Naruto Player RPG | sua experiência no mundo de Naruto
Seja bem vindo ao Naruto Player RPG, se cadastre agora e venha jogar um RPG onde você poderá interpretar seu personagem favorito de Naruto, não perca tempo venha jogar conosco.

Logue-se já!

Esqueci minha senha




Nas ultimas horas...
Will Senju
Seg 13 Nov 2017, 10:18
 
Meliodas The Dragon
Sab 11 Nov 2017, 11:43
 
Psychic
Sex 10 Nov 2017, 22:15
 
Furtwangler
Dom 05 Nov 2017, 23:09
 
Furtwangler
Dom 05 Nov 2017, 22:50
 
Youko
Dom 05 Nov 2017, 19:31
 
Modake
Qua 01 Nov 2017, 21:33
 
Panic!
Ter 31 Out 2017, 19:34
 
Shion
Ter 31 Out 2017, 00:37
 
River
Seg 30 Out 2017, 23:05
 
Quem mais postou nessa semana...

Top dos mais ativos do Mês!
Top dos mais Postadores!
Hinara (1230)
 
River (1212)
 
Youko (1007)
 
Modake (910)
 
Big Boss (910)
 
Whisper (643)
 
Yuu (615)
 
Kazuaki Yuki (613)
 
Panic! (608)
 
Allen Walker (577)
 


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Template: Hin

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Template: Hin em Dom 10 Jan 2016, 00:05


Oi...


HP: -//- Chakra: -//- Stamina: -//-

Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá.

Coisas



Template feito por mim, para Hin gostosão (imagino que não esteja bugado)

2 Re: Template: Hin em Dom 10 Jan 2016, 01:42




Plano De Independência Da Névoa


HP: -//- Chakra: -//- Stamina: -//-


Havia se passado apenas um dia desde o retorno das minhas memórias, minhas ações imediatas foram suficientes para fazer com que Kiri retornasse a crescer, a sensação de estar controlando a vontade de tantas pessoas era ruim, algo que somente um monstro faria. Os habitantes da aldeia começaram a se tratar bem, o comercio havia melhorado, muitas facções criminosas haviam sido desfeitas porem algumas ainda se mantinham de pé, aparentemente nem todos os habitantes caíram em minha ilusão, abate-los ou doma-los seria necessário porem seria impossível rastrear alguém que desconheço, organizar uma investigação por opositores seria bastante trabalhoso, certamente algo mais fácil poderia ser feito, obviamente, eu já sabia.

Meu antigo gabinete se mantinha o mesmo, bom...o mesmo após eu ordenar que o reconstruissem, Kiri havia se tornado um país sem leis, sem estado, uma anarquia total, haviam varios órgãos policiais criados por pessoas com poder, obviamente o mais organizado e bem estruturado se mantinha acima dos outros, assim colocando uma falsa ordem em Kiri, tudo uma ilusão, a própria policia era corrupta e hipócrita, meu retorno veio no momento certo, a população necessitava de mim, e agora tudo que eu tinha de fazer era neutralizar os inimigos da justiça.

Pessoas arrogantes com ego inflável são muito previsíveis, elas não aguentam perder, não aguentam se verem por baixo e muito menos assistir a ascenção de alguém, tudo que eu tinha de fazer era aguardar que eles viessem me destruir, e quando tal coisa fosse acontecer, eles iriam implorar por terem se perdido em meu mundo ilusório.

Explosões no andar debaixo, pessoas subiam correndo as escadas do prédio buscando sobrevivência, sentado em minha cadeira aguardava o desenrolar das história, uma gritaria ensurrecedora incomodava meus ouvidos, meu indicador de paciência estava subindo moderadamente. A porta de minha sala caiu, um dos homens que correu em minha direção logo caiu diante de meus pés, coloquei-o para assistir as mais terríveis visões que poderia, o grupo que o seguia teve cautela e "não deu as caras", mas nada adiantava, eu sabia de suas posições e nada poderia me impedir, saquei dois sinos de beu bolso e os balancei, o som que era emitido poderia ser ouvido por todos do prédio, a estrondosa onda sonora produzida pelo bater dos sinos colocava todos para sentirem dor de cabeça, eles caíram e imploraram por um fim em tudo aquilo, o máximo que eu poderia fazer era respeitar seus desejos, alguns sinais feitos por minhas mãos e um fim foi dado ao sofrimento que eu mesmo os proporcionei, uma grande correnteza d'água inundava o prédio de cima para baixo varrendo e afogando todos aqueles presentes, alguns sacrificios foram necessários, pessoas inocentes morreram naquele dia, mas somente a indispensabilidade de um fato supera o valor da morte. Após o massacre caminhei em direção a janela para emitir um aviso.

- Para todos que estiverem me ouvindo neste momento, saibam que hoje nossa aldeia foi completamente purificada em nome da justiça, assim provamos o tamanho de nosso valor e força, avante em direção a um novo futuro e a prosperidade de nossas terras, todos saúdem Kiri ! -




Código:
<center><link href='http://fonts.googleapis.com/css?family=Stalemate' rel='stylesheet' type='text/css'>
<div style="width: 500px; height: 200px; border: 3px solid #620000; background-image:url(http://45.media.tumblr.com/cc9b02486205a44f02f179f1b15a06eb/tumblr_no36a9mKWd1tgx5s7o1_500.gif);"></div>

<div style="text-align: center; font-size: 45px; font-family: Stalemate; color: #000B10; text-transform: none; letter-spacing: 2px;  padding-bottom:10px;"><strong>Plano De Independência Da Névoa</strong></div>
<div style="width: 400px; padding: 10px; margin: 0 auto; background-image:url(http://hacktoon.com/grandware/courses/starfield/05.png); border: double 6px #620000;">
<div style="width: 350px; background: #620000; color: #FFFFFF; font-size: 10px; text-align: center; letter-spacing: 2px; font-family: Calibri; text-transform: none; padding: 2px;">HP: -//- Chakra: -//- Stamina: -//-</div>

<div style="width: 350px; padding:5px; border: 1px solid #620000;font-family: Trebuchet MS; text-align: justify; font-size: 12px; color: #FFFFFF;">Havia se passado apenas um dia desde o retorno das minhas memórias, minhas ações imediatas foram suficientes para fazer com que Kiri retornasse a crescer, a sensação de estar controlando a vontade de tantas pessoas era ruim, algo que somente um monstro faria. Os habitantes da aldeia começaram a se tratar bem, o comercio havia melhorado, muitas facções criminosas haviam sido desfeitas porem algumas ainda se mantinham de pé, aparentemente nem todos os habitantes caíram em minha ilusão, abate-los ou doma-los seria necessário porem seria impossível rastrear alguém que desconheço, organizar uma investigação por opositores seria bastante trabalhoso, certamente algo mais fácil poderia ser feito, obviamente, eu já sabia.

Meu antigo gabinete se mantinha o mesmo, bom...o mesmo após eu ordenar que o reconstruissem, Kiri havia se tornado um país sem leis, sem estado, uma anarquia total, haviam varios órgãos policiais criados por pessoas com poder, obviamente o mais organizado e bem estruturado se mantinha acima dos outros, assim colocando uma falsa ordem em Kiri, tudo uma ilusão, a própria policia era corrupta e hipócrita, meu retorno veio no momento certo, a população necessitava de mim, e agora tudo que eu tinha de fazer era neutralizar os inimigos da justiça.

Pessoas arrogantes com ego inflável são muito previsíveis, elas não aguentam perder, não aguentam se verem por baixo e muito menos assistir a ascenção de alguém, tudo que eu tinha de fazer era aguardar que eles viessem me destruir, e quando tal coisa fosse acontecer, eles iriam implorar por terem se perdido em meu mundo ilusório.

Explosões no andar debaixo, pessoas subiam correndo as escadas do prédio buscando sobrevivência, sentado em minha cadeira aguardava o desenrolar das história, uma gritaria ensurrecedora incomodava meus ouvidos, meu indicador de paciência estava subindo moderadamente. A porta de minha sala caiu, um dos homens que correu em minha direção logo caiu diante de meus pés, coloquei-o para assistir as mais terríveis visões que poderia, o grupo que o seguia teve cautela e "não deu as caras", mas nada adiantava, eu sabia de suas posições e nada poderia me impedir, saquei dois sinos de beu bolso e os balancei, o som que era emitido poderia ser ouvido por todos do prédio, a estrondosa onda sonora produzida pelo bater dos sinos colocava todos para sentirem dor de cabeça, eles caíram e imploraram por um fim em tudo aquilo, o máximo que eu poderia fazer era respeitar seus desejos, alguns sinais feitos por minhas mãos e um fim foi dado ao sofrimento que eu mesmo os proporcionei, uma grande correnteza d'água inundava o prédio de cima para baixo varrendo e afogando todos aqueles presentes, alguns sacrificios foram necessários, pessoas inocentes morreram naquele dia, mas somente a indispensabilidade de um fato supera o valor da morte. Após o massacre caminhei em direção a janela para emitir um aviso.

- Para todos que estiverem me ouvindo neste momento, saibam que hoje nossa aldeia foi completamente purificada em nome da justiça, assim provamos o tamanho de nosso valor e força, avante em direção a um novo futuro e a prosperidade de nossas terras, todos saúdem Kiri ! -</div>
</div></div>
</center>

3 Re: Template: Hin em Seg 11 Jan 2016, 22:12


Título Louco Aqui



Status chavoso aqui


Texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui Texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui Texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui Texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui Texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui Texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui Texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui texto louco aqui


4 Re: Template: Hin em Seg 11 Jan 2016, 22:32




Iryounin;


HINARA HYUUGA - THE ROKUDAIME RAIKAGE


☆(Uma vez que você deixa a escuridão entrar, ela não sai)



TODO HOMEM É CULPADO PELO BEM QUE NÃO FEZ® ENTÃO FAÇA !



Mesmo parecendo perdido Hinara continuou a explicar o que era preciso como se aquilo já fosse automático. Suspirou enquanto aguardava o rapaz reunir seu chakra no pequeno pedaço de papel que em instantes foi oscilando a coloração do centro até as pontas. Suiton seria o elemento primário do menino, como o dela, forçando nela um sorriso.

Bom, parabéns. A água é uma exelente aliada durante uma batalha, eu posso dizer isso, pois é o elemento ao qual maos tenho afinidade. —  ela deixou um riso "hihihi" como daquelas menininhas escapar por entre os lábios e o encerrou ao ouvir o apelo do menino. — Já estão separando os times dos gennins, quando isso acontecer, conversamos, ok? Kumo precisa mesmo de iryounins, mas não é uma tarefa fácil, nem para todos.



ㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤHP: 3700 CH: 6000 ST: 3950 VL: 40 m/s  MT: 23


Considerações:

● Byakugan não ativo.
● Todo movimento cujo a velocidade não foi citada no próprio post, em um número especifico é claro, foi realizado em minha máxima velocidade. (40 m/s)
● Hinara está usando uma Saia plissada branca levemente curta, acompanhada de uma blusa preta de alça. Em seus pulsos uma espécie de luvas que não cobrem os dedos, como se fossem mangas avulsas da peça anterior. Sobre a regata um pequeno casaco cinza. Cabelo solto com uma franja repicada de forma despojada e uma bota cano alto pouco acima do joelho na mesma cor de seu sobretudo, preto.   (Imagem 1) e (Imagem 2)
● Manopla petrificadora está em sua mão direita. (Como na foto)
● Nuibari está presa em suas costas e o rolo com os fios em sua cintura, no cinto.


Jutsus Ativos:

Byakugan
(Olhos Albinos)
Usuário:
Clã Hyuuga, Ao
Rank: A
Jutsus que se Executa: Chakra Ryuudou
Descrição: O Byakugan é uma habilidade nos olhos que naturalmente ocorre em membros do Clã Hyuuga (e somente membros do Clã Hyuuga o possuem). Usuários do Byakugan são caracterizados por seus olhos com íris lilás-clara, e falta da presença de pupilas. Quando o Byakugan está ativado, suas pupilas de alguma maneira aparecem e veias perto de seus olhos dilatam-se. Uma pessoa com Byakugan tem uma visão de 360 graus (360º), exceto por um ponto cego atrás da nuca, sobre a primeira (1)ª vertebra, que é a única fraqueza conhecida. Usuários de Byakugan podem detectar qualquer elemento ao redor deles em uma distância de 50 metros (50m), embora Hyuuga Neji tenha conseguido aumentar esse limite para mais de 800 metros (800m), fazendo deles combatentes experientes em luta de longo alcance e de curto alcance. O Byakugan também possibilita ao usuário a habilidade de enxergar através de elementos sólidos, não importando a distância. Isto parece ser uma combinação de visão de raio-x com infravermelho, a exemplo de Hyuuga Hinata que demonstrou no Arco Filler do Bikochu que objetos podiam ser difíceis de ver se suas temperaturas fossem as mesmas do elementos ao seu redor. Também nota-se a presença de uma visão telescópica, um usuário do Byakugan pode focar em um só objeto e ampliar este ponto. O grau do foco parece depender da capacidade do usuário. O Byakugan dificilmente pode ser bloqueado, exceto em algum caso como com o Doujutsu de Ranmaru (Akagan), que pode bloquear o Byakugan com algo suficientemente opaco. Um dos aspectos mais poderosos do Byakugan é habilidade de ver o sistema circulatório de Chakra, que é o aspecto chave para o uso do Juuken Ryuu, estilo de Taijutsu do Clã Hyuuga. Se bem treinado, o Shinobi (Ninja) portador do Byakugan é capaz de ver os Tenketsus de um indivíduo, permitindo ao usuário parar ou intensificar o fluxo de Chakra do oponente completemente, tal que o oponente é incapaz usar técnicas que requerem Chakra ou seja dependerá somente de Taijutsu. Todavia, o usuário pode aumentar seu fluxo de Chakra, liberando o Tenketsus e assim pode voltar a usar Chakra. Eventualmente usuários de Byakugan podem matar o oponente com um só golpe. Há diversas técnicas desenvolvidas especificamente para o usuário de Byakugan que são baseadas no Juuken Ryuu, que complementam e fazem uso das habilidades do Byakugan. A proteção do Byakugan é muito importante para o Clã Hyuuga, o que exigiu a criação de uma elaborada hierarquia familiar, onde os membros da Família Principal, ou Ramo Principal (Sō-ke), devem ser protegidos pela Família Secundária, ou Ramo Secundário (Bun-ke), e caso um membro da Família Secundária (Bun-ke) for sequestrado, a Família Principal utiliza-se de um último recurso: o Selo Amaldiçoado do Clã Hyuuga, que ao ser ativado destrói toda a atividade nervosa cerebral, destruindo assim o segredo do Byakugan.
Taijutsu:

Juuken Ryuu
(Estilo do Punho Gentil)
Quem Usa:
Clã Hyuuga
Rank: A
Nota: Apesar de ser chamado por muitos de Jyuuken Ryuu, sua escrita certa é Juuken Ryuu, de acordo com o silabário japonês, talvez pela sua fonética ou senão pois muita gente traduz o Katakana e Hiragana Ju como Jyu, tense então no silabário de Kana japonês existem dois seguimentos de "j" um que se lê normal outro que se lê como se tivesse um "y" como em Juuken Ryuu.
Nota²: No caso de Hanabi Hyuuga, o rank desce para C.
Descrição: O Juuken é o estilo de luta próprio e único do clã Hyuuga, tido como o
taijutsu mais forte que existe. O Byakugan vê o fluxo de Chakra. O
usuário do Byakugan se especializa em afetar esse sistema circulatório
de Chakra. Como não se pode treinar essa parte do corpo, é impossível se
defender.
Membros mais talentosos vêem ainda os Tenketsus, pontos
por onde o Chakra circula e é regulado, num total de 361. Eles fecham
alguns desses Tenketsus, evitando que o oponente use Chakra. É muito
fácil machucar os órgãos internos com o Juuken. Eles usam uma posição de
batalha única, batendo apenas com a palma das mãos ou com os dedos,
liberando Chakra, cortando o interior da pessoa.
Jutsus de Defesa:
Jutsus de Ataque:
Jutsus Preparados:
Suporte:

BE MY MIRROR MY SWORD AND SHIELD...


5 Re: Template: Hin em Ter 12 Jan 2016, 15:45

What lies ahead



Lana3.gif
#HP:300 #CH:300 #ST:300 #BRAIN:2 #SPEED: 4







Yuzu observou a entrada do avaliador.  Arqueou as sobrancelhas e trocou olhares com o colega. Manteve-se calma, agora concentrava-se no homem à sua frente. De canto, viu Degel começar sua investida, o que provavelmente chamou a atenção do avaliador. Aproveitando isso, a moça sacou uma kunai discretamente, que escorregou pela manga de sua roupa e a manteve oculta entre os dedos. A lâmina estava cuidadosamente apontada na direção contrária. Ela mudou sua postura e posicionou os pés, como se fosse disparar dali a qualquer momento.




•••••••••••••••••••••••••••••••••••••
BY: HINHYUUGA



6 Re: Template: Hin em Qua 13 Jan 2016, 13:56














PONTO DE PARTIDA


I ALWAYS PAY MY DEBTS



I0czFiB.png






HP: 300CH: 300ST: 300


statusSpeed: 3Brain: 3






O PLATINADO TINHA EM SEU ROSTO um sorriso de satisfação pelo excelente combo realizado, que exibia no instante em que deu sequência ao meio giro que utilizou pra lançar o oponente o mais longe possível, usando o 360 completo para lançar a kunai que mantivera em sua mão, sem dar brecha física para o oponente, e muito menos mental, interrompendo sua fala no instante em que estava tentando se aplumar em pé e encher os pulmões.

— AH, MAS NÃO VAI MESMO! - Exclamou enquanto a kunai cortava o vento na direção do peitoral do adversário, zunia pela velocidade extra que havia ganhado no giro, o menor homem tinha dificuldade em se mover já que, por cortesia, Degel não havia retirado a kunai cravada na parte inferior de seu joelho, sem contar no desperdicio de sangue que ele deixava para trás ao esforçar a perna. O maior concentrou um pouco de chakra para dar um salto lateral, apenas ameaçando o outro tempo o bastante para revirar seus estojos a procura de suas próprias shurikens.

BY: HINHYUUGA





HEAVEN KNOWS HOW YOU LIED TO ME


7 Re: Template: Hin em Qua 13 Jan 2016, 13:57














PONTO DE PARTIDA


I ALWAYS PAY MY DEBTS



I0czFiB.png






HP: 300CH: 300ST: 300


statusSpeed: 3Brain: 3






O PLATINADO TINHA EM SEU ROSTO um sorriso de satisfação pelo excelente combo realizado, que exibia no instante em que deu sequência ao meio giro que utilizou pra lançar o oponente o mais longe possível, usando o 360 completo para lançar a kunai que mantivera em sua mão, sem dar brecha física para o oponente, e muito menos mental, interrompendo sua fala no instante em que estava tentando se aplumar em pé e encher os pulmões.

— AH, MAS NÃO VAI MESMO! - Exclamou enquanto a kunai cortava o vento na direção do peitoral do adversário, zunia pela velocidade extra que havia ganhado no giro, o menor homem tinha dificuldade em se mover já que, por cortesia, Degel não havia retirado a kunai cravada na parte inferior de seu joelho, sem contar no desperdicio de sangue que ele deixava para trás ao esforçar a perna. O maior concentrou um pouco de chakra para dar um salto lateral, apenas ameaçando o outro tempo o bastante para revirar seus estojos a procura de suas próprias shurikens.

BY: HINHYUUGA





HEAVEN KNOWS HOW YOU LIED TO ME



Conteúdo patrocinado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Novo Tópico  Responder ao tópico

Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum