Naruto Player RPG | sua experiência no mundo de Naruto
Seja bem vindo ao Naruto Player RPG, se cadastre agora e venha jogar um RPG onde você poderá interpretar seu personagem favorito de Naruto, não perca tempo venha jogar conosco.

Logue-se já!

Esqueci minha senha




Nas ultimas horas...
EdwardSalazar
Hoje à(s) 08:59
 
Youko
Qui 25 Maio 2017, 02:03
 
Youko
Qui 25 Maio 2017, 01:43
 
Ezreal
Qui 25 Maio 2017, 00:31
 
Youko
Qui 25 Maio 2017, 00:25
 
Ezreal
Qua 24 Maio 2017, 22:33
 
Shinki
Qua 24 Maio 2017, 21:42
 
Nanashi
Qua 24 Maio 2017, 21:34
 
Nanashi
Qua 24 Maio 2017, 20:58
 
Quem mais postou nessa semana...
Top dos mais Postadores!
Hinara (1230)
 
River (1209)
 
Youko (1005)
 
Big Boss (910)
 
Modake (908)
 
Whisper (643)
 
Yuu (615)
 
Kazuaki Yuki (613)
 
Ezreal (606)
 
Allen Walker (577)
 


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[Treinando] Hin

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 [Treinando] Hin em Sex 19 Jun 2015, 17:53



Área para Treinos

Fica situado na parte de trás da casa da Raikage. É um templo antigo que recentemente foi reformado pelos moradores em homenagem a jovem. É uma grande área no centro, plana e muito bem ventilada. O sol bate o dia todo no centro do local dando um ar de alegria e vida. Árvores ao derredor e um poço tornam o templo além de bonito, agradável.  



Última edição por Hinara Hyuuga em Sex 10 Jul 2015, 11:32, editado 2 vez(es)

2 Re: [Treinando] Hin em Sex 19 Jun 2015, 18:04


Treino (2328 palavras)

❝ Subcosciente❞


Era preciso de um tempo para si. Desde que chagaram a Kumo Hinara não havia praticado nenhum pouco e agora mais que nunca precisava disso. O dia estava claro e o vento soprava forte, porém dentro da vila não se podia senti-lo, pois as grandes formações rochosas serviam de bloqueio. Mesmo com o vento soprando, lá fora, o dia era quente. A Raikage usava uma camiseta regata justa em um tom forte de roxo e uma calça, também justa, que terminava um pouco acima da canela. O cabelo erguido em um rabo de cavalo alto deixava seus ombros nus amostra e o selo em sua nuca que mais parecia uma tatuagem.
A cena distorcida do dia em que teve a Nibi selada dentro de si veio a sua mente e por um instante ela ficou imóvel. A cena se repetia várias vezes e em câmera lenta, foi horrível. A dor que sentiu naquele momento ela não saberia descrever com palavras, aliás, nem mesmo eu que vos escrevo saberia. Assistir tudo aquilo, gravar cada fragmento do ocorrido para depois transcrever por essas entre linhas deixando tudo em uma forma sucinta e com uma dose de realidade, mas sem perder o pouco da fantasia, bom isso não foi fácil, mas o fiz.

- Bom garota...se sente mais poderosa, não é? – aquela voz a chamou mais uma vez e em um instante ela estava pisando naquela escuridão mais uma vez. Era úmido e parecia gotejar em algum lugar, aquele barulho a incomodava. – Ei, Nibi acho que já deveria parar com isso, não é? Se sente sozinha aqui? Por isso que vive puxando assunto? – ela colocou a mão sobre o peito ao perceber o que acabara de falar. – Me desculpe, nunca parei para pensar quão solitário é isso aqui. – ela se aproximou daquele grande círculo de luz que cercava o grande felino em chamas. – Me poupe querida, não preciso dos seus sentimentos, odeio pena. – ela rosnou e ameaçou uma mordida, mas as correntes se agitaram a pararam antes que chegasse perto da menina. – Essa força, essa mudança de personalidade, tudo sou eu! – por um instante poderia se jurar que a criatura estava sorrindo. O frio do local não se comparava com o frio que girava dentro do estômago de Hinara naquele momento. Que sensação era aquela? – Você é um nada garota, se quer mesmo ser alguém é melhor me deixar sair... – naquele instante a criatura estava tão próxima da garota que a respiração ofegante afastava os longos cabelos da jovem.

"Ninguém é dono de sua felicidade, por isso: não entregue sua alegria, sua paz e sua vida nas mãos de ninguém, absolutamente ninguém!” – foi à frase que ela ouviu da senhora assim que entrou em Konoha. Naquela época ela não conseguia entender o porque daquela velha assustada lhe dizer isso, mas algo a incomodou. Aquelas palavras penetraram bem fundo em sua alma e como uma lâmina fria rasgava toda a extensão da mesma. Perdida naquela aldeia que mal conhecia, parecia que havia sido há muito tempo atrás, mas não, isso não havia nem se quer seis meses. Tudo havia mudado, radicalmente. Mordeu seu lábio inferior e algo em sua mente citava algumas frases por ela conhecidas – “Somos livres, não pertencemos a ninguém e não podemos querer ser donos dos desejos, das vontades ou dos sonhos de quem quer que seja.” –  A razão da sua vida é você mesmo. Isso era uma coisa a qual ela deveria entender. Não poderia continuar a viver sem um propósito, “mas eu tenho um propósito”, dizia para si mesma, “meu propósito é tornar realidade e viver os sonhos do meu irmão.” – Na verdade minha querida você está vivendo os propósitos dos outros. – a Nibi riu exageradamente. – Isso é ridículo sabia?

A sua paz interior é a sua meta de vida.

Quando sentir um vazio na alma, quando acreditar que ainda está faltando algo, mesmo tendo tudo, remeta seu pensamento para os seus desejos mais íntimos e busque a divindade que existe em você. Sim, acredite... A nossa fé pode nos levar a lugares mais altos. – Nossas crenças têm poderes incríveis, mas agora minha querida, no que você crê? – ela era desafiadora, intimidadora era o nome correto para se dar a Nibi. Era sábia e tinha algo em mente.

- Pare de colocar sua felicidade cada dia mais distante de você. – ela estava cada vez mais próxima. De acordo com que Hinara deixava suas emoções fora de controle, as correntes se afrouxavam mais. – Não coloque objetivos longes demais de suas mãos, abrace os que estão ao seu alcance hoje. Sofrer precipitadamente não é algo inteligente a se fazer. – ela queria mesmo era deixaa jovem desnorteada e se sentindo impotente e incapaz, pra ser sincero, ela estava conseguindo.

Se andares desesperada por problemas financeiros, amorosos ou de relacionamentos familiares, busque em seu interior a resposta para acalmar-se. – era isso que seu tutor que estava em Suna ainda sempre dizia a ela.

“Você é reflexo do que pensa diariamente.”  - era o que ele vivia lembrando a pequena quando a via perdida em seus pensamentos.
- E mais uma vez eu te pergunto, pequena Konoichi, no que andas pensando nos últimos dias? Se sente sozinha? Fraca? Com medo? O que vem te apavorando Hinara? – ela tinha um sorriso diabólico nos lábios e suas presas ficavam amostra. Eram grandes, maiores que os chifres de marfim de elefantes.

“ Apenas sorria, isso sorria” – pensava ela ao abrir um pequeno sorriso enquanto recuava três passos para trás da criatura.

Sorrir significa aprovar, aceitar, felicitar. Então abra um sorriso para aprovar o mundo que quer oferecer a você o melhor. – Sorrir não vai me provar que você está bem consigo mesmo, eu vejo que é mais forte que pensei, porém aqui vai outra pergunta minha querida... Esse é o mundo em que você gostaria de estar? Dessa forma? Nesse corpo? Com essas habilidades? Você pode muito mais... Você é uma Hyuuga! – ela arregalou os olhos quando ouviu isso da bijuu.

- Com um sorriso no rosto as pessoas terão as melhores impressões de você, e você estará afirmando para você mesmo, que está pronto para ser feliz. – ela não conseguia encarar a grande besta.  - Trabalhe, trabalhe muito a seu favor e terá o reconhecimento de todos. –  

Pare de esperar a felicidade sem esforços – mas eu tenho me esforçado tanto – Não, não tem! Quantas vezes você desistiu daquele Jutsu? Você se diz realmente interessada em tornar os sonhos dele reais e mesmo sabendo que aquele jutsus seria de suma importância o deixou de escanteio dizendo, eu não vou conseguir, choramingando feito uma meninha mimada, pois é isso que você é uma criança fraca, mimada e indefesa, mas agora... Eu estou aqui, deixe-me te guiar. -  ela estava parada e lentamente ergueu o braço apontando o dedo indicador em direção ao rosto do grande felino.

- Pare de exigir das pessoas aquilo que nem você conquistou ainda. – ela retrucou, mas parece que não intimidou a mesma. – Critique menos, reclame menos e trabalhe mais. – Eu não critico. – ela respondeu mais que depressa. – é isso é verdade, você aceita tudo calada sem expor sua opinião, antes criticasse, eu aplaudiria, pois assim você teria personalidade.
E, não se esqueça nunca de me agradecer por existir, ok, nem aos outros, mas me agradeça todos os dias eu sou a melhor parte de você. Agradeça tudo que está em sua vida neste momento, inclusive a dor e principalmente a mim. Sobre a dor, ela precisa ser sentida, sem sentir, ela não será curada. – a criatura estava mesmo com a intenção de destroçar a alma da jovem. Essa seria a brecha que ela precisava para sair.

“Nossa compreensão do universo ainda é muito pequena para julgar o que quer que seja em nossa vida, pequena. Calma! Você ainda pode mudar e ser tudo aquilo que eu espero e quero pra você.”  Eu diria isso a ela se pudesse, mas quem sou na verdade? Apenas o narrador dessa fabulosa ficção.

Queria poder dizer a ela que ela pode fazer isso mesmo ajudando o querido irmão, mas seja mais do que ele pede, seja o que ele precisa. E agora, você terá um novo companheiro de equipe, vai mesmo se submeter a ordens dele também? Você agora é uma autoridade uma Kage. As cinco grandes nações irão montar em você caso demonstre fraqueza querida.
A resposta dela seria com toda certeza “Eu não sou assim” antes mesmo que eu concluísse, mas não sou eu quem fala com ela agora.
– Calada eu ainda não acabei! Ta certo que ele é uma graça, mas não quer dizer que seja necessário ser mais um de seus donos, pois até hoje foi isso que você fez se escondeu atrás de seus donos, parecendo uma cachorrinha vira-lata faminta e com frio. A grandeza não consiste em receber honras, mas em merecê-las e você por acaso tem merecido isso, Hinara? Se você anda repetindo muito: “eu preciso tanto de você” ou, “você é a razão da minha vida” - cuide-se. É lícito afirmar que são prósperos os povos cuja legislação se deve aos filósofos, mas chega! Hora de crescer, eu serei sua ponte para o poder.

A inteligência é a insolência educada.

Nosso caráter é o resultado de nossa conduta.

Egoísmo não é amor, mas sim, uma desvairada paixão por nós próprios.

O homem sábio não busca o prazer, mas a libertação das preocupações e sofrimentos.

Ser feliz é ser auto-suficiente...

Seja senhor de sua vontade e escravo da sua consciência.

Pense nisso!

Seja Feliz!

Que luz é essa? Espera! Aquela sou eu? Não, eu estou aqui. – sim, é você! Seus olhos não falham, apenas observe! Veja você falhar mais uma vez e essa vai se repetir por muitas e muitas vezes, hahahaha. – ao longe a jovem estava parada no centro de Kumo. Como era possível se ver daquela forma?

Mistério; ui.

A Hinara que estava ao longe estava de joelhos naquela hora abrindo um grande pergaminho...

Seu estomago parecia ronronar.  Era o medo. A insegurança.

O selo do tigre foi feito e um corpo surgiu sobre o mesmo. “Shikon no Jutsu” era o jutsu que a jovem iria executar. Mexer com o cadáver de uma pessoa inocente. Isso ia contra todos os seus princípios, mas era necessário. Isso feria o que lhe foi ensinado anos atrás – uma pessoa morta deve descansar. – e ela estava pronta para retirar uma alma de seu descanso. Esse jutsu permite o ninja animar o corpo de um morto, mudando sua aparência, e o controlando. O jutsu faz o coração bater por algumas horas, podendo até usufruir das habilidades e jutsus do corpo utilizado. E ela via que era mesmo verdade, o corpo de pé a sua frente era a prova disso.

De repente a imagem ficou distorcida e ela se via em outro lugar, uma cela, não, uma caverna onde estava presa com dois homens. Um guarda caído no chão e os dois homens sorrindo maliciosamente para ela. – Apenas um beijo. – sussurrou ela para o homem mais jovem. O mesmo se aproximou. O corpo definido parecia estar tenso, mas o sorriso e o volume em sua calça acusavam que não era apenas o beijo que ele buscava. O outro assistia de longe aguardando sua vez, este já tremia de medo, mas não conseguia correr, suas pernas pareciam paralisados, mas na verdade estava amarrado com fios de aço. Os passos do rapaz eram firmes e o mesmo parecia estar satisfeito com a situação, Hinara estava parada com os olhos marejados e com sua respiração ofegante. A mão firme, mas lisa do rapaz se arrastaram por sua cintura e a puxaram para perto dele, isso a fez gemer baixo. Ele era bonito, lindo para ser mais exato. Aquele corpo rígido e quente a deixava sem ar, por um instante ela pensou em desistir, mas seus braços se lançaram por derredor do pescoço do rapaz. Ele a olhou fixamente e deu uma risadinha cínica. – Se soubesse que matar me traria uma mulher como você, teria feito isso mais vezes. – ele sorriu e uma ira profunda subiu por todo o corpo da garota e quando os lábios do rapaz se chocaram com os dela ela retirou os braços que envolvia o pescoço do homem e agarrou sua nuca com uma das mãos, a outra foi levada em seu queixo. A ferocidade no toque da jovem assustou o rapaz que pareceu gostar. Em um salto, ela trançou as pernas por sobre a cintura do homem e os gemidos de prazer foram se transformando em agônicos. Gemidos de dor. Ele se debatia, mas ela não o soltava. Sem a utilização de nenhum selo de mão, ela executou um beijo onde aspirava o Chakra do indivíduo e de certa forma seu corpo foi secando, tornando-se uma espécie de barro. Ela limpou os lábios e olhou para o outro homem que parecia uma garotinha histérica. – Pra quê isso? – ele perguntou e ela sorriu e respondeu. - Para posteriormente utilizá-lo em meu Shiki Tenshin. – respondeu ela e enfim a visão se tornou ofuscada novamente.


- Viu? Foi só essa tentativa. Você havia dominado a técnica, mas por um deslize seu perdeu o controle e agora tem medo de usá-la devido a seus princípios, me poupe. -

- Raikage-sama! – uma voz ao fundo gritou.

Hinara agitou a cabeça e naquele instante Nibi havia se calado.
“Isso que dá andar distraída” pensou ela. – O quê é isso, Raikage-sama? – o chunnin o olhou assustado e a jovem ergueu as mãos assustada. Estava envolta por uma camada de chakra que não era dela, e sentia um grande poder vindo de seu corpo.

- Sinta o início do que posso fazer por você, pequena. –

Jutsus:

Shiki Tenshin
(Troca de Cor)
Quem Usa:
Fuuka
Rank: S
Descrição:
Fuuka utiliza esse Jutsu para trocar de corpo, ela utiliza os corpos
que roubou pelo Shikei Seppun. A cada troca de corpo suas feridas se
regeneram, e sua natureza de Chakra se altera. Fuuka poderia utilizar
qualquer parte do corpo para ser a única parte viva dele, e ela utiliza o
seu cabelo para ser essa única parte original.


Shikei Seppun
(Execução por Beijo)
Quem Usa:
Fuuka
Rank: A
Descrição: Sem a utilização de nenhum Selo de Mão, Fuuka executa um beijo onde ela
aspira o Chakra do indivíduo e de certa forma rouba seu corpo, para
posteriormente utilizá-lo em seu Shiki Tenshin.


Shikon no Jutsu
(Técnica da Alma Morta)
Quem Usa:
Yakushi Kabuto
Rank: S
Descrição:O ninja pode animar o corpo de um morto, mudando sua aparência, e o
controlando. O jutsu faz o coração bater por algumas horas, podendo até
usufruir das habilidades e jutsus do corpo utilizado.


Ayatsuito no Jutsu
(Técnica de Prisão de Cordas)
Quem usa:
Uchiha Sasuke, Hatake Kakashi, Nara Shikamaru e Tenten
Rank: D
Descrição: É uma técnica que usa linha de nilon/aço para enrolar e prender o oponente, normalmente atiradas com o uso de Shurikens. O Clã Uchiha aperfeiçoou esta técnica e criou o Sharingan Soufuusha Sannotachi.

Manto Nível 1.

3 Re: [Treinando] Hin em Sab 20 Jun 2015, 11:10

Aprovadas Ayatsuito no Jutsu e Shikon no Jutsu
Shikei Seppun e Shiki Tenshin deveriam ser EXCLUSIVAS de Fuuka, até porque, é quase um hijutsu dela. Vou tentar providenciar uma regra para ela.

4 Re: [Treinando] Hin em Sex 24 Jul 2015, 15:57

HP: 3700
CH: 5000
ST: 2950
VL: 33 m/s  MT: 20
Considerações:
• Todos os movimentos foram realizados há 33 m/s.

• Hinara está usando um vestido tomara que caia longo e bem solto na cor branca; na lateral esquerda há uma rachadura em seu vestido que pega quase na altura de seu quadril. Uma rasteira gladiadora no tom nude. Seu cabelo solto com uma delicada franja.    

• Ninjaken está presa em sua perna esquerda debaixo do vestido.
Vícios e Virtudes
Se você já passou pela experiência de organizar qualquer tipo de evento deve saber a pressão que é. Tudo tem que sair perfeito se não a culpa é do anfitrião. Agora pensa que além de reunir todas as figuras mais poderosas em um só lugar, ter que fazer “sala” para eles sabendo que em seu íntimo estarão julgando cada passa que a Raikage der. Eu não queria estar na pele dela. Hinara já tinha feito seu papel de dona da casa, já havia interagido com os figurões e convenhamos que já estava de saco cheio daquela luta que parecia interminável. Como ela não podia simplesmente sair do recinto, deixou que seu clone fizesse o papel de espectador lá em seu assento e saiu na busca de um local livre de pessoas em que pudesse fazer algo de útil, ou seja, onde pudesse treinar. Na parte inferior das arquibancadas existiam espaços ocultos, que para os mais saidinhos – se é que você me entende – tinham múltiplos fins, mas no caso de Hinara serviria perfeitamente para se isolar de tudo e de todos.  Precisa praticar um dos seus chakras Elemental: o Raiton. E já tinha em mente o jutsu que treinaria. Tratava-se do Amigumo, uma grande teia elétrica de aranha que era formada no chão a fim de eletrocutar todos os inimigos que estivessem pisando no solo.  Certificando-se de que não havia ninguém ao redor da área de atuação do jutsu, Hinara concentrou-se e agachou, batendo as duas mãos no solo. Sentia o chakra fluindo de seu corpo em direção às mãos. E assim que saía delas, formava no chão aquela teia cuja intensidade das correntes elétricas era visível. Os filamentos brilhavam de energia e a jovem pode ter certeza de quem quer que fosse alcançado por aqueles filamentos certamente passaria por uma sensação não muito agradável de ter seu corpo sendo afetado por uma enorme descarga elétrica.

Amigumo:

Raiton - Amigumo
(Estilo Relâmpago - Teia de Aranha)
Quem Usa:
Motoi
Rank: B
Primeira Aparição: Naruto Shippuden - 317
Descrição: Motoi bate suas duas mãos no chão, fazendo com que uma grande teia elétrica de aranha surja no chão, eletrocutando os inimigos que estiverem pisando no solo.


A busca pelo aperfeiçoamento do Raiton continuava. Hinara ainda tinha tempo de sobra e ainda não queria voltar ao seu acento. Decida a dominar totalmente esse chakra Elemental “novo”, colocou-se a treinar mais um jutsu. Para esse foi necessário que a jovem desenhasse na parede que estava a sua frente alguns alvos, pois o objetivo dessa nova técnica era lançar de suas mãos vários discos pequenos de Raiton, discos cortantes que explodiam ao acertar o alvo. Desenhou uns três alvos semelhantes aqueles usados em competições de tiro e se colocou a uma distancia relativamente boa e se preparou. Hinara fez os selos de mão necessários à técnica (Macaco, Boi, Javali e Tigre) e concentrou o chakra em suas mãos mais uma vez. Instantaneamente, os discos foram surgindo e a jovem atirou em direção ao primeiro alvo. O movimento foi tão rápido que chega assustou a menina, fazendo com que ela não conseguisse acertar nenhum deles no centro do alvo. Olhou para o desenho e viu as perfurações e as marcas de explosões fora do alvo. Precisava de mais concentração.  Mirou melhor o segundo desenho, fez os selos de mão e lançou os discos. Dessa vez havia acertado todos no centro, tanto que um buraco de tamanho considerável foi formado na parede, devido ao efeito das explosões. Mas Hinara ainda não estava satisfeita, resolveu arriscar de olhos fechados para ver se conseguiria êxito. Focalizou bem o alvo antes de fechar os olhos, fez mais uma vez os selos de mão e pode sentir o chakra tomando forma em suas mãos. Em um movimento rápido e preciso lançou aqueles discos no terceiro e último alvo, e assim que percorreram aquela distancia entre a jovem e a parede, eles explodiram ao entrar em contato com a mesma. Hinara foi checar se havia acertado o centro e deu aquele leve suspiro de satisfação. Lançamento perfeito.

Raiso Gekishin:

Raiton - Raiso Gekishin
(Estilo Relâmpago - Tremor do Rato de Relâmpago)
Quem Usa:
Nigai
Selos: Macaco, Boi, Javali e Tigre
Rank: B
Distância: Média
Descrição: O Shinobi lança de suas mãos vários pequenos discos de Raiton cortantes, cujo explodem ao acertar o alvo.


A maioria das pessoas se prende muito aquilo que está vendo, não levando em conta que há muitos outros sentidos que podem ajudar muito o shinobi em uma situação de combate. Baseando-se nessa fraqueza das pessoas em geral, Hinara lembrou-se de um genjutsu que tornava a pessoa invisível ao olho nu, onde a mesma poderia aparecer na hora que desejar sendo perto ou longe de onde estava. Não era preciso selos, ela apenas teve que se concentrar. Sem se dar conta logo de inicio, Hinara foi desaparecendo. Seu “ser” ainda estava naquela salinha debaixo da arena, mas qualquer pessoa de fora que olhasse para ali não veria ninguém. A jovem buscou “olhar” para o seu próprio corpo, mas nada conseguia ver, deu uma risada bem leve, pois era um feito bastante curioso. E movida pela meninice que ela ainda guardava (afinal ela só tinha 16 anos), saiu dali com o objetivo de dar um susto no primeiro que visse. A vitima foi um outro jovem que não aparentava ser da vila, mas que derrubou todo seu refrigerante quando saltou pra trás ao ouvir alguém gritar no seu ouvido um “buu”.

Fukashi:

Fukashi no Genjutsu
(Técnica Ilusória da Invisibilidade)
Quem Usa:
Kakko
Rank: D
Descrição: O usuário pode tornar-se invisível a olho nu, podendo reaparecer na hora em que desejar, sendo perto ou longe de um oponente.


Acho que a sensação de ser invisível foi tão gostosa que Hinara quis se aprofundar. Mas se antes ela havia levado para o lado da brincadeira, dessa vez seu objetivo era um pouco mais “responsável”. Devido aos seus estudos sabia da existência do Gengakure no Jutsu, um genjutsu que fazia o shinobi desaparecer através de uma técnica de ilusão, e por ser uma ilusão os rastreamentos seja por Byakugan ou quaisquer outros não conseguiriam captá-la. Algo muito útil em qualquer situação, pois se estivesse na mira de algum rastreador, a visão do mesmo seria distorcida pela ilusão que o genjutsu criara. Além disso, poderia combinar a outro genjutsu se assim desejasse. Hinara se concentrou, esvaziou sua mente. Havia voltado para sua “sala” de treino e não tinha ninguém para incomodá-la no momento. Até mesmo a Nibi que, geralmente nesses momentos aparecia com seus discursos altamente metafóricos e depreciativos, estava quieta, o que ela não sabia dizer se era um bom ou mau sinal. Estava sozinha. E estava pronta. Sentia o chakra fluir em seu corpo, seu controle era grande sobre ele, mas deixou que a técnica a envolvesse, percorrendo todo o seu corpo. E assim ela foi desaparecendo e assim como no jutsu anterior, sua essência, seu corpo estava ali, apenas ninguém, nem mesmos os outros rastreadores, conseguiria vê-la. Hinara sabia do poder de alcance de um Byakugan, então essa técnica seria ainda muito mais útil já que era capaz de “enganar” os olhos de seus possíveis adversários. Ela não queria pensar no pior, mas nunca se sabe quando o indesejável pode acontecer.

Gengakure:

Gengakure no Jutsu
(Técnica da Ilusão Oculta)
Quem usa:
Kurenai Yuuhi e Clã Kurama
Rank: C
Nota: Clã Kurama utiliza esta técnica em um filler.
Descrição: Habilidade utilizada para desaparecer o usuário ilusoriamente.Como é uma ilusão nenhum tipo de rastreamento funcionaria (Jutsu da Karin, Byakugan, insetos do Clã Aburame...) porque a ilusão distorceria estes. Normalmente é usado em conjunto com outro genjutsu.


Valendo-se ainda do princípio de que os homens sempre se prendem ao que podem ver, Hinara estava cada vez mais gostando dessas técnicas de ocultação. Saiu da sua “salinha” em direção à parte rochosa que existia mais atrás da arena, pois sua próxima técnica requeria a existência de pedras pra fazer a sua ocultação. Doton, era o quê o pequeno pedaço de papel disse a ela. Outro chakra Elemental que precisava praticar. Teve que caminhar pouco, do lugar onde estava ainda era possível sentir a vibração da arena e principalmente ouvir o que estava se passando por lá, isso garantiria que ela não ia perder nada. O jutsu da vez era o Iwagakure no Jutsu, onde Hinara se misturaria as rochas e assim poderia entrar e sair delas sem ser detectada. A jovem projetou a imagem em sua mente antes de liberar de fato seu chakra. Iria “entrar” na pedra que estava a sua frente e sairia em outra mais a esquerda. À medida que liberava o chakra sentia seu corpo perdendo a forma e se aderindo a pedra e depois de “percorrer” todo o espaço por dentro das rochas saiu do outro lado tomando de novo a sua forma. Pode parecer ate difícil de compreender, mas foi exatamente o que aconteceu, ela entrou de um lado e saiu de outro, eu vi então você terá que acreditar em mim.

Iwagakure:

Doton - Iwagakure No Jutsu
(Libertação da Terra - Técnica de Ocultação em Pedras)
Quem usa:
Fuuka
Rank: D
Descrição: O Esta técnica permite que o usuário misture-se em rochas e em seguida, entrar e sair de outras rochas sem ser detectado.


Seus êxitos a animavam ainda mais. Hinara desenvolvia cada vez mais as técnicas de ilusão, mas como dizem que precaução nunca é demais, ela ainda não estava satisfeita. Estava em busca de se preparar para diversas situações, já que sua posição de Raikage a colocava em condições que muitas vezes não eram favoráveis. Ela atraía não só os olhos dos amigos. Lembrou-se de um genjutsu que faria com que ela assumisse a textura exata das cores de tudo que estivesse atrás dela, tornando-a invisível. Tratava-se do Touton no Jutsu e sempre despertou o interesse da jovem. As pedras não favoreciam um ambiente digamos assim repleto de cores, logo ela teve que procurar outro lugar pra fazer esse treino. Graças aos céus, Kumo era uma vila de paisagens diversas e sua natureza exuberante e multicolorida sempre estava presente na maioria dos lugares. Posicionada de costas para um muro repleto de trepadeiras e outras flores bem coloridas, Hinara foi liberando seu chakra e assim ia tomando as cores da paisagem que estava por trás. Como se fosse uma pintura aonde aos poucos Hinara ia tomando a forma da paisagem e consequentemente se tornava a paisagem. Em um momento ela estava ali, no outro quem quer que olhasse de fora não a veria, seu corpo estava totalmente camuflado e perdido no meio daquela cena. Ela ainda estava ali presente, porém invisível. Satisfeita, desfez o jutsu e antes de deixar o local, pegou uma flor de um amarelo bem vivo e colocou atrás da orelha. Voltaria para arena, só que antes ela tinha algo mais para fazer.

Touton:

Touton no Jutsu
(Técnica de Transparência)
Quem Usa:
Kazuma, Yakushi Kabuto e Jiraya
Rank: B
Primeira Aparição: Episódio 68 Shippuuden
Descrição: Técnica que faz com que o ninja assuma a textura exata das cores de tudo que está trás dele tornando-o invisível. Foi mencionada por Jiraya quando disse que usava essa técnica para espionar mulheres nuas. Foi usada mais tarde numa saga filler por Kazuma durante a luta que teve contra Asuma. foi usada por Yakushi Kabuto no Chuunin Shiken.


Aproximando-se do rio que nascia nas montanhas de Kumo, Hinara abaixou e tomou um pouco daquela água cristalina e bastante gelada. A altitude da vila proporcionava esse clima frio, mas bastante agradável. Molhou os pulsos, o que provocou um arrepio de leve nos seus braços, nada muito exagerado, só uma sensação que refrescava não só o corpo, mas também a mente. Já havia passado muito tempo fora do seu posto dentro da arena. Era preciso voltar já que a outra luta poderia estar próxima. Porém, aproveitando a água que ali estava ela resolveu praticar um ultimo jutsu, o Mizu no Tatsumaki, que consistia em um tornado de água ao redor de si, para ser usado como defesa ou ataque, ficando a critério do usuário. Levantou-se e começou a liberar o chakra em direção à água e como se “respondesse ao chamado”, começaram a se movimentar em volta de Hinara. O movimento circular em alta velocidade começou nos pés da jovem, mas conforme ela liberava chakra foi crescendo a ponto de quase envolvê-la por completo. Ali dentro estaria segura. Só que antes de desfazer o jutsu tentou direcioná-lo a um ponto especifico a sua frente. E foi como se as águas entendessem sua vontade. O tornado foi avançando para esse ponto acima da água e antes que se chocasse com o paredão rochoso de onde saía a nascente daquele rio, Hinara desfez o jutsu e água caiu como uma leve “chuva” no leito do rio. Um mini arco-íris foi formado com a luz do sol atingiu aquelas gotículas, o que provou um sorriso doce no rosto da jovem. Poderia ficar horas admirando todas aquelas belezas mas o dever chamava. Era hora de voltar.

Tatsumaki:

Mizu no Tatsumaki
(Tornado D'água)
Quem Usa:
Shibuki
Rank: B
Distância: Curta/Média
Descrição: Usando seu Chakra, o ninja cria um grande tornado de água ao redor de seu corpo, que pode ser usado como uma defesa, ou ser atirado no inimigo para atacar.



5 Re: [Treinando] Hin em Sex 24 Jul 2015, 19:23

App tu add

6 Re: [Treinando] Hin em Qui 13 Ago 2015, 15:34

HP: 3700
CH: 5000
ST: 2950
VL: 33 m/s  MT: 20
Considerações:
• Todos os movimentos foram realizados há 33 m/s.

• Hinara está usando um vestido tomara que caia longo e bem solto na cor branca; na lateral esquerda há uma rachadura em seu vestido que pega quase na altura de seu quadril. Uma rasteira gladiadora no tom nude. Seu cabelo solto com uma delicada franja.    

• Ninjaken está presa em sua perna esquerda debaixo do vestido.
Vícios e Virtudes
Aquela pequena esfera de cristal era um presente que acabará de receber de um dos aldeões e ele lhe contou sobre a habilidade que o sandaime hokage usava para se manter atento a tudo que acontecia na vila. O sandaime era um referência no mundo shinobi, aliás, Konoha sempre fora, mas agora era a vez de Kumo ser a referência mais uma vez. Ela precisava melhorar suas habilidades e agora era a hora. O Jounnin Shiken estava em seu tempo de intervalo e então Hinara seguiu para o templo onde costumava treinar. Allen estava bem, Ethan parecia a estar evitando e sua mente parecia um furacão com tantas informações. Ela respirou fundo. Calma Hinara, calma!
Ela precisava estar calma para conseguir se concentrar em seu treino. Precisava por um minuto que fosse banir Ethan de seus pensamentos. Banir tudo e todos. Era hora de focar apenas em seu treino. Ainda seguindo para o templo a garota de APENAS 16 ANOS - para as pessoas que me chamaram de velha e acabada - percebeu o quanto Kumo havia crescido em apenas alguns meses. O quão bela a vila estava ficando mesmo ainda em reforma. Haviam pessoas de todas as partes e com certeza isso ajudaria na economia local. Os restaurantes estavam cheios, hotéis, casas de banhos e até mesmo a biblioteca. Mesmo com toda essa distração não fora capaz de fazer com que Ethan saísse de sua cabeça. Aqueles olhos - os do pintor que viera a sua sala - a deixava com um aperto no peito como se ele já houvesse roubado alguma parte dela. Será que ele sentia-se da mesma forma? Claro que não respondeu rapidamente pra si mesma. Era óbvio que ele tinha algo com aquela menina de longos cabelos brancos. Ela foi apenas uma missão na vida do rapaz. Isso. Ele apenas estava cumprindo ordens e de Clarke. Estava sendo espionada antes do evento. Era inaceitável isso. A Kazekage havia rompido sua confiança e mais uma vez ela se sentiu fútil, inútil e ingênua. Precisava mesmo era deixar de ser essa menininha que todos viam. Era hora de parar de confiar demais nas pessoas. Ela precisava crescer, mesmo que precisasse forçar isso. Mesmo que fosse necessário abrir mão de algumas coisas, mas ela iria sim crescer. Queria o melhor para Kumo e era isso que teria. O melhor.
Ao chegar no templo, isolada de tudo e todos ela focou seu pensamento uma última vez naquele sorriso moleque que o rapaz tinha. Deve ter passado por poucas e boas para ser daquela forma, fechado, mas ela sentiu que naquele dia ele fora um pouco do "eu" que ele não se lembrava mais, mesmo não o conhecendo. Ela seguiu para dentro de uma das casas de madeiras ali e sentou-se frente a uma pequena almofada roxa e antes de depositar a mesma sobre o amontoado de plumas e algodões, Hinara olhou para dentro da pequena esfera e se concentrou. Seu chakra fluiu por dentro da esfera e o reflexo de seu rosto desapareceu. Ela viu Ethan. Sobrevoando a arena sem rumo.

Técnica do Telescópio:


Toomegane no Jutsu
(Técnica do Telescópio)
Quem Usa:
Sandaime Hokage, Guren
Rank: A
Descrição: Com uma bola de cristal, Sarutobi pode ver algo que acontece No
vilarejo de Aldeia da folha. No caso de Guren, ela usa seus cristais
para ver o que acontece em outros lugares.


Ethan ainda usava a máscara enquanto sobrevoava Kumo em busco de alguma coisa que ela ainda não conseguia descobrir. Ficou o observando mais um pouco e então focou em outro ponto da vila e percebeu que poderia acompanhar tudo que acontecia ali dentro agora com o auxílio desse jutsu que o Sandaime Hokage usava. A esfera em sua mão poderia ser seus olhos, além de seu Byakugan, poderia agora contar com essa nova habilidade. O medo que a jovem tinha era de uma possível invasão. Não só das outras vilas, mas de algumas facções que não se encontravam felizes com Kumo sendo reerguida. Então precisava desenvolver o máximo suas habilidades como ninja. Os aldeões contavam com a proteção oferecida por ela e por mais que os grandes rochedos pudessem ser usados como uma forma de proteção, poderiam ser usados também como esconderijo ou camuflagem.
Suna foi seu lar e um ninja de lá possuía uma habilidade incrível para sensoriamento. Shishio era seu nome e Hinara pôde pesquisar por ele um dia e até mesmo viu o usando o jutsu em uma missão. O Selo do Hexagrama de Sensoriamento.  É uma técnica que permite o usuário localizar pessoas dentro de um determinado campo e uma das vantagens dessa técnica era descobrir se há um iryou-nin dentre eles. O usuário coloca um selo em forma de hexagrama no solo o qual o permite sensoriar alvos num raio de grande amplitude através da transmissão de ondas pelo selo. Como eu já havia citado acima essa técnica também permite identificar se o indivíduo localizado é um ninja médico. Com isso seria muito improvável que alguém conseguisse se esconder da jovem. Seus olhos e suas habilidades fariam uma invasão basicamente impossível. Então era hora de tentar. Ela saiu de dentro daquele casebre e se ajoelhou sobre a trilha de ladrilhos de pedras que formavam um caminho para a saída do templo. Lentamente sua mão tocou o chão e ela se concentrou por alguns segundos, mas nada aconteceu. - Droga. - praguejou ela. Seria necessário mais concentração. Esse jutsu exigiria mais dela. - Vamos lá, Hinara. Você consegue. Precisa se tornar alguém melhor que ontem. - era a meta estabelecida pela Kunoichi. Ser melhor que ontem, mas como ser melhor que ontem sendo que ontem foi o seu melhor? Um pensamento um tanto pessimista para uma pessoa que estava à frente de uma nação. Era preciso mudar. Era preciso confiar mais em suas habilidades e em seus extintos. Aí está! Confiar em seus extintos. Ela sentia quando havia alguma coisa errada, mas não agia da forma que sua mente lhe ordenava, seguia muito o seu coração e por falar em coração, lá estava ele pulsando mais forte. Sim, ela acabou de voltar a pensar em Ethan.

- Rokubosei Shirusenshingu! - ela disse e estendeu a mão mais uma vez sobre o solo na esperança que funcionasse e funcionou. A estrela de cinco pontas nasceu sobre o chão e ela pode verificar todos que estavam a sua volta e no meio daqueles mais próximos a ela, Hinara pode localizar um pontinho em especial. Era um Iryou-nin e com seu Byakugan estendeu o alcance de sua visão para verificar quem era e para sua surpresa, era a bela jovem Anbu que acabara de conhecer.


Hexagrama de Sensoriamento:


Rokubosei Shirusenshingu
(Selo do Hexagrama de Sensoriamento)
Quem usa:
Shishio
Rank: A
Primeira Aparição: Naruto Shippuden Episódio 406
Descrição: O usuário coloca um selo em forma de hexagrama no solo o qual o permite sensoriar alvos num raio de grande amplitude através da transmissão de ondas pelo selo. Esta técnica também permite identificar se o indivíduo localizado é um ninja médico.


Mesmo não crescendo junto a seu clã, Hinara teve um excelente professor. O velho ancião Hyuuga que a levou para Suna. O velho não servia mais o país em missões devido a sua idade avançada, mas acompanhou de perto todo o desenvolvimento da jovem. Ele a ensinou tudo que sabia, mesmo ela não conseguindo aprender tudo na ocasião. A menina sempre tivera uma memória boa e se lembrar de todas aquelas aulas sobre o clã não haviam sido em vão. Tudo que "podia" saber sobre o clã, Hinara sabia, mas eis a questão. Tudo o que ela PODIA saber. Haviam muitos fatos ocultos sobre sua súbita saída de Konoha. Sobre a morte de seus pais. Ela sabia e desconfiava do próprio clã, mas como afirmar algo sem provas? Ela um dia teria que ir atrás dessas respostas que a assombravam todas as noites. Como podemos ver, a Hyuuga é determinada, delicada, gentil, doce e graciosa. Honestidade é um de seus maiores princípios e a frase que sempre carregou consigo é: Não existe espaço para mentiras na minha vida! Por isso fora sempre muito honesta com tudo e todos. Ferir alguém? Ela não seria capaz de tal ato, a menos claro que precisasse se defender. A força da menina crescia junto com ela no decorrer daqueles anos. Se aperfeiçoou em outras técnicas além das de seu clã - coisa que era rara dentro os outros membros, pois os demais apenas utilizam técnicas derivadas do Juuken Ryu e Byakugan.
O mundo estava crescendo. Os ninjas se fortalecendo e que provas mais ela precisaria para perceber o quão dura as outras vilas estavam dando para se armar? Ethan e a kunoichi de longos cabelos prateados - que por um momento a incentivou a deixar seu cabelo daquela forma - eram realmente incríveis. Modake de Konoha também demonstrou grande poder e habilidade mesmo não tendo chance contra os três oponentes, aliás, eram três. Kakashi demonstrou total controle sobre suas técnicas e mesmo em desvantagem, se saiu bem. Kojiro, o garoto jinchuuriki. Esse sem sombra de dúvidas era especial. Ela pôde ver que todas as vilas tinham grandes prodígios e estavam preparados para se defender a todo custo. Assim como os ninjas de Kumo, Hinara precisava crescer. Cada dia seria um degrau. Cada degrau um desafio maior. Cada degrau um obstáculo maior. Cada degrau uma dificuldade maior. Mas ela estava disposta a subir, um a um, todo esse degrau até a auto confiança. O único modo de fazer com que Kumo se sentisse protegida era demonstrando e tendo poder. Deveria se mostrar mais auto confiança que nunca. Era hora de mostrar a verdadeira força de uma Hyuuga. O ataque dos 8 Portões é ensinado apenas para os mais qualificados membros do Clã Hyuuga. Esse Jutsu consiste em fechar os Oito Portões de Chakra do oponente, matando-o instantaneamente. É um Jutsu proibido por matar o oponente com uma dor imensa. E era esse o jutsu que ela iria praticar hoje. Os portões se chakra se dividem em oito e essa técnica, consiste em concentrar chakra em suas mãos para fechar os mesmos. O Portão de Abertura (開門, Kaimon), localizado no cérebro, remove as restrições do cérebro sobre os músculos para que 100% da força do usuário possa ser usada enquanto que normalmente, uma pessoa só pode usar 20% da força de seus músculos para preveni-los de se desintegrar. Desbloquear este portão permite que o usuário use a Lótus Frontal.  O Portão da Cura (休門, Kyūmon; TV Brasileira "O Portão do Repouso"), localizado no cérebro, forçosamente aumenta a força física do usuário e temporariamente re-energiza o corpo. O Portão da Vida (生門, Seimon), localizado na medula espinal, permite ao usuário utilizar a Lótus Reversa. O aumento do fluxo sanguíneo torna a pele vermelha. O Portão da Dor (傷門, Shōmon), localizado na medula espinal, aumenta a velocidade e potência do usuário. Pode fazer tecido muscular rasgar no uso. O Portão do Limite (杜門, Tomon; TV Brasileira "O Portão de Encerramento"), localizado no abdômen, aumenta a velocidade e o poder do usuário. O Portão da Visão (景門, Keimon; TV Brasileira "O Portão da Alegria"), localizado no estômago, aumenta a velocidade e potência do usuário. A abertura deste portão libera tais enormes quantidades de energia que ele pode causar em corpos d'água próximos para formar um vórtice em torno do usuário. Depois de abertos, os usuários capazes podem realizar o Pavão da Manhã. O Portão da Maravilha (驚門, Kyōmon; TV Brasileira "O Portão do Choque"), localizado abaixo do estômago, aumenta ainda mais a velocidade e potência do usuário. Somente após este portão ser ativado, um usuário pode ser capaz de realizar o Tigre Diurno. Aqueles que abrem esse portão secretarão suor verde brilhante — azul no anime — de cada centímetro do seu corpo, que imediatamente se evapora a partir de sua própria energia térmica, criando uma aura que as pessoas confundem como um revestimento de chakra. Infelizmente, os efeitos colaterais da abertura do portão são que as fibras musculares do usuário são rasgado em pedaços, causando dor intensa se algo ou alguém toca-os. O Portão da Morte (死門, Shimon), localizado no coração, exige que o usuário perfure o peito um pouco acima do coração, a fim de abri-lo. Abrindo este portão fará com que o sangue do usuário a emane uma aura flamejante de vapor vermelho de todos os poros de seu corpo, cabelo e sobrancelhas. Liberando este portão usa-se toda a energia do corpo enquanto faz o coração bombear à potência máxima. Excedendo o poder de cada outro portão, o usuário recebe cerca de cem vezes a sua potência normal. Sob circunstâncias normais, os efeitos da abertura de todos os oito portões, causa ao usuário a desmoronar em cinzas, depois de ter praticamente cozido-se de dentro para fora. Ela fechou os olhos e mentalizou os oito portões - lembrando da figura mostrada a ela pelo ancião Hyuuga. E apenas realizou todos os movimentos que ele havia mostrado a ela. Baseado nos principios das 64 palmas, a única diferença é que se mantêm o foco nos pontos localizados os oito portões. O alvo estava posto. Uma grande cartaz era fácil. Apenas acertá-los. E foi o que ela fez. Seu corpo realizou um giro gracioso e seus pés deslizaram pela camada espessa de areia sobre os cascalhos que cobriam o solo do templo. Ela acertou oito golpes com a ponta de seus dedos e ao realizar o último ataque, flexionou os joelhos e impulsionou o corpo para o alto e se afastando cada vez mais do alvo. Envolveu suas mãos com o chakra raiton e dos poros da mesma diversas senbons - agulhas feitas de chakra raiton - foram disparadas com precisão nos mesmos pontos acertados no alvo por suas mãos. Ela aterrissou e seu vestido se espalhou a sua volta, enquanto ela ainda estava agachada. Ela havia conseguido, de novo.


8 Portões&Agulhas dos Mil Pássaros:


Zesshou Hachimon Hougeki
(Último Recurso, Ataque dos 8 Portões)
Quem Usa:
Hyuuga Neji e Hyuuga Hiashi
Rank: S
Nota: É um Kinjutsu.
Descrição: Ensinado apenas para os mais qualificados membros do Clã Hyuuga. Esse Jutsu consiste em fechar os Oito Portões de Chakra do oponente, matando-o instantaneamente. Esse Jutsu é proibido por matar o oponente com uma dor imensa, e por ser muito cruel.


Chidori Senbon
(Agulhas dos Mil Pássaros)
Quem Usa:
Uchiha Sasuke
Rank: A
Distância: Média
Primeira Aparição: Episódio 123 Shippuuden
Descrição: Jutsu em que o usuário envolve sua mão com Chakra Raiton, e dispara dos poros da mesma diversas agulhas que eletrocutam automaticamente quem for atingido. Requer uma grande habilidade na Transformação de Forma para moldar o Chakra e da-lo o formato de Senbons. É uma técnica bastante efetiva se usada em conjunto com o Sharingan, já que o usuário pode usa - lo para mirar em pontos vitais.


Sensoriar era algo que ela fazia com seus olhos e com auxílio de alguns jutsus utilizados como suporte, mas a principal técnica Hinara ainda não havia controlado. Kankaku Chakra no Jutsu. Esse jutsu era - na verdade é - utilizado por diversas formas e não é qualquer ninja que atinge seu poder máximo. Há rumores de que essa técnica varia de shinobi para shinobi. Existem pessoas capazes de alcançar dez quilômetros, já outras podem alcançar apenas um. Vou ser repetitivo, mas irei mais uma vez alertar: Essa técnica varia de ninja para ninja. Mesmo sabendo que poderia não dominar por completo essa técnica ela precisava tentar, por isso ela chamou um dos ninjas sensoriais de Kumo, na verdade o melhor e talvez único para que ele pudesse ajudá-la com a técnica.  Estava aguardando e os passos aos poucos foram se tornando mais audíveis. Senti-me traído pela minha percepção. Em um primeiro momento eu enxerguei delicadeza. Mas ao encará-la por mais alguns instantes notei uma escuridão, sim, bem lá no fundo. Os olhos são a janela da alma e a alma dela, por mais que tente, não consegue sufocar as trevas. Mas, de que importa se todos nós temos luz e trevas dentro de nós. O que não passa despercebido é a sua imponência. Sua expressão corporal demonstra poder e autoridade, isso é nítido. E porque não destacar os seus cabelos negros e volumosos que tanto se ostentam esparramados ao longo de seu comprimento. Mas, seriam negros ou azulados? Isso só o brilho da lua pode nos dizer. E apesar de ser uma bela dama de pele rosada e olhos de um azul bem claro, não se deixe enganar, você deveria temê-la. Se quiser um conselho, diria para não reparar em suas curvas tentadoras e no seu olhar sedutor... Sim! Aquele olhar do qual lhe falei no início. Você pode se surpreender. Ela é um verdadeiro enigma. E talvez indecifrável. Era Aeka a "menina" que iria lhe auxiliar nesse treino. Tinha um corpo escultural e um rosto bem maduro para sua idade. Ainda não haviam sido apresentadas, mas a jovem se encarregou de fazer isso assim que chegou - nunca vi pessoa tão direta.

- Bom, sou Aeka Tonikata, uma sensor e irei te euxiliar por ordens dos anciões. Essa técnica é utilizada pelos sensores para detectar a presença do chakra de alguém. Usando esta técnica, os sensores podem dizer quando os inimigos se aproximam, e podem facilmente rastrear alvos. A alcance desta técnica varia entre os sensores. Varia da forma com que se administra seu chakra e também, a um limite por pessoa. Limite esse que ainda é indefinido e indiscutível.  Vamos tentar? Se concentre em tudo a sua volta e realize o selo do tigre e aguardaremos até que sinta.

Parecia simples, mas não era. O sol estava se tornando quente e as pessoas caminhavam de volta para a arena - o templo era situado na parte mais alta de Kumo, então, ver as ruas dali era algo natural e muito belo. Ela precisava se apressar, a segunda fase iria se iniciar.

- Se não se concetrar, Raikage-sama, nunca irá conseguir.  - advertiu ela forçando que a impaciente Hyuuga fechasse os olhos com um rajada de ar saindo de sua boca, supirou.
Alguns minutos se passaram e algo começou a incomodar a jovem que abriu os olhos.

- Eu senti, senti seu chakra.


Técnica Sensorial:

Kankaku Chakra no Jutsu
(Técnica Sensorial de Chakra)
Quem usa:
Shin, Ao e Karin.
Rank: A
Nota: Esse jutsu varia entre shinobis.
Descrição: Essa técnica utilizada pelos sensores para detectar a presença do chakra de alguém. Usando esta técnica, os sensores podem dizer quando os inimigos se aproximam, e podem facilmente rastrear alvos. A alcance desta técnica varia entre os sensores.


Ela ainda tinha algum tempo e a  jovem ainda estava em sua zona de treinamento ou área, como preferir chamar. Estava caminhando devagar de um lado para o outro, precisava de mais duas técnicas para fechar sua maratona semanal a qual não cumpria a um bom tempo. Correu até o casebre ali perto e pegou uma mochila, correndo saiu carregando para debaixo da varanda ali. Enquanto carregava a mochila que por sinal, parecia pesada, ela olhou para a entrada do tempo, Aeka ainda se dirigia para o centro lentamente, parecia entediada. "Muito obrigada" - agradeceu ela mais uma vez. Naquela mochila haviam fotos, algumas bugigangas de criança e seus diários. Quando achou o pequeno e velho diário cinza com escritas rosas na capa, ela sorriu. Na capa tinha os dizeres: NÃO OLHE!

" Eu preciso desenvolver melhor minhas habilidades como um membro do clã Hyuuga, não posso ficar para trás. Quero ser como a Hinata-sama. Preciso aprender as duas técnicas elaborada por ela. Shugo Hakke Rokujuuyonshou e Hakkeshou Gutten. Preciso crescer! "

Ergueu as mãos frente ao peito e realizou uma sequência de selos. Ela havia acabado de ler seu diário. E isso a fez lembrar do que precisava aprender. Iria pular um desses e aperfeiçoar  a mais poderosa defesa do clã Hyuuga e dos mais fortes ataques do
clã. Hakkeshou Gutten.  O ancião que cuidou dela desde sua infância - que agora não tinha mais contado com ele, mas seu próximo feito seria perguntar dele para Clarke e pedir para que ele viesse morar em Kumo - a falou sobre o jutsu.  "É a mais poderosa defesa do clã Hyuuga e dos mais fortes ataques do clã, Hinata joga o inimigo no ar então realiza um Hakkeshou Kaiten, só que em uma escala demasiadamente maior, como se fosse um Hakkeshou Dai Kaiten, misturado com um Shugo Hakke Rokujuuyonshou , criando uma esfera gigante de lâminas de Chakra, que por causa do tamanho cria uma cratera enorme no chão. Ela desenvolveu essa técnica sozinha, mesmo depois de ser destituída do cargo de líder do clã por não ser forte o bastante." Se ela não era forte, quem seria?

Rapidamente ela lançou duas kunais para cima e as encarou esperando o momento certo para se defender. Posicionou os pés e realizou um movimento giratório. - Hakkeshou Gutten! - uma quantidade de chakra foi expelida de seu corpo formando uma espécie de escudo, mas a jovem desajeitou com os pés e acabou perdendo o equilíbrio e caindo. As kunais caíram no chão, próximo a sua perna, por pouco não fora atingida.
Levantou e suspirou, pegou as duas kunais, as envolveu em tarjas explosivas e pensou: "preciso apenas de motivação!" e voltou ao local marcado pela sombra da cerejeira. - Mais uma vez! - ela lançou as kunais para cima - mais alto que da última vez - e saltou por sobre elas, mais uma vez girou seu corpo - dessa vez no ar - e as kunais foram ricocheteadas para longe. A explosão gerada pelas tarjas gerou uma fumaça densa e escura que se espalhou rapidamente com o vento. O sorriso nasceu em seus pequenos lábios, ela estava começando a mudar o rumo de sua história, estava ficando aos poucos mais forte. Foi até as kunais, pegou ambas e viu que não havia mais utilidade para as mesmas, então as lançou para o lixo ali perto. Ficou ali pensando, qual seria sua última técnica para que pudesse partir para a cúpula.

Esfera Celestial:

Hakkeshou Gutten
(8 Trigramas Ofensivos,Esfera Celestial)
Quem Usa:
Hyuuga Hinata
Rank: S
Descrição: É a mais poderosa defesa do clã Hyuuga e dos mais fortes ataques do clã, Hinata joga o inimigo no ar então realiza um Hakkeshou Kaiten, só que em uma escala demasiadamente maior, como se fosse um Hakkeshou Dai
Kaiten, misturado com um Shugo Hakke Rokujuuyonshou , criando uma esfera gigante de lâminas de Chakra, que por causa do tamanho cria uma cratera enorme no chão.


A grande descoberta e invenção de Hinata também fora passada pelo velho. Os leões gêmeos. A concentração é muito maior e exige muito mais de seu corpo. Exige muito mais do seu chakra, mas ela pecisava daquilo. Seria uma carta nova na manga e no momento era tudo que ela precisava. Aumentar seu poder de destruição e esse jutsu seria a solução para essa sua ambição. Antes de se concentrar ela precisava lembrar tudo que podia sobre chakra e sua mente foi a levando de volta até seus dias de academia...

- Bom, quem poderia me definir o chakra? - um chunnin de suna estava de pé diante da classe e Hinara estava lá. Encolhida no canto. Sabia a resposta, mas não ousou dizê-la, então, Mileena se colocou de pé e deu a resposta mais completa que alguém poderia sonhar em dar.
- Chakra (チャクラ, chakura) é essencial até mesmo para as técnicas mais básicas; ele é feito moldando a energia física (身体エネルギー, shintai enerugī) presente em cada célula do corpo e a energia espiritual (精神エネルギー,seishin enerugī) adquirida do exercício e a experiência. Assim que moldado, ele pode ser canalizado através do sistema circulatório de chakra, que para o chakra é o que o sistema circulatório é para o sangue, para qualquer um dos 361 pontos de chakra (chamados tenketsu) no corpo. Por meio de vários métodos, sendo o mais comum os selos de mão, o chakra pode ser manipulado para criar um efeito que não seria possível de outro jeito, como por exemplo andar sobre a água, exalar fogo ou criar ilusões. Moldando diferentes taxas das duas energias, novos tipos de chakra podem ser formados. A maioria dos ninjas possuem uma afinidade natural a um tipo de chakra, mas eles têm a capacidade de criar chakra elementar além da sua própria afinidade. Existem cinco tipos básicos, cada um mais forte e mais fraco que o outro, mas suas forças, fraquezas e relações com cada um são todas exploradas. Também há o uso do Yin e Yang e o balanceamento das energias físicas e mentais. Além desses cinco elementos, certas kekkei genkai podem misturar chakra elementares para formar novas naturezas, como, por exemplo, é possível combinar água e vento em gelo. Enquanto muitos ninjas podem usar mais de um tipo de chakra, muitos poucos podem usá-los simultaneamente.
Mas o que Hinara precisava nada mais era do que apenas seu chakra. Puro e focado. Fechou os olhos e conduziu todo seu chakra por toda a extensão de seu corpo. O fez girar, girar e circular, várias vezes. Focá-lo que seria o difícil. Ela se esforçou e por três vezes falhou o chakra não fluía com a intensidade necessária. Estava atrasada, não poderia se dar ao luxo de perder - modo de falar - mais tempo ali. Iria tentar apenas mais uma vez.  

- Se concentra Hinara, bota pra quebrar.

O chakra se agitou e dessa vez ela pode perceber que estava no caminho certo. - agora vai. - Matatabi implicou e gargalhou. Ela se concentrou e o chakra surgiu em torno de sua mão. Era tamanho poder que a menina tinha que os mesmo se moldaram em forma de duas cabeça de leões, uma em cada punho. E então ela pode entender o porque do nome. - Juho Soshiken. - ela disse ao golpear o seu alvo que com apenas o primeiro toque se partiu em três.


Leões Gêmeos:

Juho Soshiken
(Punhos Gentis dos Leões Gêmeos)
Quem Usa:
Hinata Hyuuga
Rank: S
Descrição: Hinata concetra Chakra nas mãos como no Juuken, mas numa quantidade muito maior, formando em cada mão uma face de leão. O inimigo recebe um  golpe com tamanha intensidade que pode ser necessario apenas ele para acabar com uma luta. Hinata usa este golpe recem criado para proteger Naruto, contra Pein, mas quando ia acertá-lo com seu taijutsu máximo ela recebe o Shinra Tensei de Pein e é empressada no chão, se machucando seriamente.


7 Re: [Treinando] Hin em Ter 18 Ago 2015, 17:12

Kankaku Chakra no Jutsu < esse jutsu aqui é um estilo que carrega vários outros que possuem descrição propria, está recusado.
Chidori Senbon < Precisa de Chidori, ao meu ver. Recusado.
Rokubosei Shirusenshingu < Isso pra mim é um jutsu exclusivo, JÁ QUE o personagem não possui apenas 1 jutsu para se tornar "inútil", e só ele usa. Recusado

O resto está aprovado

8 Re: [Treinando] Hin em Ter 18 Ago 2015, 17:18

Rivers escreveu:Kankaku Chakra no Jutsu < esse jutsu aqui é um estilo que carrega vários outros que possuem descrição propria, está recusado.

Kankaku Chakra no Jutsu
(Técnica Sensorial de Chakra)
Quem usa:
Shin, Ao e Karin.
Rank: A
Nota: Esse jutsu varia entre shinobis.
Descrição: Essa técnica utilizada pelos sensores para detectar a presença do chakra de alguém. Usando esta técnica, os sensores podem dizer quando os inimigos se aproximam, e podem facilmente rastrear alvos. A alcance desta técnica varia entre os sensores.

Ok, concordo com você no chidori, mas alguém vai escolher o Shishio só por causa dos jutsus dele, que são dois? Mas ok. Agora o Kankaku Chakra no Jutsu é um jutsu usado pelos sensores, única diferença é a maestria de cada um nele. Era só limitar um espaço.

Exemplo: Karin: 20Km
Outros ninjas sensoriais: 5km.

Mas ok, obrigado por aprovar.

9 Re: [Treinando] Hin em Qui 20 Ago 2015, 17:42

Já existe jutsus de rastreamento, e alguns já possuem regras próprias. Esse só seria um que engloba todos, tipo aquele do Itachi que cria todos os outros.

10 Re: [Treinando] Hin em Sab 17 Out 2015, 18:24

518 palavras…

Hinara estava feliz com o resultado do Jounnin Shikken. A finança melhorou muito, pois o fluxo de pessoas em Kumo foi muito grande fora que mais missões foram encaminhadas a vila depois que seu nome foi espalhado. O efeito de tamanho evento era realmente algo surpreendente e estava tudo correndo conforme ela queria. O Senhor Feudal havia lhe enviado uma carta parabenizando pelo evento e organização e ao que tudo indicava, todos haviam gostado. Kumo crescendo, mais pessoas chegando. Agora poderia ser alvo de algum ataque, já que quem não é visto não é lembrado, Kumo agora estava muito bem vista e talvez quista. A beleza estava restaurada, seu poderio militar também, agora restava apenas uma coisa. Sua glória. Aos poucos as marcas de Kumogakure foram se perdendo e como não sobraram muitos conterrâneos ninjas, seria meio complicado focar no método básico de luta do país, da vila. Porém, uma coisa todo mundo sabe: Kumo era mestre em ninjutsus elementais baseados no elemento raiton.
O elemento raio não foi seu elemento primário, mas Hinara tinha certa feição por ele. O brilho e a sensação de sentir a eletricidade correr por seu corpo faziam com que a jovem sentisse um certo, prazer. A beleza e o brilho produzido também. Ela não conseguia entender como algo tão belo podia ser tão mortal. O poder de destruição do raio era famoso entre os ninjas e temido também, mas agora como uma Kumonense precisava dominar mais sobre este. Raiton era a marca de Kumo no decorrer dos anos. Só que não era apenas para seguir uma tradição que a garota estava prestes a iniciar outra sessão de treinos. Era queria caçar e vingar todos os moradores de Kumo, aliás, não só os Kumonenses, pois durante esse evento haviam moradores de Suna, Kiri, Konoha e todos que estavam nas redondezas foram mortos. Então havia milhares de vidas em suas costas. Como enfrentar um inimigo de tamanha força? Como derrubar alguém que nem se consegue tocar? Hinara era rápida, até hoje ninguém superara sua velocidade. Nem mesmo Allen, seu irmão, que era um Hyuuga, rápido, elogiava a desenvoltura da menina. Seus golpes eram graciosos e diretos e com a velocidade eles se tornavam letais. Nunca precisou matar ninguém, mas estava disposta a ter sua primeira morte agora.
As palavras de Ethan vieram em sua mente naquele momento: “Temo que tudo o que está por vir possa levá-la a perder sua doçura” – o rapaz parecia saber de tudo aquilo. Não como companheiro do homem mascarado, mas como se pudesse prever o futuro pelas suas pupilas prateadas. Pensar nele causava certo desconforto, pois ele havia partido. Sim. Partiu sem ao menos se despedir e isso a deixou pior, pois precisava de um abraço e no momento, o que mais lhe faria bem era o dele. Sem selos, ela ergueu a mão para o céu e uma corrente elétrica do céu foi liberada sobre seu corpo e o local onde ela estava se chamuscou por completo. Havia dominado mais uma técnica. Era hora de continuar a crescer. O nome de Raikage era pesado, e ela precisava honrá-lo.

Faísca da Agulha Elétrica:


Raiton - Hiraishin
(Estilo Relâmpago - Faísca da Agulha Elétrica)
Quem Usa:
Fuuka
Rank: S
Distância: Curta
Primeira Aparição: Episódio 67 Shippuuden
Descrição: Depois de entrar em contato físico com o seu oponente, o ninja levanta o seu braço e libera uma corrente elétrica por todo o seu corpo de uma maneira similar ao Chidori Nagashi.



Considerações:

  • Byakugan ativo.
  • Todo movimento cujo a velocidade não foi citada no próprio post, em um número especifico é claro, foi realizado em minha máxima velocidade.
  • Hinara está usando um vestido tomara que caia longo e bem solto na cor branca; na lateral esquerda há uma rachadura em seu vestido que pega quase na altura de seu quadril. Uma rasteira gladiadora no tom nude. Seu cabelo solto com uma delicada franja.    

  • Ninjaken está presa em sua perna esquerda debaixo do vestido.

HP: 3700CH: 6000 ST: 3950 VL: 40 m/s  MT: 23

Jutsus Ativos:

Byakugan
(Olhos Albinos)
Usuário:
Clã Hyuuga, Ao
Rank: A
Jutsus que se Executa: Chakra Ryuudou
Descrição: O Byakugan é uma habilidade nos olhos que naturalmente ocorre em membros do Clã Hyuuga (e somente membros do Clã Hyuuga o possuem). Usuários do Byakugan são caracterizados por seus olhos com íris lilás-clara, e falta da presença de pupilas. Quando o Byakugan está ativado, suas pupilas de alguma maneira aparecem e veias perto de seus olhos dilatam-se. Uma pessoa com Byakugan tem uma visão de 360 graus (360º), exceto por um ponto cego atrás da nuca, sobre a primeira (1)ª vertebra, que é a única fraqueza conhecida. Usuários de Byakugan podem detectar qualquer elemento ao redor deles em uma distância de 50 metros (50m), embora Hyuuga Neji tenha conseguido aumentar esse limite para mais de 800 metros (800m), fazendo deles combatentes experientes em luta de longo alcance e de curto alcance. O Byakugan também possibilita ao usuário a habilidade de enxergar através de elementos sólidos, não importando a distância. Isto parece ser uma combinação de visão de raio-x com infravermelho, a exemplo de Hyuuga Hinata que demonstrou no Arco Filler do Bikochu que objetos podiam ser difíceis de ver se suas temperaturas fossem as mesmas do elementos ao seu redor. Também nota-se a presença de uma visão telescópica, um usuário do Byakugan pode focar em um só objeto e ampliar este ponto. O grau do foco parece depender da capacidade do usuário. O Byakugan dificilmente pode ser bloqueado, exceto em algum caso como com o Doujutsu de Ranmaru (Akagan), que pode bloquear o Byakugan com algo suficientemente opaco. Um dos aspectos mais poderosos do Byakugan é habilidade de ver o sistema circulatório de Chakra, que é o aspecto chave para o uso do Juuken Ryuu, estilo de Taijutsu do Clã Hyuuga. Se bem treinado, o Shinobi (Ninja) portador do Byakugan é capaz de ver os Tenketsus de um indivíduo, permitindo ao usuário parar ou intensificar o fluxo de Chakra do oponente completemente, tal que o oponente é incapaz usar técnicas que requerem Chakra ou seja dependerá somente de Taijutsu. Todavia, o usuário pode aumentar seu fluxo de Chakra, liberando o Tenketsus e assim pode voltar a usar Chakra. Eventualmente usuários de Byakugan podem matar o oponente com um só golpe. Há diversas técnicas desenvolvidas especificamente para o usuário de Byakugan que são baseadas no Juuken Ryuu, que complementam e fazem uso das habilidades do Byakugan. A proteção do Byakugan é muito importante para o Clã Hyuuga, o que exigiu a criação de uma elaborada hierarquia familiar, onde os membros da Família Principal, ou Ramo Principal (Sō-ke), devem ser protegidos pela Família Secundária, ou Ramo Secundário (Bun-ke), e caso um membro da Família Secundária (Bun-ke) for sequestrado, a Família Principal utiliza-se de um último recurso: o Selo Amaldiçoado do Clã Hyuuga, que ao ser ativado destrói toda a atividade nervosa cerebral, destruindo assim o segredo do Byakugan.
Taijutsu:

Juuken Ryuu
(Estilo do Punho Gentil)
Quem Usa:
Clã Hyuuga
Rank: A
Nota: Apesar de ser chamado por muitos de Jyuuken Ryuu, sua escrita certa é Juuken Ryuu, de acordo com o silabário japonês, talvez pela sua fonética ou senão pois muita gente traduz o Katakana e Hiragana Ju como Jyu, tense então no silabário de Kana japonês existem dois seguimentos de "j" um que se lê normal outro que se lê como se tivesse um "y" como em Juuken Ryuu.
Nota²: No caso de Hanabi Hyuuga, o rank desce para C.
Descrição: O Juuken é o estilo de luta próprio e único do clã Hyuuga, tido como o
taijutsu mais forte que existe. O Byakugan vê o fluxo de Chakra. O
usuário do Byakugan se especializa em afetar esse sistema circulatório
de Chakra. Como não se pode treinar essa parte do corpo, é impossível se
defender.
Membros mais talentosos vêem ainda os Tenketsus, pontos
por onde o Chakra circula e é regulado, num total de 361. Eles fecham
alguns desses Tenketsus, evitando que o oponente use Chakra. É muito
fácil machucar os órgãos internos com o Juuken. Eles usam uma posição de
batalha única, batendo apenas com a palma das mãos ou com os dedos,
liberando Chakra, cortando o interior da pessoa.
Jutsus de Defesa:
Jutsus de Ataque:
Jutsus Preparados:
Suporte:


## Fate smiles saddle .

11 Re: [Treinando] Hin em Sab 17 Out 2015, 19:01

App, meu cantor

12 Re: [Treinando] Hin em Sab 17 Out 2015, 22:19

510 palavras…

Ethan ainda estava pairando em sua mente. A morte de Allen. O sumiço de Will. Todas aquelas mortes. Tudo estava sendo remoído em sua cabeça.  Além de seu Byakugan, poderia agora contar com uma nova habilidade. O medo que a jovem tinha era de mais uma possível invasão. Não só das outras vilas, mas de algumas facções que não se encontravam felizes com Kumo sendo reerguida. Então precisava desenvolver o máximo suas habilidades como ninja. Os aldeões contavam com a proteção oferecida por ela e por mais que os grandes rochedos pudessem ser usados como uma forma de proteção. Poderiam ser usados também como esconderijo ou camuflagem. Ondas de Chakra Localizadora.  É uma técnica que permite o usuário localizar pessoas dentro de um determinado campo e uma das vantagens dessa técnica é não exige selos e não é demorada. O usuário coloca um selo em forma de hexagrama no solo o qual o permite sensoriar alvos num raio de grande amplitude através da transmissão de ondas pelo selo. Como eu já havia citado acima essa técnica também permite identificar se o indivíduo localizado é um ninja médico.
Com isso seria muito improvável que alguém conseguisse se esconder da jovem. Seus olhos e suas habilidades fariam uma invasão basicamente impossível. Então era hora de tentar. Ela saiu de dentro daquele casebre e se ajoelhou sobre a trilha de ladrilhos de pedras que formavam um caminho para a saída do templo. Lentamente sua mão tocou o chão e ela se concentrou por alguns segundos, mas nada aconteceu. - Droga. - praguejou ela. Seria necessário mais concentração. Esse jutsu exigiria mais dela. - Vamos lá, Hinara. Você consegue. Precisa se tornar alguém melhor que ontem. - era a meta estabelecida pela Kunoichi. Ser melhor que ontem, mas como ser melhor que ontem sendo que ontem foi o seu melhor? Um pensamento um tanto pessimista para uma pessoa que estava à frente de uma nação. Era preciso mudar. Era preciso confiar mais em suas habilidades e em seus extintos. Aí está! Confiar em seus extintos. Ela sentia quando havia alguma coisa errada, mas não agia da forma que sua mente lhe ordenava, seguia muito o seu coração e por falar em coração, lá estava ele pulsando mais forte. Sim, ela acabou de voltar a pensar em Ethan.

- Chakura no Basho! - ela disse e tocou o dedo indicador no solo na esperança que funcionasse e funcionou.  Os olhos fechados não a impediram de ver o campo a sua volta. Várias ondas saiam de seu dedo, era como se uma pedra acertasse o meio de um lago, era esse o efeito que dava no solo. Seria invisível para os olhos físicos, mas ela as via. Conseguia distinguir algumas pessoas a sua volta. Essa habilidade é usada para rastrear pessoas e animais, onde o usuário envia uma pulsação de seu chakra ao solo, e as ondas de chakra batem em todo o lugar, e com os olhos fechados o usuário consegue ver toda a área detalhada em sua mente, assim conseguindo localizar o alvo perfeitamente.




Ondas de Chakra:


Chakura no Basho
(Ondas de Chakra Localizadora)
Usuários:
Senju Tobirama e Minato Namikaze
Rank: A
Descrição: Usado para rastrear pessoas e animais, onde o usuário envia uma pulsação de seu chakra ao solo, e as ondas de chakra batem em todo o lugar, e com os olhos fechados o usuário consegue ver toda a área detalhada em sua mente, assim conseguindo localizar o alvo perfeitamente e dessa formar estar um passo a frente de seus inimigos. Usado por Senju Tobirama durante a Segunda Grande Guerra, onde o mesmo acabou ficando encurralado com seu time em uma missão, também foi usado por Minato durante a Terceira Grande Guerra, onde seu objetivo era destruir uma determinada ponte.



Considerações:

  • Byakugan ativo.
  • Todo movimento cujo a velocidade não foi citada no próprio post, em um número especifico é claro, foi realizado em minha máxima velocidade.
  • Hinara está usando um vestido tomara que caia longo e bem solto na cor branca; na lateral esquerda há uma rachadura em seu vestido que pega quase na altura de seu quadril. Uma rasteira gladiadora no tom nude. Seu cabelo solto com uma delicada franja.    

  • Ninjaken está presa em sua perna esquerda debaixo do vestido.

HP: 3700CH: 6000 ST: 3950 VL: 40 m/s  MT: 23

Jutsus Ativos:

Byakugan
(Olhos Albinos)
Usuário:
Clã Hyuuga, Ao
Rank: A
Jutsus que se Executa: Chakra Ryuudou
Descrição: O Byakugan é uma habilidade nos olhos que naturalmente ocorre em membros do Clã Hyuuga (e somente membros do Clã Hyuuga o possuem). Usuários do Byakugan são caracterizados por seus olhos com íris lilás-clara, e falta da presença de pupilas. Quando o Byakugan está ativado, suas pupilas de alguma maneira aparecem e veias perto de seus olhos dilatam-se. Uma pessoa com Byakugan tem uma visão de 360 graus (360º), exceto por um ponto cego atrás da nuca, sobre a primeira (1)ª vertebra, que é a única fraqueza conhecida. Usuários de Byakugan podem detectar qualquer elemento ao redor deles em uma distância de 50 metros (50m), embora Hyuuga Neji tenha conseguido aumentar esse limite para mais de 800 metros (800m), fazendo deles combatentes experientes em luta de longo alcance e de curto alcance. O Byakugan também possibilita ao usuário a habilidade de enxergar através de elementos sólidos, não importando a distância. Isto parece ser uma combinação de visão de raio-x com infravermelho, a exemplo de Hyuuga Hinata que demonstrou no Arco Filler do Bikochu que objetos podiam ser difíceis de ver se suas temperaturas fossem as mesmas do elementos ao seu redor. Também nota-se a presença de uma visão telescópica, um usuário do Byakugan pode focar em um só objeto e ampliar este ponto. O grau do foco parece depender da capacidade do usuário. O Byakugan dificilmente pode ser bloqueado, exceto em algum caso como com o Doujutsu de Ranmaru (Akagan), que pode bloquear o Byakugan com algo suficientemente opaco. Um dos aspectos mais poderosos do Byakugan é habilidade de ver o sistema circulatório de Chakra, que é o aspecto chave para o uso do Juuken Ryuu, estilo de Taijutsu do Clã Hyuuga. Se bem treinado, o Shinobi (Ninja) portador do Byakugan é capaz de ver os Tenketsus de um indivíduo, permitindo ao usuário parar ou intensificar o fluxo de Chakra do oponente completemente, tal que o oponente é incapaz usar técnicas que requerem Chakra ou seja dependerá somente de Taijutsu. Todavia, o usuário pode aumentar seu fluxo de Chakra, liberando o Tenketsus e assim pode voltar a usar Chakra. Eventualmente usuários de Byakugan podem matar o oponente com um só golpe. Há diversas técnicas desenvolvidas especificamente para o usuário de Byakugan que são baseadas no Juuken Ryuu, que complementam e fazem uso das habilidades do Byakugan. A proteção do Byakugan é muito importante para o Clã Hyuuga, o que exigiu a criação de uma elaborada hierarquia familiar, onde os membros da Família Principal, ou Ramo Principal (Sō-ke), devem ser protegidos pela Família Secundária, ou Ramo Secundário (Bun-ke), e caso um membro da Família Secundária (Bun-ke) for sequestrado, a Família Principal utiliza-se de um último recurso: o Selo Amaldiçoado do Clã Hyuuga, que ao ser ativado destrói toda a atividade nervosa cerebral, destruindo assim o segredo do Byakugan.
Taijutsu:

Juuken Ryuu
(Estilo do Punho Gentil)
Quem Usa:
Clã Hyuuga
Rank: A
Nota: Apesar de ser chamado por muitos de Jyuuken Ryuu, sua escrita certa é Juuken Ryuu, de acordo com o silabário japonês, talvez pela sua fonética ou senão pois muita gente traduz o Katakana e Hiragana Ju como Jyu, tense então no silabário de Kana japonês existem dois seguimentos de "j" um que se lê normal outro que se lê como se tivesse um "y" como em Juuken Ryuu.
Nota²: No caso de Hanabi Hyuuga, o rank desce para C.
Descrição: O Juuken é o estilo de luta próprio e único do clã Hyuuga, tido como o
taijutsu mais forte que existe. O Byakugan vê o fluxo de Chakra. O
usuário do Byakugan se especializa em afetar esse sistema circulatório
de Chakra. Como não se pode treinar essa parte do corpo, é impossível se
defender.
Membros mais talentosos vêem ainda os Tenketsus, pontos
por onde o Chakra circula e é regulado, num total de 361. Eles fecham
alguns desses Tenketsus, evitando que o oponente use Chakra. É muito
fácil machucar os órgãos internos com o Juuken. Eles usam uma posição de
batalha única, batendo apenas com a palma das mãos ou com os dedos,
liberando Chakra, cortando o interior da pessoa.
Jutsus de Defesa:
Jutsus de Ataque:
Jutsus Preparados:
Suporte:


## Fate smiles saddle .

13 Re: [Treinando] Hin em Sab 17 Out 2015, 22:27

615 palavras…

Água. Origem da vida. Água. Propriedades curativas. Água. Era o elemento primário de Hinara e o que ela mais tinha aptidão. Se tivesse algum jutsu de defesa naquela noite, poderia ter salvado muitos. Poderia ter quem sabe salvado seu irmão. Ela havia mudado. As palavras do rapaz das tintas não mais saiam de sua mente. “Temo que tudo o que está por vir possa levá-la a perder sua doçura”, “Temo que tudo o que está por vir possa levá-la a perder sua doçura”, “Temo que tudo o que está por vir possa levá-la a perder sua doçura”, “Temo que tudo o que está por vir possa levá-la a perder sua doçura” – era como um eco. Repetiam-se várias e várias vezes. Como se fosse necessário gravar. “Gostava de como eu era antes. Mas gosto de mim agora, também. Estou disposta a tudo para vingá-los. Não quero voltar, mas era bom. E como era. Não ter preocupações, apenas ter que sobreviver. Não, não quero voltar a ser tão ingênua e inocente de novo. Por outro lado, li há um tempo que aceitamos o amor que achamos merecer. Eu fiz o que estava ao meu alcance, o meu melhor. Tenho a consciência limpa. Não, não tenho. Eu estava atrás de um grande talvez. Eu não sei se o talvez é mais confortável. Se vale a pena algumas mágoas em troca de bons momentos. Será que vale mais um pássaro na mão do que dois voando? Tenho tantas dúvidas e a única pessoa que poderia me auxiliar nisso, não está mais aqui. – ela abraçou o próprio corpo. – como sinto falta dele. Por quê mandei o chamar? Porque não o deixei evacuando a cidade. A culpa também é minha por todos que morreram? E vê-los voltar a vida foi simplesmente a pior parte. Era como se o juízo final estivesse acontecendo e todos tivessem voltado para o acerto de contas comigo, que prometi um dia protegê-los. Haveria algo que eu poderia fazer sozinha? Eu não sou forte o suficiente. Não era forte o bastante.” – a menina estava perdida. Caída ali sobre seus joelhos. Implorou por um abraço. Qualquer um, mas o único que conseguiu receber foi da escuridão. Do remorso. Do medo. Da saudade e o pior deles, do ódio. Todos os sentimentos podem conduzir ao amor e à paixão. Todos: o ódio, a compaixão, a indiferença, a veneração, a amizade, o medo e até mesmo o desprezo. Sim, todos os sentimentos... excepto um: a gratidão. A gratidão é uma dívida: todo o homem paga as suas dívidas... Mas o amor não é dinheiro. O amor que sentia por Allen, por todos aqueles sorrisos que tiveram juntado. Isso não tinha preso. E agora sobre Ethan? Aqueles seus olhos eram apertados e levemente puxados, extremamente verdes e profundos, contrastando com os longos cílios enrolados que emolduram-nos e com sua pele alva. Ela se lembrava daquele momento com ele onde os seus olhos estavam quase cerrados e com um leve lacrimejar, que era resultado do ar seco que os invadia. Apenas duas partes de sua pele incrivelmente branca podiam ser vista através do véu; a ponta de seu nariz empertigado ruborizada pelo frio cortante de Kumo em sua pele limpa e de aparência delicada; e suas orelhas um tanto pequenas e perfeitas, milimetricamente calculadas para se adequar ao seu rosto perfeito. Pensar em tudo isso a fez gelar e os selos necessários já haviam sido feitos a segundos atrás, pois mesmo que tudo aquilo parecesse uma eternidade, nem se quer um minuto havia passado. Um jato incessante de água foi expelido por sua boca criando uma espécie de barricata a sua frente. Agora sim, ela poderia dizer que possuía uma defesa absoluta.

Pilar de Água:


Suiton - Suijunchuu
(Estilo Água - Pilar de Água)
Quem Usa
: Mei Terumi
Rank: S
Distância: Longa
Primeira Aparição: Mangá 577.
Descrição: É o Jutsu Suiton de defesa mais poderoso, já que foi capaz de parar o Gouka Messhitsu de Madara Uchiha. De uma maneira similar ao Suijinheki, o usuário cospe da boca uma grande quantidade de água curvada, criando quase que instantaneamente uma barricada que pode ser usada para interceptar técnicas de Fogo.



Considerações:

  • Byakugan ativo.
  • Todo movimento cujo a velocidade não foi citada no próprio post, em um número especifico é claro, foi realizado em minha máxima velocidade.
  • Hinara está usando um vestido tomara que caia longo e bem solto na cor branca; na lateral esquerda há uma rachadura em seu vestido que pega quase na altura de seu quadril. Uma rasteira gladiadora no tom nude. Seu cabelo solto com uma delicada franja.    

  • Ninjaken está presa em sua perna esquerda debaixo do vestido.

HP: 3700CH: 6000 ST: 3950 VL: 40 m/s  MT: 23

Jutsus Ativos:

Byakugan
(Olhos Albinos)
Usuário:
Clã Hyuuga, Ao
Rank: A
Jutsus que se Executa: Chakra Ryuudou
Descrição: O Byakugan é uma habilidade nos olhos que naturalmente ocorre em membros do Clã Hyuuga (e somente membros do Clã Hyuuga o possuem). Usuários do Byakugan são caracterizados por seus olhos com íris lilás-clara, e falta da presença de pupilas. Quando o Byakugan está ativado, suas pupilas de alguma maneira aparecem e veias perto de seus olhos dilatam-se. Uma pessoa com Byakugan tem uma visão de 360 graus (360º), exceto por um ponto cego atrás da nuca, sobre a primeira (1)ª vertebra, que é a única fraqueza conhecida. Usuários de Byakugan podem detectar qualquer elemento ao redor deles em uma distância de 50 metros (50m), embora Hyuuga Neji tenha conseguido aumentar esse limite para mais de 800 metros (800m), fazendo deles combatentes experientes em luta de longo alcance e de curto alcance. O Byakugan também possibilita ao usuário a habilidade de enxergar através de elementos sólidos, não importando a distância. Isto parece ser uma combinação de visão de raio-x com infravermelho, a exemplo de Hyuuga Hinata que demonstrou no Arco Filler do Bikochu que objetos podiam ser difíceis de ver se suas temperaturas fossem as mesmas do elementos ao seu redor. Também nota-se a presença de uma visão telescópica, um usuário do Byakugan pode focar em um só objeto e ampliar este ponto. O grau do foco parece depender da capacidade do usuário. O Byakugan dificilmente pode ser bloqueado, exceto em algum caso como com o Doujutsu de Ranmaru (Akagan), que pode bloquear o Byakugan com algo suficientemente opaco. Um dos aspectos mais poderosos do Byakugan é habilidade de ver o sistema circulatório de Chakra, que é o aspecto chave para o uso do Juuken Ryuu, estilo de Taijutsu do Clã Hyuuga. Se bem treinado, o Shinobi (Ninja) portador do Byakugan é capaz de ver os Tenketsus de um indivíduo, permitindo ao usuário parar ou intensificar o fluxo de Chakra do oponente completemente, tal que o oponente é incapaz usar técnicas que requerem Chakra ou seja dependerá somente de Taijutsu. Todavia, o usuário pode aumentar seu fluxo de Chakra, liberando o Tenketsus e assim pode voltar a usar Chakra. Eventualmente usuários de Byakugan podem matar o oponente com um só golpe. Há diversas técnicas desenvolvidas especificamente para o usuário de Byakugan que são baseadas no Juuken Ryuu, que complementam e fazem uso das habilidades do Byakugan. A proteção do Byakugan é muito importante para o Clã Hyuuga, o que exigiu a criação de uma elaborada hierarquia familiar, onde os membros da Família Principal, ou Ramo Principal (Sō-ke), devem ser protegidos pela Família Secundária, ou Ramo Secundário (Bun-ke), e caso um membro da Família Secundária (Bun-ke) for sequestrado, a Família Principal utiliza-se de um último recurso: o Selo Amaldiçoado do Clã Hyuuga, que ao ser ativado destrói toda a atividade nervosa cerebral, destruindo assim o segredo do Byakugan.
Taijutsu:

Juuken Ryuu
(Estilo do Punho Gentil)
Quem Usa:
Clã Hyuuga
Rank: A
Nota: Apesar de ser chamado por muitos de Jyuuken Ryuu, sua escrita certa é Juuken Ryuu, de acordo com o silabário japonês, talvez pela sua fonética ou senão pois muita gente traduz o Katakana e Hiragana Ju como Jyu, tense então no silabário de Kana japonês existem dois seguimentos de "j" um que se lê normal outro que se lê como se tivesse um "y" como em Juuken Ryuu.
Nota²: No caso de Hanabi Hyuuga, o rank desce para C.
Descrição: O Juuken é o estilo de luta próprio e único do clã Hyuuga, tido como o
taijutsu mais forte que existe. O Byakugan vê o fluxo de Chakra. O
usuário do Byakugan se especializa em afetar esse sistema circulatório
de Chakra. Como não se pode treinar essa parte do corpo, é impossível se
defender.
Membros mais talentosos vêem ainda os Tenketsus, pontos
por onde o Chakra circula e é regulado, num total de 361. Eles fecham
alguns desses Tenketsus, evitando que o oponente use Chakra. É muito
fácil machucar os órgãos internos com o Juuken. Eles usam uma posição de
batalha única, batendo apenas com a palma das mãos ou com os dedos,
liberando Chakra, cortando o interior da pessoa.
Jutsus de Defesa:
Jutsus de Ataque:
Jutsus Preparados:
Suporte:


## Fate smiles saddle .

14 Re: [Treinando] Hin em Dom 18 Out 2015, 01:50

Ok e tu add na ficha

15 Re: [Treinando] Hin em Dom 18 Out 2015, 22:33

584 palavrinhas…

Raikage pra cá, Raikage pra lá, vocês não tem noção do quanto pode ser difícil ser uma líder principalmente quando todos dependem de você para alguma coisa. Muitas decisões precisavam ser tomadas em meio aquele caos da reconstrução, a cada minuto entrava um assistente na sala pedindo alguma assinatura de Hinara para o que quer que fosse. Ou seja, ela estava sob extrema pressão e qualquer coisinha seria uma faísca para uma tragédia. Estava angustiada, não queria admitir isso para ninguém, mas as palavras de Ethan martelavam na sua mente a todo o momento, o mascarado causou um efeito até então desconhecido em Hinara. – Ethan, Ethan, Ethan... É só nisso que você pensa garota? - a voz ecoou furiosamente - Agora não Matatabi! Já tenho problemas suficientes. – gritava em sua mente, tentando se manter firme – Ah, mas tem mesmo, queridinha amor é fraqueza! Pare de perder tempo com essa bobice! – o rugido fazia a pele de Hinara se arrepiar – Eu já disse que não existe nada de amor nisso, não sinto nada por ele! Já chega disso!– a voz dela tentava transmitir repulsa, mas ela sabia que não estava sendo verdadeira. – Não sente? Me poupe. Ele que não deve sentir nada por você... Ah a não ser que estejamos falando de pena – a fera azul ria com frieza – EU DISSE CHEGA! – o grito de Hinara veio acompanhado de um vento tempestuoso que lançou a mesa longe. Suas mãos estavam unidas e seu chakra emanava por toda a sala. – Eu disse: amor é fraqueza. O que alimentou a sua força foi a sua fúria. Eu só precisei dar um empurrão para que você executasse o Reppushou. A força está em você, mas você precisa alimentá-la – e calou-se deixando a menina ainda atônita com o que tinha feito. Lembrava-se do jutsu de algum pergaminho, mas não tivera tempo de testá-lo. Talvez Matatabi, Ethan e todos outros estivessem certos. Talvez a hora de parar de ser doce tinha chegado. Mas será que realmente o amor era uma fraqueza. Ela não sabia, estava confusa. Queria esconder-se de até mesmo dos seus pensamentos. O que queriam? Ela ainda era uma garota, ora. Muitas vezes uma postura firme diante da “plateia” apenas mascara uma fragilidade contida que num momento súbito de dor faz com que todos os muros erguidos desmoronem e as feridas fiquem expostas. Hinara volta a si tentando se concentrar novamente e canalizar mais uma vez o seu chakra. Matatabi já tinha feito sua cena e retirou-se, mas ela ainda podia sentir o arrepio na pele ao som da risada da fera. Não tinha medo da criatura, mas temia deixar-se dominar por ela. Era necessário autocontrole e era nele que ela aia trabalhar. Canalizando suas energias, a jovem pode expelir chakra por todos do seu corpo, uma técnica pra atingir o adversário sem precisar se mover, o que ela sabia que seria útil caso estivesse presa. Foi esse o ponto que chamou mais atenção da jovem: em uma situação de revés poderia se livrar mesmo se estivesse imobilizada. Um trunfo, ou como você queira chamar. Quando finalizou seu corpo doía, não pelo esforço dos jutsus (aquilo era fichinha), mas por toda opressão que sentia dentro de si. Precisava de luz, de ar. Correu até a janela mais próxima e sentiu a brisa acariciar seu rosto, levando seus cabelos ao mesmo tempo em que ela implorava pra que a mesma também levasse tudo que confundia a sua mente, esvaziando seu interior. Mas algo ainda permanecia, estava desenhado nela. “Ethan”

Mão Cheia e Sopro Vendaval:


Fuuton - Reppushou
(Elemento Vento - Sopro do Vendaval)
Quem Usa:
Nagato
Rank: C
Primeira Aparição: Episódio 128 Shippuuden
Nota:Aparentemente uma técnica ensinada por Jiraiya
Descrição: Ao juntar as mãos, o Ninja cria uma rajada de vento única que atinge o alvo o jogando-o longe. Quando usado em força extrema, esmaga o alvo da rajada, devido a grande pressão do vento sobre o corpo do mesmo.


Juukenpou Ichigekishin
(Golpe Suave de Mão Cheia)
Quem Usa:
Hyuuga Neji
Rank: B
Primeira Aparição: Mangá 524.
Descrição: O usuário Hyuuga consegue expelir chakra de todos os pontos de chakra
de seu corpo, podendo assim acertar um inimigo caso esteja preso ou
amarrado, além de não necessitar de se mover para realizar o Jutsu.



Considerações:

  • Byakugan ativo.
  • Todo movimento cujo a velocidade não foi citada no próprio post, em um número especifico é claro, foi realizado em minha máxima velocidade.
  • Hinara está usando um vestido tomara que caia longo e bem solto na cor branca; na lateral esquerda há uma rachadura em seu vestido que pega quase na altura de seu quadril. Uma rasteira gladiadora no tom nude. Seu cabelo solto com uma delicada franja.    

  • Ninjaken está presa em sua perna esquerda debaixo do vestido.

HP: 3700CH: 6000 ST: 3950 VL: 40 m/s  MT: 23

Jutsus Ativos:

Byakugan
(Olhos Albinos)
Usuário:
Clã Hyuuga, Ao
Rank: A
Jutsus que se Executa: Chakra Ryuudou
Descrição: O Byakugan é uma habilidade nos olhos que naturalmente ocorre em membros do Clã Hyuuga (e somente membros do Clã Hyuuga o possuem). Usuários do Byakugan são caracterizados por seus olhos com íris lilás-clara, e falta da presença de pupilas. Quando o Byakugan está ativado, suas pupilas de alguma maneira aparecem e veias perto de seus olhos dilatam-se. Uma pessoa com Byakugan tem uma visão de 360 graus (360º), exceto por um ponto cego atrás da nuca, sobre a primeira (1)ª vertebra, que é a única fraqueza conhecida. Usuários de Byakugan podem detectar qualquer elemento ao redor deles em uma distância de 50 metros (50m), embora Hyuuga Neji tenha conseguido aumentar esse limite para mais de 800 metros (800m), fazendo deles combatentes experientes em luta de longo alcance e de curto alcance. O Byakugan também possibilita ao usuário a habilidade de enxergar através de elementos sólidos, não importando a distância. Isto parece ser uma combinação de visão de raio-x com infravermelho, a exemplo de Hyuuga Hinata que demonstrou no Arco Filler do Bikochu que objetos podiam ser difíceis de ver se suas temperaturas fossem as mesmas do elementos ao seu redor. Também nota-se a presença de uma visão telescópica, um usuário do Byakugan pode focar em um só objeto e ampliar este ponto. O grau do foco parece depender da capacidade do usuário. O Byakugan dificilmente pode ser bloqueado, exceto em algum caso como com o Doujutsu de Ranmaru (Akagan), que pode bloquear o Byakugan com algo suficientemente opaco. Um dos aspectos mais poderosos do Byakugan é habilidade de ver o sistema circulatório de Chakra, que é o aspecto chave para o uso do Juuken Ryuu, estilo de Taijutsu do Clã Hyuuga. Se bem treinado, o Shinobi (Ninja) portador do Byakugan é capaz de ver os Tenketsus de um indivíduo, permitindo ao usuário parar ou intensificar o fluxo de Chakra do oponente completemente, tal que o oponente é incapaz usar técnicas que requerem Chakra ou seja dependerá somente de Taijutsu. Todavia, o usuário pode aumentar seu fluxo de Chakra, liberando o Tenketsus e assim pode voltar a usar Chakra. Eventualmente usuários de Byakugan podem matar o oponente com um só golpe. Há diversas técnicas desenvolvidas especificamente para o usuário de Byakugan que são baseadas no Juuken Ryuu, que complementam e fazem uso das habilidades do Byakugan. A proteção do Byakugan é muito importante para o Clã Hyuuga, o que exigiu a criação de uma elaborada hierarquia familiar, onde os membros da Família Principal, ou Ramo Principal (Sō-ke), devem ser protegidos pela Família Secundária, ou Ramo Secundário (Bun-ke), e caso um membro da Família Secundária (Bun-ke) for sequestrado, a Família Principal utiliza-se de um último recurso: o Selo Amaldiçoado do Clã Hyuuga, que ao ser ativado destrói toda a atividade nervosa cerebral, destruindo assim o segredo do Byakugan.
Taijutsu:

Juuken Ryuu
(Estilo do Punho Gentil)
Quem Usa:
Clã Hyuuga
Rank: A
Nota: Apesar de ser chamado por muitos de Jyuuken Ryuu, sua escrita certa é Juuken Ryuu, de acordo com o silabário japonês, talvez pela sua fonética ou senão pois muita gente traduz o Katakana e Hiragana Ju como Jyu, tense então no silabário de Kana japonês existem dois seguimentos de "j" um que se lê normal outro que se lê como se tivesse um "y" como em Juuken Ryuu.
Nota²: No caso de Hanabi Hyuuga, o rank desce para C.
Descrição: O Juuken é o estilo de luta próprio e único do clã Hyuuga, tido como o
taijutsu mais forte que existe. O Byakugan vê o fluxo de Chakra. O
usuário do Byakugan se especializa em afetar esse sistema circulatório
de Chakra. Como não se pode treinar essa parte do corpo, é impossível se
defender.
Membros mais talentosos vêem ainda os Tenketsus, pontos
por onde o Chakra circula e é regulado, num total de 361. Eles fecham
alguns desses Tenketsus, evitando que o oponente use Chakra. É muito
fácil machucar os órgãos internos com o Juuken. Eles usam uma posição de
batalha única, batendo apenas com a palma das mãos ou com os dedos,
liberando Chakra, cortando o interior da pessoa.
Jutsus de Defesa:
Jutsus de Ataque:
Jutsus Preparados:
Suporte:


## Fate smiles saddle .

16 Re: [Treinando] Hin em Seg 19 Out 2015, 01:19

@Treino Aceito!
#Adicione em sua ficha, acho que prefere assim.

17 Re: [Treinando] Hin em Sex 23 Out 2015, 12:14

337 words…


Chakra. Uma palavrinha que carregava consigo uma força vital a qualquer shinobi e Hinara sabia disso. Seu controle de chakra era absurdo, mas cada dia tinha por objetivo aperfeiçoá-lo, afinal todo bom jogador deve conhecer bem as suas armas antes de um bom jogo. Diante disso a menina treinava horas a fio, buscando o máximo de equilíbrio e autocontrole, e aqui devemos levar em consideração a fera azul selada em seu interior que de vez em quando decidia opinar sobre as ações da jovem, fazendo seu sangue ferver. Mas além de treinar em busca de seu equilíbrio, Hinara tinha a opção de usar se chakra para o ataque. Diferentemente da cor esverdeada do chakra medicinal, o chakra branco era útil contra o oponente, onde no começo da luta ela ia armazenando o mesmo nas mãos e por fim, com um golpe duplo acertava-o, explodindo-o e lançando-o longe. Matatabi estava em silêncio, não iria interrompê-la, pelo menos não agora, logo era o momento perfeito para praticar. Colocando-se de pé, focalizou sua energia principal para a palma de suas mãos e simulou um combate contra um inimigo invisível. Poderia deixar sua mente vagar em inúmeros nomes que preenchiam a lista de pessoas que a quiseram mal algum dia ou que quiseram ferir a ela, ou a quem ela amava. Sentiu uma pontada de amargura ao lembrar-se de tantos que se foram e seus algozes vivendo em perfeita liberdade. Em vez de dar vazão ao sentimento, Hinara canalizou o que sentia transformando-o em fúria, e quando se deu por si estava no auge do combate com seu inimigo invisível. Sentia a explosão interna causada por aquela mistura de sentimentos e quando atingiu o êxtase suas mãos lançaram um golpe no ar de puro chakra branco dando fim ao conflito imaginário. Curvou-se sobre os joelhos recuperando o fôlego, mas na verdade só queria não deixar rolar aquela minúscula lagrima que insistia em marejar suas vistas. Quantos ainda teriam que sofrer direta ou indiretamente por sua culpa ou “incompetência”?  - Ninguém mais!


Névoa Branca:


Hakurou Tenbu
(Dança Celestial da Névoa Branca)
Quem Usa:
Hyuuga Hinata
Rank: B
Primeira Aparição: Jogo Naruto: Ultimate Ninja 3.
Descrição: Hinata reúne chakra branco nas mãos e começa a atacar o adversário. Ao
fim, ele dá um poderoso golpe com ambas as mãos nas costas do oponente,
que explode e o joga longe.  



Considerações:
– Byakugan não ativo.
– Todo movimento cujo a velocidade não foi citada no próprio post, em um número especifico é claro, foi realizado em minha máxima velocidade. (40 m/s)
– Hinara está usando um vestido tomara que caia longo e bem solto na cor branca; na lateral esquerda há uma rachadura em seu vestido que pega quase na altura de seu quadril. Uma rasteira gladiadora no tom nude. Seu cabelo solto com uma delicada franja.    
– Ninjaken está presa em sua perna esquerda debaixo do vestido.


ㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤHP: 3700 CH: 6000 ST: 3950 VL: 40 m/s  MT: 23

Jutsus Ativos:

Byakugan
(Olhos Albinos)
Usuário:
Clã Hyuuga, Ao
Rank: A
Jutsus que se Executa: Chakra Ryuudou
Descrição: O Byakugan é uma habilidade nos olhos que naturalmente ocorre em membros do Clã Hyuuga (e somente membros do Clã Hyuuga o possuem). Usuários do Byakugan são caracterizados por seus olhos com íris lilás-clara, e falta da presença de pupilas. Quando o Byakugan está ativado, suas pupilas de alguma maneira aparecem e veias perto de seus olhos dilatam-se. Uma pessoa com Byakugan tem uma visão de 360 graus (360º), exceto por um ponto cego atrás da nuca, sobre a primeira (1)ª vertebra, que é a única fraqueza conhecida. Usuários de Byakugan podem detectar qualquer elemento ao redor deles em uma distância de 50 metros (50m), embora Hyuuga Neji tenha conseguido aumentar esse limite para mais de 800 metros (800m), fazendo deles combatentes experientes em luta de longo alcance e de curto alcance. O Byakugan também possibilita ao usuário a habilidade de enxergar através de elementos sólidos, não importando a distância. Isto parece ser uma combinação de visão de raio-x com infravermelho, a exemplo de Hyuuga Hinata que demonstrou no Arco Filler do Bikochu que objetos podiam ser difíceis de ver se suas temperaturas fossem as mesmas do elementos ao seu redor. Também nota-se a presença de uma visão telescópica, um usuário do Byakugan pode focar em um só objeto e ampliar este ponto. O grau do foco parece depender da capacidade do usuário. O Byakugan dificilmente pode ser bloqueado, exceto em algum caso como com o Doujutsu de Ranmaru (Akagan), que pode bloquear o Byakugan com algo suficientemente opaco. Um dos aspectos mais poderosos do Byakugan é habilidade de ver o sistema circulatório de Chakra, que é o aspecto chave para o uso do Juuken Ryuu, estilo de Taijutsu do Clã Hyuuga. Se bem treinado, o Shinobi (Ninja) portador do Byakugan é capaz de ver os Tenketsus de um indivíduo, permitindo ao usuário parar ou intensificar o fluxo de Chakra do oponente completemente, tal que o oponente é incapaz usar técnicas que requerem Chakra ou seja dependerá somente de Taijutsu. Todavia, o usuário pode aumentar seu fluxo de Chakra, liberando o Tenketsus e assim pode voltar a usar Chakra. Eventualmente usuários de Byakugan podem matar o oponente com um só golpe. Há diversas técnicas desenvolvidas especificamente para o usuário de Byakugan que são baseadas no Juuken Ryuu, que complementam e fazem uso das habilidades do Byakugan. A proteção do Byakugan é muito importante para o Clã Hyuuga, o que exigiu a criação de uma elaborada hierarquia familiar, onde os membros da Família Principal, ou Ramo Principal (Sō-ke), devem ser protegidos pela Família Secundária, ou Ramo Secundário (Bun-ke), e caso um membro da Família Secundária (Bun-ke) for sequestrado, a Família Principal utiliza-se de um último recurso: o Selo Amaldiçoado do Clã Hyuuga, que ao ser ativado destrói toda a atividade nervosa cerebral, destruindo assim o segredo do Byakugan.
Taijutsu:

Juuken Ryuu
(Estilo do Punho Gentil)
Quem Usa:
Clã Hyuuga
Rank: A
Nota: Apesar de ser chamado por muitos de Jyuuken Ryuu, sua escrita certa é Juuken Ryuu, de acordo com o silabário japonês, talvez pela sua fonética ou senão pois muita gente traduz o Katakana e Hiragana Ju como Jyu, tense então no silabário de Kana japonês existem dois seguimentos de "j" um que se lê normal outro que se lê como se tivesse um "y" como em Juuken Ryuu.
Nota²: No caso de Hanabi Hyuuga, o rank desce para C.
Descrição: O Juuken é o estilo de luta próprio e único do clã Hyuuga, tido como o
taijutsu mais forte que existe. O Byakugan vê o fluxo de Chakra. O
usuário do Byakugan se especializa em afetar esse sistema circulatório
de Chakra. Como não se pode treinar essa parte do corpo, é impossível se
defender.
Membros mais talentosos vêem ainda os Tenketsus, pontos
por onde o Chakra circula e é regulado, num total de 361. Eles fecham
alguns desses Tenketsus, evitando que o oponente use Chakra. É muito
fácil machucar os órgãos internos com o Juuken. Eles usam uma posição de
batalha única, batendo apenas com a palma das mãos ou com os dedos,
liberando Chakra, cortando o interior da pessoa.
Jutsus de Defesa:
Jutsus de Ataque:
Jutsus Preparados:
Suporte:

## Fate smiles saddle .

18 Re: [Treinando] Hin em Sex 23 Out 2015, 13:37

1381 words…


A grande muralha de água foi dominada e isso deixava Hinara um tanto que entusiasmada, agora era hora de adquirir um ataque poderoso o bastante para deitar aquele homem mascarado. Dentre tantas técnicas que ela estudava ela achou uma no arsenal de jutsus suiton, seu elemento preferido. Um que com certeza poderia quebrar qualquer defesa a ela imposta. Kyodaina Suiroum, o tão famoso Dragão de Água Gigante. Esse jutsu consiste em criar um enorme dragão de água que se forma com a umidade do ar. Esse jutsu foi usado há muitos anos atrás na grande guerra ninja por Mei Terumi. O dragão é tão poderoso que foi capaz de acertar Madara Uchiha enquanto usava o Susano'o. O baile se aproximava e com certeza Kumo iria se abrir pela primeira vez após o incidente. Pequenos fragmentos de memória vieram sobre a menina que cerrou seus punhos. Estava sentada agora sobre os degraus que levavam a seu local de treinos e alguém surgiu em sua retaguarda.

Raikage-sama? Fomos constados de um roubo em Kumo. – um roubou? Como assim? Ela se colocou de pé e olhou o rapaz com frieza. – O que foi roubado? – ele recuou um passo. – Shichiseiken, a Espada das Sete Estrelas, senhora. -  aquela espada? A Shichiseiken (七星剣; Literalmente significa "Espada de Sete Estrelas") é uma espada azul luz larga e plana com um talismã marrom pendurado na parte inferior. Ao dizer o comando verbal "maldição" (呪え, noroe), pode ser usada para cortar a palavra alma (言霊, kotodama) dos atingidos pela Kōkinjō, permitindo que a alma seja sugada para dentro da Benihisago. Completando as condições da "maldição" da vítima, se pronunciar a palavra que ela mais disse durante sua vida, ela vai ser sugada e presa dentro da Benihisago. O que quer que esta palavra seja será inscrita para a lâmina da Shichiseiken. O portador pode dobrar a lâmina para evitar que a vítima veja o que é. Se houver uma mudança na palavra mais utilizada em qualquer ponto, a palavra inscrita será atualizada. A Shichiseiken é reverenciada como uma das ferramentas valiosas do Rikudō Sennin. Todas as cinco ferramentas consomem enormes quantidades de chakra quando usadas, tanto que seres humanos normais morreriam após usar as ferramentas por um curto período de tempo. Quando as ferramentas mais tarde foram para a posse de Kumogakure, apenas os Irmãos Ouro e Prata, devido às suas grandes reservas de chakra eram capazes de exercer as ferramentas sem repercussões fatais. Quando não estava em uso, Kinkaku armazenava a espada dentro de si, puxando-a de sua própria boca, quando necessário. Essas armas poderosas roubadas? Quem e como fez isso? - Onde estavam os guardas nesse momento? Ninguém de vigia? Ninguém viu nada? Quando foi isso? - ela estava exaltada e com razão. É praticamente impossível entrar em um lugar com tantas pessoas e ninguém não ver nada. Alguém viu alguma coisa. Alguma pista do paradeiro do ladrão tem de haver. - Não sabemos senhora, mas demos falta...agora. - o olhar repreensivo foi de encontro ao rapaz de imediato. - Quero que descubram quem foi e quero isso logo! Quero uma posição em uma hora, estarei esperando aqui. - Não houve nem uma espera para a resposta. A ordem foi dada e logo acatada. Saiu perambulando da templo onde a Raikage treinava para a cena do crime, o gabinete da mesma, segurando uma lista amassada de papel na mão, logo guardada no bolso.  Ele não falou mais nada a respeito do assunto, mas durante todo o dia eles teriam que com o que se manter ocupados. A incompetência dos shinobis estava a deixando preocupada. Estava chegando a um nível de decadência crítica. Embora ainda houvessem alguns bons, Hinara estava cercada por idiotas; Mas chegou o tempo em que uma correção precisava ser aplicada sobre isso, pois essa situação estava se tornando insustentável. Desde que chegou a Kumo ela não perdeu um tempo se quer com coisas vãs. Nesse tempo, novas descobertas foram sendo feitas, as vezes vislumbrou um passado caótico, e agora visualiza um futuro em que talvez não faça parte, a visão de um perigoso futuro se fixou em sua frente. A Hyuuga acabava franzindo a testa, caminhava para um lado, voltava para o outro. Aquilo era mesmo irritante. Fazia quase uma hora que esperava o retorno do ninja ao local combinado, sob o olhar de alguns curiosos que passavam pelo local. Havia suportado olhares impertinentes, estava com uma kunais em sua mão e a girava freneticamente em uma busca incessante de aliviar toda sua fúria e ansiedade. Decidiu sentar nas escadarias, guardou a kunai na generosa bolsa(porta kunai) presa em sua perna, ficou ali observando crianças passarem sobre uma pequena trilha abaixo dela, alguns casais caminhando, novos estudantes apressados para entrar na academia, velhos alimentando os patos de um pequeno lago e se perdeu em seus pensamentos furiosa pelo o acontecido. Levantou, voltou a se sentar, dessa vez o ar tomou um desanimo. À sua volta, o ambiente estava repleto de sons de um bosque ao pôr do sol, quando o dia dava lugar à noite, vinham de toda a vila, incluindo do término das aulas na academia que acabara de chegar ao seu fim. O canto de pássaros distantes, os gritos estridentes de garotos que, por um ryou, apostavam quem era o melhor em arremesso de shurikens. Encolheu de leve os ombros, os olhos num lampejo de frustração, depois raiva. Não podia retardar-se mais. O futuro não esperaria ela estar mais forte, um ataque não bateria a porta avisando que estava prestes a acontecer, se quisesse estar pronta para se defender, teria que engolir o bolo de seu subordinado, por hora, e voltar a treinar sozinha.

O Dragão de água gigante seria com certeza uma das técnicas mais poderosas que ela aprenderia em sua vida e isso iria requerer muito. Muito de seu corpo. Controle. Muito de sua força. Os selos foram realizados em uma velocidade inumana e as palavras foram ditas mentalmente. O grande réptil composto por H²O se formou em sua fronte e a grande rocha que havia no centro daquele templo foi totalmente esmagada pelo impacto do ataque.

Agora em alguma rua de Kumo no meio da noite, Hinara caminhava com passos rápidos, às vezes olhava para trás, nem se dera conta que nessa caminhada ou fuga sua carteira fugiu de seu bolso e pousava na sola de algum Kumonense. Em certo ponto, desacelerou os passos e cambaleou para a parede ao lado. Respirava fundo, uma preocupação tomava conta de si. Ao erguer a cabeça, decidiu voltar aos passos rumo à sua casa, notou uma tabuleta ao seu lado. Cerrou os olhos e conseguiu ler o que estava escrito "Leituras de Tarô". Agora, olhou ao seu lado e a porta se abrira, como se alguém houvesse saído enquanto ele não estava olhando e deixado o trinco aberto. Hinara deu um passo à frente e olhou para dentro. Havia um pequeno vestíbulo de paredes roxas, decorado com estrelas e luas prateadas e com símbolos astrológicos. - Gostaria de usar? – A velha de dentro da casa perguntou sem olhar e Hinara fez uma expressão de desentendida. – Desculpe, eu realmente não entendo nada disso. Por mim tá tranquilo se escolher pra mim. –  ela entrou sem graça por ser pega espiando por uma velha senhora gentil e feia. – Melhor você mesma escolher. Basta ver se gosta da sensação de alguns deles em particular, está bem? – Disse colocando baralhos a mesa. – Ok. –  ela apontou para um. – Embaralhe-as bem, Hinara. Não tenha pressa. E, enquanto isso, pense no que você mais deseja descobrir, no que o trouxe aqui hoje. Algumas pessoas acham que fechar os olhos ajuda. – Ela pegou as cartas e começou a embaralhá-las. Aos poucos, o presente começou a se afastar de sua consciência, enquanto ele se perdia no movimento repetitivo. – Agora ponha o baralho na mesa e corte em três. – disse a velha estranha que ela nunca havia visto em Kumo. A Raikage obedeceu. Após umas puxadas de cartas, umas interpretações e explicações, a velha finalmente concluiu:

As duas primeiras cartas indicam o passado e um futuro, ambos estarão ligados a você em um futuro. As outras duas, me dizem que caberá a você decidir quem vive e quem morre. Há algo que não consigo identificar nessas últimas, algo, alguém, não sei... Uma águia, um cão, uma mulher... olhos...morte.




Dragão de Água Gigante:


Kyodaina Suirou
(Dragão de Água Gigante)
Quem Usa:
Mei Terumi
Rank: SS
Distância: Longa
Descrição: Um enorme dragão de água que se forma com a umidade do ar. O dragão é tão poderoso que foi capaz de acertar Madara Uchiha enquanto usava o Susano'o.



Considerações:
– Byakugan não ativo.
– Todo movimento cujo a velocidade não foi citada no próprio post, em um número especifico é claro, foi realizado em minha máxima velocidade. (40 m/s)
– Hinara está usando um vestido tomara que caia longo e bem solto na cor branca; na lateral esquerda há uma rachadura em seu vestido que pega quase na altura de seu quadril. Uma rasteira gladiadora no tom nude. Seu cabelo solto com uma delicada franja.    
– Ninjaken está presa em sua perna esquerda debaixo do vestido.


ㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤHP: 3700 CH: 6000 ST: 3950 VL: 40 m/s  MT: 23

Jutsus Ativos:

Byakugan
(Olhos Albinos)
Usuário:
Clã Hyuuga, Ao
Rank: A
Jutsus que se Executa: Chakra Ryuudou
Descrição: O Byakugan é uma habilidade nos olhos que naturalmente ocorre em membros do Clã Hyuuga (e somente membros do Clã Hyuuga o possuem). Usuários do Byakugan são caracterizados por seus olhos com íris lilás-clara, e falta da presença de pupilas. Quando o Byakugan está ativado, suas pupilas de alguma maneira aparecem e veias perto de seus olhos dilatam-se. Uma pessoa com Byakugan tem uma visão de 360 graus (360º), exceto por um ponto cego atrás da nuca, sobre a primeira (1)ª vertebra, que é a única fraqueza conhecida. Usuários de Byakugan podem detectar qualquer elemento ao redor deles em uma distância de 50 metros (50m), embora Hyuuga Neji tenha conseguido aumentar esse limite para mais de 800 metros (800m), fazendo deles combatentes experientes em luta de longo alcance e de curto alcance. O Byakugan também possibilita ao usuário a habilidade de enxergar através de elementos sólidos, não importando a distância. Isto parece ser uma combinação de visão de raio-x com infravermelho, a exemplo de Hyuuga Hinata que demonstrou no Arco Filler do Bikochu que objetos podiam ser difíceis de ver se suas temperaturas fossem as mesmas do elementos ao seu redor. Também nota-se a presença de uma visão telescópica, um usuário do Byakugan pode focar em um só objeto e ampliar este ponto. O grau do foco parece depender da capacidade do usuário. O Byakugan dificilmente pode ser bloqueado, exceto em algum caso como com o Doujutsu de Ranmaru (Akagan), que pode bloquear o Byakugan com algo suficientemente opaco. Um dos aspectos mais poderosos do Byakugan é habilidade de ver o sistema circulatório de Chakra, que é o aspecto chave para o uso do Juuken Ryuu, estilo de Taijutsu do Clã Hyuuga. Se bem treinado, o Shinobi (Ninja) portador do Byakugan é capaz de ver os Tenketsus de um indivíduo, permitindo ao usuário parar ou intensificar o fluxo de Chakra do oponente completemente, tal que o oponente é incapaz usar técnicas que requerem Chakra ou seja dependerá somente de Taijutsu. Todavia, o usuário pode aumentar seu fluxo de Chakra, liberando o Tenketsus e assim pode voltar a usar Chakra. Eventualmente usuários de Byakugan podem matar o oponente com um só golpe. Há diversas técnicas desenvolvidas especificamente para o usuário de Byakugan que são baseadas no Juuken Ryuu, que complementam e fazem uso das habilidades do Byakugan. A proteção do Byakugan é muito importante para o Clã Hyuuga, o que exigiu a criação de uma elaborada hierarquia familiar, onde os membros da Família Principal, ou Ramo Principal (Sō-ke), devem ser protegidos pela Família Secundária, ou Ramo Secundário (Bun-ke), e caso um membro da Família Secundária (Bun-ke) for sequestrado, a Família Principal utiliza-se de um último recurso: o Selo Amaldiçoado do Clã Hyuuga, que ao ser ativado destrói toda a atividade nervosa cerebral, destruindo assim o segredo do Byakugan.
Taijutsu:

Juuken Ryuu
(Estilo do Punho Gentil)
Quem Usa:
Clã Hyuuga
Rank: A
Nota: Apesar de ser chamado por muitos de Jyuuken Ryuu, sua escrita certa é Juuken Ryuu, de acordo com o silabário japonês, talvez pela sua fonética ou senão pois muita gente traduz o Katakana e Hiragana Ju como Jyu, tense então no silabário de Kana japonês existem dois seguimentos de "j" um que se lê normal outro que se lê como se tivesse um "y" como em Juuken Ryuu.
Nota²: No caso de Hanabi Hyuuga, o rank desce para C.
Descrição: O Juuken é o estilo de luta próprio e único do clã Hyuuga, tido como o
taijutsu mais forte que existe. O Byakugan vê o fluxo de Chakra. O
usuário do Byakugan se especializa em afetar esse sistema circulatório
de Chakra. Como não se pode treinar essa parte do corpo, é impossível se
defender.
Membros mais talentosos vêem ainda os Tenketsus, pontos
por onde o Chakra circula e é regulado, num total de 361. Eles fecham
alguns desses Tenketsus, evitando que o oponente use Chakra. É muito
fácil machucar os órgãos internos com o Juuken. Eles usam uma posição de
batalha única, batendo apenas com a palma das mãos ou com os dedos,
liberando Chakra, cortando o interior da pessoa.
Jutsus de Defesa:
Jutsus de Ataque:
Jutsus Preparados:
Suporte:

## Fate smiles saddle .

19 Re: [Treinando] Hin em Sex 23 Out 2015, 14:02

Onde pegou esse jutsu?

20 Re: [Treinando] Hin em Sex 23 Out 2015, 14:06

21 Re: [Treinando] Hin em Sex 23 Out 2015, 19:10

Aprovado. Coloca ai na tua ficha, pls

22 Re: [Treinando] Hin em Sab 24 Out 2015, 04:09

2103 words…


A escadaria havia se tornado sua confidente. Estava ali sentada a horas se deliciando com o calor do sol de tarde. As palavras da velha louca não saiam dos pensamentos da menina que agora tinha seus olhos fechados para apreciar a doce brisa do templo. - Parece que quanto mais o tempo passa mais se complicam as coisas aqui dentro, uma vez você me disse que isso ia passar, como tudo na vida sempre passa, mas não passou... Acordo aos prantos por saber que não tenho mais você ao meu lado, e meu dia se torna cinza e triste porque agora sei que não signifiquei nada, que não fui em nenhum momento aquilo que você foi para mim. Aparento estar viva, estar bem, mas estou morta por dentro e o que pulsa em meu peito é apenas um órgão qualquer, toda a velha poesia e maneira de enxergar a vida se desmanchou e nada belo me restou. Parece que meu mundo está aos poucos parando de ir para frente e eu estou parando, sem ter mais forças para continuar até um dia me entregar de vez a todo o sentimento ruim que me atormenta noite após noite me tirando o sono, me tirando os sonhos e me tornando uma pessoa fria, sem crença de que um dia poderá amar novamente alguém, já que tudo foi entregue à quem foi embora. A quem hoje me ignora...onde será que está você Ethan? Será que olha pra mim de onde está? – seus olhos marejados estavam fixos em um aglomerado de nuvens que pairava sobre ela. E isso a fez recordar do dia em que Ethan esteve em Kumo. Ele reclamava de estar tendo dificuldades para respirar e quando ele alçou vôo sobre aquela águia feita com seu ninpou – sim, ela o estava observando com seu byakugan – foi simplesmente uma das cenas mais lindas de sua vida. Mais um dia se aproximava e tudo que acontecia em sua vida não passava de meros eventos da monotonia de uma rotina perturbada. Já passava das quatro horas da manhã e seus olhos já estavam começando a ficar cansados e seu corpo começava a responder a este cansaço. Um assopro gélido tocava sua face, e o frio esmagava seu peito sem piedade, o branco da geada era forte e intenso, a fazendo entender que nem se ela usasse todas as peças de seu guarda-roupa, teria chances de se livrar daquela angústia, daquele vazio congelante e daquela solidão sem fim.

Sua garrafa de café, àquela altura já estava a menos que a metade e, já sabia que nem mesmo a montanha russa de sentimentos, iria a tirar do cômodo aconchegante que era seu quarto e ir para a cozinha somente para, por mais água ao fogo e consequentemente abastecer a garrafa térmica de mais café quente. – por mais tentador que fosse aquele pensamento. – isolada ao canto de sua escrivaninha, estava agora uma xícara, tão vazia quanto em breve estaria sua garrafa.

Sobre a superfície sólida daquele móvel, havia, tanta bagunça quanto havia em seu interior e, em meio a esta, fotos, cartas e outras tantas canetas faziam a composição de uma mal organizada mesa. Em dias normais, aquilo a tiraria o sossego e acabaria com seu humor, mas, hoje não era um dia normal, ela sabia que não era.

Talvez em um momento de loucura ou, em um surto – dos tantos que era de costume a jovem ter. - levantou-se, indo em direção à porta, atravessando-a, matando todas as barreiras que a separavam do lado de fora da modesta casa na qual morava. Alguns poucos minutos após ter saído de casa, se deparou sem proteção nenhuma com a garoa que antes era apreciada apenas pela janela do seu quarto. Seu fino e frágil suéter de lã e sua calça de moletom, nem de longe, a agasalhavam da ventania agressivamente forte que vinha de todos os lados e a atacando especialmente no rosto. Alguns degraus foram preciso ser ultrapassados para então poder largar de vez a varanda e enfim pisar na imensidão cristalina feito açúcar que invadia seu jardim; e, aquele ato a trouxera um terrível cala frio; sentir a temperatura agora por de baixo de seus pés vestidos apenas com meias, fizera-na arrepender-se de cada segundo que ela, ali, estava. Não desistindo continuou a andar, em frente, sem olhar para os lados, sem ideia de que rumo estava tomando e o quanto aquilo poderia lhe custar naquelas condições (...)
(...)Encontrava-se a deriva dentro de seu próprio coração, torcendo com todas as suas forças para que seu bote de sentimentos naufragasse, pois já não aguentava mais passar por águas escuras, águas de tristeza e dor. Queria o sol, para iluminar seu caminho, queria seu calor para se confortar, mas também queria a segurança que a terra firme dava aos seus pés, o equilíbrio que seu corpo e mente, tinham sobre a mesma, mas, no entanto, tudo que ela tinha era a frieza, tanto daquelas águas, quanto dos sentimentos que ali habitava, os piores possíveis, os piores já vistos. Nibi crescia dentro dela. E aos poucos Hinara se perdia. Uma mancha vermelha sujava sua camiseta e seu suéter, seu peito sangrava, um buraco enorme estava se abrindo e expulsando tudo que antes ela tinha ali dentro, se esvaziando; não queria aceitar aquela dor imensurável e aquela ferida inacreditável que ali se abria... Não teve escolha, deixou acontecer e agora aquilo estava ali, prestes a destruí lá, a trucida lá e ela queria que aquilo ocorresse da forma mais rápida possível. Desaparecer não era uma coisa ruim.
Um pouco mais a frente havia outro bote, um pouco parecido com o seu, mais velho, e enegrecido. Naquele, havia uma linda mulher, embora fosse muito pálida, ainda era bela, seus cabelos longos e tão negros quanto seu bote lhe davam um charme sem igual, uma exuberância estonteante, por fora. Aquilo era por fora, somente. Seu interior era sombrio, maligno e atordoado, era um monstro, tão vazio quanto ela estava ficando. Era a morte.

Aquela companhia não era das melhores, mas, não a expulsava de perto; ela era a culpada dela estar ali e era culpada de pensar nela o tempo inteiro, de pensar em diferentes maneiras de se juntar a ela, entregar a única coisa que ainda tinha: A sua própria vida. (...)

Acordou e estava com frio, a chuva tocava a sua pele, e ela estava caído, jogada ao chão. As pequenas gotículas frias de orvalho que se encontrava embaixo das suas costas, a faziam arrepiar dos pés à cabeça; Se levantou, e se sentou ainda sobre a cristalina e branca grama coberta pelo orvalho frio, olhando ao redor para identificar aonde estava. Tinha cometido uma grande loucura ao sair de casa naquelas condições, por sorte ainda era dia e o céu, claro, ainda estava. Levantou-se relutante, sacudiu as suas vestes de seu corpo, passou a mão por seus cabelos sentindo os fios de tal deslizar entre meus dedos. Talvez ela estivesse louca, mas, de seus lábios repuxa um sorriso sem sentido, sincero e sombrio. Lembrava-se de ter sonhado algo muito estranho, só não tinha ideia de como havia sido este.

Tornou a olhar para o céu, e por fim, retomando seus passos, fazendo o retrocesso do caminho a qual havia tomado, voltando para a casa. Talvez agora fizesse aquele café que tanto desejava para saciar seus tremores e calafrios, mas antes ela resolveu aproveitar que estava acordada e ainda sobre o efeito da cafeína. Sim, uma série de treinos não seriam nada mal. Ela precisava treinar incansavelmente até poder mudar. Até ser quem era realmente queria ser. Não precisa mudar tudo imediatamente. Você deve progredir com calma. Mesmo que o processo seja lento, toda caminhada começa com o primeiro passo. O passo em direção ao futuro. (vamos usar referencias então)
E o primeiro passo já havia sido dado no momento em que ela se levantara daquela cama em busca de forças para suportar a tantas perdas que havia tido nos últimos dias. “A única coisa que me agarra a esse mundo são meus amigos”, bom pelo menos era o que ela pensava até começar a perder um por um. Seus punhos cerrados expressavam toda sua fúria e com toda a certeza ela usaria esse sentimento para canalizar seu treino e torna-lo produtivo. Treinar era sua meta de agora em diante e não iria parar até que fosse reconhecida como a excelente ninja que era. Um ser que é excessivamente forte acaba se tornando temido por todos. O misterioso homem mascarado era o alvo de toda aquela fúria e determinação. Como alguém tão poderoso poderia existir? Ele se equiparava a um deus, e o próprio, se nomeou um. Se sua força não fosse o bastante, usaria sua velocidade e se isso não bastasse, usaria o que sobrasse de seu corpo. Se arrancasse seus braços, o chutaria até a morte. Se arrancasse suas pernas, o morderia até a morte. Se a costurassem sua boca, ela o acertaria várias cabeçadas até a morte. Se arrancasse sua cabeça, ela seria capaz de renascer mil vezes se for precioso até matá-lo!
Já estava sobre o grande pátio do templo e a fumaça que saía de sua boca agora não era a de frio, mas algo mais forte que corroeu a pequena luminária de pedra que estava tornando a noite um pouco menos escura para a menina. O elemento futton que havia pego de Will era realmente algo incrível e ela agora poderia dizer que era um “a’s” na manga. Em uma fração de segundos saltou para trás caindo e mais uma séries troladas de selos. O solo a sua frente se tornou fino e um redemoinho de areia estava girando sem parar como uma imensa privado sugando o que estivesse ali para dentro do solo, enviando quem sabe talvez para o inferno. Seus olhos acompanhavam cada movimento feito pelo solo e não perdiam um milímetro de informação que fosse. Era um modo de trabalhar sua mente para que ela ficasse mais forte. Menos vulnerável. Ela sabia que não era certo o caminho que estava trilhando, mas era algo necessário. “Não fique forte para matar alguém que odeia, mas para proteger alguém que ama” e isso ela tinha de sobra. Precisa protegê-los; a todos eles: Haruni, Ezreal, Clarke, Rivers e toda Kumo. Nesse momento uma enorme quantidade de água foi expelida por sua boca criando uma espécie de cúpula de água, que ela poderia usar em maior escala se quisesse, mas não era necessário.
Quando sentir um vazio na alma, quando acreditar que ainda está faltando algo, mesmo tendo tudo, remeta seu pensamento para os seus desejos mais íntimos e busque a divindade que existe em você. Sim, acredite... A nossa fé pode nos levar a lugares mais altos. – Nossas crenças têm poderes incríveis, mas agora minha querida, no que você crê? – ela era desafiadora, intimidadora era o nome correto para se dar a Nibi. Era sábia e tinha algo em mente. - Pare de colocar sua felicidade cada dia mais distante de você. – ela estava cada vez mais próxima. De acordo com que Hinara deixava suas emoções fora de controle, as correntes se afrouxavam mais. – Não coloque objetivos longes demais de suas mãos, abrace os que estão ao seu alcance hoje. Sofrer precipitadamente não é algo inteligente a se fazer. – ela queria mesmo era deixa jovem desnorteada e se sentindo impotente e incapaz, pra ser sincero, ela estava conseguindo. Aquilo era o bastante. - Ethan, Ethan, Ethan... É só nisso que você pensa garota? - a voz ecoou furiosamente - Agora não Matatabi! Já tenho problemas suficientes. – gritava em sua mente, tentando se manter firme – Ah, mas tem mesmo, queridinha amor é fraqueza! Eu já te disse isso. Pare de perder tempo com essa bobice! O cara nem entre nós está, se quer alguém para pegar e tem dois na fila. O Will que agora compartilha do DNA do coitado e o delicioso Uchiha, o Ezreal! – o rugido fazia a pele de Hinara se arrepiar – Eu já disse que não existe nada de amor nisso, não sinto nada por ele! Já chega disso! E respeite o meu luto por Ethan, não o fez com Allen, mas Ethan você irá respeitar e não ouse falar do Ezreal – a voz dela tentava transmitir repulsa, mas ela sabia que não estava sendo verdadeira. – Não sente? Me poupe. Ele que não sentia nada por você... Ah a não ser que estejamos falando de pena, pois isso era algo meio óbvio que ele sentia. – a fera azul ria com frieza – EU DISSE CHEGA! - Enfim, era hora de voltar para casa com a voz de uma bijuu enfurecida ecoando em sua mente.


Jutsus aprendidos:


Futton - Komu no Jutsu
(Libertação do Ácido - Técnica da Grande Névoa Ácida)
Quem Usa:
Mei Terumi
Selos: Cavalo
Primeira Aparição: Capítulo 465 mangá.
Rank: A
Descrição: Fazendo o selo Cavalo, o ninja exala uma névoa que, na primeira aparência, parece inofensiva. Mas, depois, essa névoa começa a ficar ácida, derretendo tudo o que toca. Essa técnica pode ser usada como defesa,pois como a Mizukage pode controlar a névoa,talvez ela consiga molda-la a sua volta como um escudo ou campo. Foi capaz de derreter as
costelas do Susano'o de Sasuke, mostrando-se um jutsu muito poderoso.


Doton - Ari Jigoku
(Elemento Terra - Armadilha Infernal)
Quem Usa:
Fudou, Fuuma Kagerou
Rank: C
Primeira Aparição: Episódio 136-137 Naruto Clássico
Nota: Não existe no mangá.
Descrição: O usuário cria um redemoinho debaixo do oponente sugando-o.


Doton - Gandan Kyuu
(Elemento Terra - Caixão de Pedra)
Quem Usa:
Senju Hashirama
Rank: B
Descrição: Depois de fazer selos, faz com que duas rochas ou placas de terra se
levantem ao lado do oponente, juntando elas para esmagar o oponente.


Suiton - Dai Bakusui Shouha
(Estilo Água - Super Onda Chocante de Água Explosiva)
Quem Usa:
Hoshigaki Kisame
Rank: S
Distância: Longa
Primeira Aparição: Manga Naruto 471
Descrição: Uma das técnicas mais poderosas de Kisame. O Shinobi cospe da boca uma grande quantidade de água que se torna uma grande cúpula. Consequentemente, o inimigo morre por falta de ar caso não escape da cúpula à tempo. Para evitar que o inimigo escape da técnica, o usuário se torna o centro do domo de água, e pode sincronizar seus movimentos com o da cúpula para evitar que o inimigo escape.


Raiton - Jibashi • Inabikari
(Elemento Trovão - Assassinato Eletromagnético • Eletricidade)
Quem usa:
Hisame, Murasame, Kirisame, ANBU da Vila Oculta da Névoa
Rank: A
Primeira aparição: Episódio 142 Shippuuden
Descrição: Variação do Raiton - Jibashi, é usado para conduzir o Chakra Raiton através de lâminas ou outro objetos ou jutsus Suiton como o Mizu no Muchi e Suiton - Suiryuuben.



Considerações:
– Byakugan não ativo.
– Todo movimento cujo a velocidade não foi citada no próprio post, em um número especifico é claro, foi realizado em minha máxima velocidade. (40 m/s)
– Hinara está usando um vestido tomara que caia longo e bem solto na cor branca; na lateral esquerda há uma rachadura em seu vestido que pega quase na altura de seu quadril. Uma rasteira gladiadora no tom nude. Seu cabelo solto com uma delicada franja.    
– Ninjaken está presa em sua perna esquerda debaixo do vestido.


ㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤHP: 3700 CH: 6000 ST: 3950 VL: 40 m/s  MT: 23

Jutsus Ativos:

Byakugan
(Olhos Albinos)
Usuário:
Clã Hyuuga, Ao
Rank: A
Jutsus que se Executa: Chakra Ryuudou
Descrição: O Byakugan é uma habilidade nos olhos que naturalmente ocorre em membros do Clã Hyuuga (e somente membros do Clã Hyuuga o possuem). Usuários do Byakugan são caracterizados por seus olhos com íris lilás-clara, e falta da presença de pupilas. Quando o Byakugan está ativado, suas pupilas de alguma maneira aparecem e veias perto de seus olhos dilatam-se. Uma pessoa com Byakugan tem uma visão de 360 graus (360º), exceto por um ponto cego atrás da nuca, sobre a primeira (1)ª vertebra, que é a única fraqueza conhecida. Usuários de Byakugan podem detectar qualquer elemento ao redor deles em uma distância de 50 metros (50m), embora Hyuuga Neji tenha conseguido aumentar esse limite para mais de 800 metros (800m), fazendo deles combatentes experientes em luta de longo alcance e de curto alcance. O Byakugan também possibilita ao usuário a habilidade de enxergar através de elementos sólidos, não importando a distância. Isto parece ser uma combinação de visão de raio-x com infravermelho, a exemplo de Hyuuga Hinata que demonstrou no Arco Filler do Bikochu que objetos podiam ser difíceis de ver se suas temperaturas fossem as mesmas do elementos ao seu redor. Também nota-se a presença de uma visão telescópica, um usuário do Byakugan pode focar em um só objeto e ampliar este ponto. O grau do foco parece depender da capacidade do usuário. O Byakugan dificilmente pode ser bloqueado, exceto em algum caso como com o Doujutsu de Ranmaru (Akagan), que pode bloquear o Byakugan com algo suficientemente opaco. Um dos aspectos mais poderosos do Byakugan é habilidade de ver o sistema circulatório de Chakra, que é o aspecto chave para o uso do Juuken Ryuu, estilo de Taijutsu do Clã Hyuuga. Se bem treinado, o Shinobi (Ninja) portador do Byakugan é capaz de ver os Tenketsus de um indivíduo, permitindo ao usuário parar ou intensificar o fluxo de Chakra do oponente completemente, tal que o oponente é incapaz usar técnicas que requerem Chakra ou seja dependerá somente de Taijutsu. Todavia, o usuário pode aumentar seu fluxo de Chakra, liberando o Tenketsus e assim pode voltar a usar Chakra. Eventualmente usuários de Byakugan podem matar o oponente com um só golpe. Há diversas técnicas desenvolvidas especificamente para o usuário de Byakugan que são baseadas no Juuken Ryuu, que complementam e fazem uso das habilidades do Byakugan. A proteção do Byakugan é muito importante para o Clã Hyuuga, o que exigiu a criação de uma elaborada hierarquia familiar, onde os membros da Família Principal, ou Ramo Principal (Sō-ke), devem ser protegidos pela Família Secundária, ou Ramo Secundário (Bun-ke), e caso um membro da Família Secundária (Bun-ke) for sequestrado, a Família Principal utiliza-se de um último recurso: o Selo Amaldiçoado do Clã Hyuuga, que ao ser ativado destrói toda a atividade nervosa cerebral, destruindo assim o segredo do Byakugan.
Taijutsu:

Juuken Ryuu
(Estilo do Punho Gentil)
Quem Usa:
Clã Hyuuga
Rank: A
Nota: Apesar de ser chamado por muitos de Jyuuken Ryuu, sua escrita certa é Juuken Ryuu, de acordo com o silabário japonês, talvez pela sua fonética ou senão pois muita gente traduz o Katakana e Hiragana Ju como Jyu, tense então no silabário de Kana japonês existem dois seguimentos de "j" um que se lê normal outro que se lê como se tivesse um "y" como em Juuken Ryuu.
Nota²: No caso de Hanabi Hyuuga, o rank desce para C.
Descrição: O Juuken é o estilo de luta próprio e único do clã Hyuuga, tido como o
taijutsu mais forte que existe. O Byakugan vê o fluxo de Chakra. O
usuário do Byakugan se especializa em afetar esse sistema circulatório
de Chakra. Como não se pode treinar essa parte do corpo, é impossível se
defender.
Membros mais talentosos vêem ainda os Tenketsus, pontos
por onde o Chakra circula e é regulado, num total de 361. Eles fecham
alguns desses Tenketsus, evitando que o oponente use Chakra. É muito
fácil machucar os órgãos internos com o Juuken. Eles usam uma posição de
batalha única, batendo apenas com a palma das mãos ou com os dedos,
liberando Chakra, cortando o interior da pessoa.
Jutsus de Defesa:
Jutsus de Ataque:
Jutsus Preparados:
Suporte:

## Fate smiles saddle .

23 Re: [Treinando] Hin em Sab 24 Out 2015, 04:53

@Treinamento Aceito!
#Ótimo enredo. Deixei para você ( ou o Modake ) adicionar na ficha!

24 Re: [Treinando] Hin em Ter 10 Nov 2015, 14:17




1.129
ㅤㅤㅤ

WORDS - CHIDORI RULES

☆(Uma vez que você deixa a escuridão entrar, ela não sai)

aw441y.jpg1zlaqdz.jpg

TODO HOMEM É CULPADO PELO BEM QUE NÃO FEZ® ENTÃO FAÇA !
O caminho de volta ao seu gabinete foi demasiado longo. Sozinha, sob chuva e muito vento. Sua sombrinha se despedaçou e seguiu com o vento para sabe lá Deus onde. Ensopada Hinara sobia as escadas lentamente, estava preocupada. Precisava se resolver com Nibi o mais rápido possível, não poderia mostrar fraqueza diante dos outros Kages. De novo? As dobradiças da porta estavam secas novamente, precisavam de mais óleo, mas isso poderia esperar. Passou a mão sobre a chave e trancou a porta que pareceu estar ocá quando foi fechada. Arredou a mesa um pouco para frente e ali estava o alçapão. Seu corpo se arrepiou e ela aos poucos se abaixou até tocar o chão. O selo se desprendeu e o mesmo se abriu. Era escuro e a escada parecia pairar no ar sem nenhuma base para sustentá-la. Hinara ainda não havia entrado nessa sala, mas algo dizia que seria o lugar perfeito para ter uma conversa particular com Nibi. A mais nova dentre todos os outros, isso era o que ela acreditava, então precisava mostrar confiança e poder para que pudesse vir a ser respeitada; com a Nibi lhe sugando, pressionando o tempo inteiro isso não seria possível. Era hora de dar um basta nisso.

Os degraus pareciam se mover na direção contrária que a jovem. Uma escada rolante que ia para cima enquanto a vontade é chegar lá em baixo. Estranho. Cansativo na verdade. Seria um genjutsu? Não, seu Byakugan teria percebido e ela não era mais uma menininha que caísse em um desses truques, ou era? Aos poucos seus passos foram ficando largos e velocidade só aumentando, passando assim de uma caminhada para uma corrida.
Ela estava dando o melhor de si, mas ainda não parecia ter saído do lugar, então, decidiu parar e deixar ser levada pela escada. Era loucura, mas algo lhe dizia que já estava mais no mesmo lugar de antes. A sala de alguma forma tinha suas defesas, não seria qualquer um que conseguiria entrar ali. Ela já conseguia mais respirar com a mesma facilidade que antes, seu peito parecia queimar e as gotas de suar escorriam por todo o seu rosto, ou eram lágrimas?
Seus ouvidos latejavam com o barulho das correntes que circulavam em torno dela. Elas envolviam seus braços e era ela que a impedia de respirar. Enforcava a jovem a cada passa que ela dava rumo à porta, mas Hinara não conseguia vê-las, apenas ouvi-las. Enfim os degraus pararam e a garota respirou fundo afim de encontrar um pouco mais de ar, porém sem sucesso. Seus lábios estavam pálidos e seus olhos lacrimejando. O ar estava cada vez mais rarefeito e seus braços estvam pesados, pareciam carregar uma tonelada em cada um, impossibilitando a jovem de erguê-los para tocar a maçaneta agora já negra, coberta por alguma espécie de muco. - só mais um pouco Hinara - pensou ela ao erguer lentamente - e com muita dificuldade - a mão direita. A maçaneta estava fria e úmida e o toque da jovem fez com que a mesma derretesse e assumisse uma forma gelatinosa que escorreu por entre seus dedos. O olhar de nojo que a jovem fez não se comparava com aquele de agora, quando a porta se abriu. Era uma jardim, estranho, sem vida, mas um jardim. Não existia cor naquele local. Não existia som. O vento soprava, mas ela não podia senti-lo. Que lugar era esse? O despertador a fez despertar de seu sono. Se arrumou sentindo algo em seu corpo mudar e uma insuportável dor de cabeça seguiu para o templo.

Com um leve soprar seus cabelos se esvoaçaram por cima de seus ombros e indo de encontro ao ar em uma leve dançar semelhante ao de uma folha ao se desprender do galho e em pequenos passeios sobre a brisa. O único som que rompeu aquele delicioso silêncio foram os dos seus saltos sobre os pequenos blocos de concreto que constituíam o caminho até sua área de treino. O pequeno templo na parte de trás de sua mansão.

"Parece que quanto mais o tempo passa mais se complicam as coisas aqui dentro, uma vez você me disse que isso ia passar, como tudo na vida sempre passa, mas não passou... Acordo aos prantos por saber que não tenho mais você ao meu lado, e meu dia se torna cinza e triste porque agora sei que não signifiquei nada, que não fui em nenhum momento aquilo que você foi para mim. Aparento estar viva, estar bem, mas estou morta por dentro e o que pulsa em meu peito é apenas um órgão qualquer, toda a velha poesia e maneira de enxergar a vida se desmanchou e nada belo lhe restou. Parece que meu mundo está aos poucos parando de ir para frente e eu estou parando, sem ter mais forças para continuar até um dia me entregar de vez a todo o sentimento ruim que me atormenta noite após noite me tirando o sono, me tirando os sonhos e me tornando uma pessoa fria, sem crença de que um dia poderá amar novamente alguém, já que tudo foi entregue à quem foi embora", um monologo se formava em sua mente e uma pequena chama cresceu lá no final de toda aquela escuridão. Uma chama azul como o mais lindo dia de sol já presenciado em todos os verões da história. " Mas... veja o que criou, trouxe Kumo do exílio e a transformou no que é hoje, segue rumo ao progresso, já fui em muitas vilas, algumas negaram meu pedido, outras aceitaram com condições, acredite em mim quando digo que de todos os comandantes das vilas você é a melhor que conheci, e se tem alguém que pode achar um bom meio para atingirmos a paz, esse alguém deve ser você" momentos iam e vinham e enfim ela conseguia se livra de tudo aquilo que a sobrecarregava. Estava canalizando suas emoções e elas traçavam o caminho úmido de lágrimas em seu rosto. Era como se estivesse fazendo uma faxina em seu interior e no meio disso tudo nasceu uma promessa: Não vou chorar mais. Rapidamente os selos touro, coelho e macaco foram realizados e sua mão ficou a altura de seu rosto. Toda sua raiva, frustração estaria sendo lançada fora naquele instante com aquele ataque, todo seu amor "Ethan!" também. Com sua velocidade seus pés se moveram em uma linha reta e a levaram direto ao alvo, uma árvore que se estraçalhou em vários e pequenos fragmentos. Ela podia sentir o elemento raiton fluir em seu corpo e assim ela pode ver que já não era mais a mesma e o que Ethan havia dito acabara de se concretizar.

"Eu temo que o mundo de hoje possa extinguir toda essa pureza que há em você"

Chidori:

Chidori
( Mil Pássaros)
Quem Usa:
Hatake Kakashi e Uchiha Sasuke
Rank: A
Selos: Touro, Coelho, Macaco.
Nota: Hatake Kakashi pode variar a tecnica de A para S dependendo do tanto de chakra que ultiliza.
Primeira Aparição: Episódio 67 Naruto Clássico
Descrição: O Shinobi (Ninja) deve tomar distância de seu alvo e então deve
concentrar uma grande quantidade de Chakra em uma de suas mãos, a partir
desse passo deve executar uma Mudança Elemental de Chakra, adicionando a
Natureza de Chakra do Elemento Trovão (Raiton). Depois de ter
adicionado a Natureza do Chakra, o Shinobi (Ninja) deve avançar sobre o
inimigo com uma grande velocidade, durante essa aproximação deve
arrastar o Jutsu sobre alguma superfície (geralmente o solo). Dependendo
da intensidade do ataque, e do grau de acerto, esse Jutsu pode
descarregar no inimigo uma imensa carga elétrica, causando-o muitos
danos, matando e em algumas vezes chegando a perfurar o corpo do
inimigo. Tem grande vantagem contra Doton, mas perde para Fuuton.


Chidori Kouken
(Espada de Luz de Mil Pássaros)
Quem Usa:
Uchiha Sasuke
Rank: A
Nota: Jutsu somente usado no 2º Filme de Naruto Shippuden, Laços.
Nota²: Só pode ser realizado sobre uma superfície molhada.
Descrição: Sasuke usa sua espada Kusanagi para canalizar um Chidori extremamente
poderoso. Ele parece ter uma gama ainda maior que o Chidori atual,
tornando-o mais eficaz em batalha. Pode-se notar que esta técnica é mais
um uso da água, pois o relâmpago produzido é conduzido por toda a
superfície, tornando mais difícil para o inimigo para evitá-lo.





ㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤHP: 3700 CH: 6000 ST: 3950 VL: 40 m/s  MT: 23


Considerações:

● Byakugan não ativo.
● Todo movimento cujo a velocidade não foi citada no próprio post, em um número especifico é claro, foi realizado em minha máxima velocidade. (40 m/s)
● Hinara está usando uma Saia plissada branca levemente curta, acompanhada de uma blusa preta de alça. Em seus pulsos uma espécie de luvas que não cobrem os dedos, como se fossem mangas avulsas da peça anterior. Sobre a regata um pequeno casaco cinza. Cabelo solto com uma franja repicada de forma despojada e uma bota cano alto pouco acima do joelho na mesma cor de seu sobretudo, preto.   (Imagem 1) e (Imagem 2)
● Manopla petrificadora está em sua mão direita. (Como na foto)
● Nuibari está presa em suas costas e o rolo com os fios em sua cintura, no cinto.


Armas:

Nuibari
(Agulha de costura)
Rank: A
Descrição: O Nuibari (縫い 針; Literalmente significa "agulha de costura") é uma das espadas dos Sete Espadachins da Névoa, exercido por Kushimaru Kuriarare. A lâmina própria assume a forma de um estreito "espada longa" (长刀, Choto) que muito se assemelha a uma agulha grande, com um comprimento longo de fio fino fio de espelhamento, amarrado ao olho situado na base do seu cabo. Esta espada é dita que tem a capacidade de perfurar todos e uni-las, demonstrado por meio de sua capacidade de penetrar facilmente alvos múltiplos em um único golpe e depois literalmente junta-as em feixes substancial, simplesmente puxando o fio ligado ensinado. Um usuário capaz pode até mesmo jogar a espada com a intenção de piercing uma linha de vários inimigos, antes de pegar a agulha do outro lado e repetir o processo em ângulos diferentes, a fim de criar laços de cadáveres com o fio passando pela totalidade, efetivamente criando pacotes de corpos em vários pontos ao longo do comprimento do fio.
A espada é visto pela primeira vez quando um reviveu Mangetsu Hozuki chama-lo de um pergaminho, onde é então devolvido ao seu portador respectivos, Kushimaru.


Manopla de Petrificação
Rank: S
Aparição: Naruto 3: A Revolta dos Animais da Lua Crescente!
Descrição: é uma luva utilizada por Ishidate para utilizar sua capacidade de petrificar outros materiais com apenas um toque. Para utilizar essa habilidade, irá abrir um olho na luva e transformará o corpo do alvo em pedra. Então, o alvo fica frágil e quebradiço. Mas o efeito é reversível, caso a vítima seja tratada imediatamente por um Iryōnin. Outra habilidade aparentemente atribuída pela luva é manipular pedras.
Jutsus Ativos:

Byakugan
(Olhos Albinos)
Usuário:
Clã Hyuuga, Ao
Rank: A
Jutsus que se Executa: Chakra Ryuudou
Descrição: O Byakugan é uma habilidade nos olhos que naturalmente ocorre em membros do Clã Hyuuga (e somente membros do Clã Hyuuga o possuem). Usuários do Byakugan são caracterizados por seus olhos com íris lilás-clara, e falta da presença de pupilas. Quando o Byakugan está ativado, suas pupilas de alguma maneira aparecem e veias perto de seus olhos dilatam-se. Uma pessoa com Byakugan tem uma visão de 360 graus (360º), exceto por um ponto cego atrás da nuca, sobre a primeira (1)ª vertebra, que é a única fraqueza conhecida. Usuários de Byakugan podem detectar qualquer elemento ao redor deles em uma distância de 50 metros (50m), embora Hyuuga Neji tenha conseguido aumentar esse limite para mais de 800 metros (800m), fazendo deles combatentes experientes em luta de longo alcance e de curto alcance. O Byakugan também possibilita ao usuário a habilidade de enxergar através de elementos sólidos, não importando a distância. Isto parece ser uma combinação de visão de raio-x com infravermelho, a exemplo de Hyuuga Hinata que demonstrou no Arco Filler do Bikochu que objetos podiam ser difíceis de ver se suas temperaturas fossem as mesmas do elementos ao seu redor. Também nota-se a presença de uma visão telescópica, um usuário do Byakugan pode focar em um só objeto e ampliar este ponto. O grau do foco parece depender da capacidade do usuário. O Byakugan dificilmente pode ser bloqueado, exceto em algum caso como com o Doujutsu de Ranmaru (Akagan), que pode bloquear o Byakugan com algo suficientemente opaco. Um dos aspectos mais poderosos do Byakugan é habilidade de ver o sistema circulatório de Chakra, que é o aspecto chave para o uso do Juuken Ryuu, estilo de Taijutsu do Clã Hyuuga. Se bem treinado, o Shinobi (Ninja) portador do Byakugan é capaz de ver os Tenketsus de um indivíduo, permitindo ao usuário parar ou intensificar o fluxo de Chakra do oponente completemente, tal que o oponente é incapaz usar técnicas que requerem Chakra ou seja dependerá somente de Taijutsu. Todavia, o usuário pode aumentar seu fluxo de Chakra, liberando o Tenketsus e assim pode voltar a usar Chakra. Eventualmente usuários de Byakugan podem matar o oponente com um só golpe. Há diversas técnicas desenvolvidas especificamente para o usuário de Byakugan que são baseadas no Juuken Ryuu, que complementam e fazem uso das habilidades do Byakugan. A proteção do Byakugan é muito importante para o Clã Hyuuga, o que exigiu a criação de uma elaborada hierarquia familiar, onde os membros da Família Principal, ou Ramo Principal (Sō-ke), devem ser protegidos pela Família Secundária, ou Ramo Secundário (Bun-ke), e caso um membro da Família Secundária (Bun-ke) for sequestrado, a Família Principal utiliza-se de um último recurso: o Selo Amaldiçoado do Clã Hyuuga, que ao ser ativado destrói toda a atividade nervosa cerebral, destruindo assim o segredo do Byakugan.
Taijutsu:

Juuken Ryuu
(Estilo do Punho Gentil)
Quem Usa:
Clã Hyuuga
Rank: A
Nota: Apesar de ser chamado por muitos de Jyuuken Ryuu, sua escrita certa é Juuken Ryuu, de acordo com o silabário japonês, talvez pela sua fonética ou senão pois muita gente traduz o Katakana e Hiragana Ju como Jyu, tense então no silabário de Kana japonês existem dois seguimentos de "j" um que se lê normal outro que se lê como se tivesse um "y" como em Juuken Ryuu.
Nota²: No caso de Hanabi Hyuuga, o rank desce para C.
Descrição: O Juuken é o estilo de luta próprio e único do clã Hyuuga, tido como o
taijutsu mais forte que existe. O Byakugan vê o fluxo de Chakra. O
usuário do Byakugan se especializa em afetar esse sistema circulatório
de Chakra. Como não se pode treinar essa parte do corpo, é impossível se
defender.
Membros mais talentosos vêem ainda os Tenketsus, pontos
por onde o Chakra circula e é regulado, num total de 361. Eles fecham
alguns desses Tenketsus, evitando que o oponente use Chakra. É muito
fácil machucar os órgãos internos com o Juuken. Eles usam uma posição de
batalha única, batendo apenas com a palma das mãos ou com os dedos,
liberando Chakra, cortando o interior da pessoa.
Jutsus de Defesa:
Jutsus de Ataque:
Jutsus Preparados:
Suporte:

BE MY MIRROR MY SWORD AND SHIELD...


25 Re: [Treinando] Hin em Ter 10 Nov 2015, 17:26

@App, eu que arrumei <3


Conteúdo patrocinado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Novo Tópico  Responder ao tópico

Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum