutsu é usado na tentativa de selar dêmonios com caudas.
Descrição: Um Fuuinjutsu que é preciso de cinco pergaminhos, sendo que quatro
deles ficam com 4 shinobis e o quinto é com um tamanho regulavelmente
maior e é posto no meio dos ninjas. Após isso é feito o processo de
rastreamento do inidividuo a ser selado. Ao achar o dêmonio, os shinobis
mudam de rastreamento para selamento onde começam a selar o dêmonio, é
quando a barreira fica com um tamanho gigantesco para reter o dêmonio,
sendo que a barreira é feita inteiramente de chakra . Assim os shinobis
vão fechando a barreira de selamento até suprimir todo o dêmonio e assim
selalo no grande pergaminhoo ou, mandando este para uma outra
dimenssão.

Local do treino: Flash Back/Esonderijo Taka - Portão de Konoha
Número de Treinos na semana:1/7.
Objetivo do Treino: Fuinnjutsu
Jutsu Aprendido: Kekkai Shihou Fuujin
Números de Palavras:1000.
Regra de Treinos: Treinamento de Jutsus, Treinamento de Bijuus

38 Re: Destino Konoha; um longo caminho em Ter 12 Maio 2015, 17:51

APP


Conteúdo patrocinado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 2 de 2]

Ir à página : Anterior  1, 2

Novo Tópico  Responder ao tópico

Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum