Naruto Player RPG | sua experiência no mundo de Naruto
Seja bem vindo ao Naruto Player RPG, se cadastre agora e venha jogar um RPG onde você poderá interpretar seu personagem favorito de Naruto, não perca tempo venha jogar conosco.

Logue-se já!

Esqueci minha senha




Nas ultimas horas...
Sephiroth
Ontem à(s) 16:24
 
Youko
Qui 25 Maio 2017, 02:03
 
Youko
Qui 25 Maio 2017, 01:43
 
Ezreal
Qui 25 Maio 2017, 00:31
 
Youko
Qui 25 Maio 2017, 00:25
 
Ezreal
Qua 24 Maio 2017, 22:33
 
Shinki
Qua 24 Maio 2017, 21:42
 
Nanashi
Qua 24 Maio 2017, 21:34
 
Nanashi
Qua 24 Maio 2017, 20:58
 
Quem mais postou nessa semana...

Top dos mais ativos do Mês!
Top dos mais Postadores!
Hinara (1230)
 
River (1209)
 
Youko (1004)
 
Big Boss (910)
 
Modake (907)
 
Whisper (643)
 
Yuu (615)
 
Kazuaki Yuki (612)
 
Ezreal (600)
 
Allen Walker (577)
 


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Modake - CT

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Modake - CT em Dom 21 Maio 2017, 12:20

LOCAL PRA TREINAR E OS CARALHO

DEPOIS EU EDITO E COLOCO ALGO UMA FOTO BONITA E UMAS FRASE LEGAL

2 Re: Modake - CT em Dom 21 Maio 2017, 13:42


658 palavras

Se pararmos para analisar um instante, veremos que o tempo pode se tornar a característica mais surpreendente na vida de um ser humano. Há pouco eu era um garoto sem qualquer rumo aparente; não possuía família, não possuía um rumo. Minha alma moribunda perambulava pelo mundo como um andarilho sem destino. Hoje, me tornava Gennin de Konohagakure no Sato, a minha casa, o meu lar. Agora eu dispunha de um objetivo, agora eu tinha uma causa a defender. Os interesses de Konoha agora passaram a ser os meus próprios interesses, estávamos interligados a partir daquele momento. Eu não poderia falhar com minha Vila, para que ela não falhasse comigo.

Diversos pensamentos assolavam a minha mente enquanto eu caminhava pelos arredores da imensa Vila da Folha. Como já era de costume, assobiava enquanto andejava sob as imensas árvores da floresta. Os feixes de luz solar transluziam por entre as folhas das árvores, estas que dançavam com o vento, seguindo a música por mim cantada. Parei por um instante, somente para analisar a beleza do lugar onde eu estava. Estar tão próximo da natureza me trazia uma sensação de livramento que eu não sentia há muito tempo. Eu queria ficar naquele lugar por toda a eternidade; mas não poderia. No mais, faria daquele lugar a minha área para treinamentos, deixando uma marca no tronco de uma das árvores. Aquele seria o local ideal para o meu desenvolvimento, uma área livre de qualquer interrupção e dominada pelo silêncio.

Fui até as bordas de um riacho que rachava a floresta em diversas partes. Ali, larguei minha espada bem como sua bainha. Deixei cair de um dos meus bolsos uma Kunai especial, presenteada a mim pelo meu falecido pai. Tal Kunai era diferente das outras, esta possuía duas pontas a mais e um selo esquisito em seu cabo. Ele nunca havia me ensinado o verdadeiro princípio daquele objetivo, somente me falara que, com esta Kunai, eu poderia me transportar instantaneamente para qualquer lugar. Parecia ser mais uma das loucuras que aquele velho sempre me contava, mas eu deveria tentar somente para demonstrar respeito aquele bom homem.

Com a Kunai em minhas mãos, me afastei do rio enquanto analisava o objeto enigmático. Tentava de alguma forma decifrar aquele selo desenhado, foi então que relembrei de uma antiga escritura que meu pai guardava em sua cabana. Um livro contendo informações misteriosas e até mesmo duvidosas, mas em uma de suas páginas ele trazia um desenho daquele mesmo selo, afirmando que um ninja poderia utilizar aquela marcação para se mover instantaneamente para o lugar marcado, e que tal feito denominava-se Hiraishin. Ora, talvez o velho não tivesse totalmente louco, mas eu só iria acreditar naquilo quando realmente acontecesse.

Não havia nenhuma informação de como realizar tal feito, mover-se instantaneamente para a Kunai, eu teria de descobrir sozinho como realizar o Hiraishin. Em minha cabeça nenhuma ideia surgiu além do óbvio: lançar a Kunai até o outro lado do rio, me concentrar em sua marcação e esperar que a técnica funcione. Por assim eu tentei diversas vezes, porém em todas eu fracassei. Tinha de atravessar o riacho todas as vezes para pegar a Kunai e lança-la novamente, mas a cada tentativa parte do meu corpo sentia que eu estava mais perto de realizar a técnica; a outra parte aceitava cada vez mais que meu falecido pai era completamente doido, assim como o esquisito que escreveu aquele livro.

Foi então que em uma das diversas tentativas, após um treino cansativo e entediante, eu finalmente conseguia me teletransportar até o selo na Kunai. Não se tratava de me concentrar na marcação, e sim de senti-la como se fosse uma parte de mim. Era muita reflexão para um fim de treinamento. Somente peguei minhas coisas deixadas à margem do rio e retornei à Konoha, contente comigo mesmo por ter aprendido uma técnica especial, e ao mesmo tempo contente com meu pai adotivo. Mesmo falecido ele não deixava de me acompanhar.

 
Jutsu:

Hiraishin no Jutsu
(Técnica do Deus Voador do Trovão)
Quem usa: Namikaze Minato e Senju Tobirama
Rank: S
Classificação: Ninjutsu
Elemento: -
Classe: Suplementar
Selo: -
Alcance: Todos os alcances
Primeira Aparição: Capítulo 240
Descrição: A Técnica do Deus Voador do Trovão é uma técnica criada pelo Segundo Hokage, Tobirama Senju, que permite ao usuário se transportar para um determinado local marcado instantaneamente.
Para ativar esta técnica, o usuário coloca um selo especial ou "técnica fórmula" (術式, jutsu-shiki) para marcar o destino pretendido. Depois disso, eles podem instantaneamente transporta-se para o local do selo. A marca pode ser aplicada a qualquer área através do contato físico breve, incluindo um adversário ou alguma outra característica circundante. Como esta técnica é capaz de afetar qualquer coisa que está em contato com o usuário ou de alguma forma ligado ao seu chakra, eles também podem usar esta técnica para teletransportar outros objetos ou pessoas, como quando Minato usou para teleportar Kurama de Konohagakure, embora o tamanho do objeto determina a quantidade de chakra necessário.

Código:
[img(150px,150px)]http://vignette4.wikia.nocookie.net/naruto/images/9/9a/Hiraishin_no_jutsu_Minato.jpg/revision/latest?cb=20141108151428&path-prefix=hu[/img]
[b]Hiraishin no Jutsu [/b]
[i](Técnica do Deus Voador do Trovão)[/i]
[b]Quem usa:[/b] Namikaze Minato e Senju Tobirama
[b]Rank:[/b] S
[b]Classificação:[/b] Ninjutsu
[b]Elemento:[/b] -
[b]Classe:[/b] Suplementar
[b]Selo:[/b] -
[b]Alcance:[/b] Todos os alcances
[b]Primeira Aparição:[/b] Capítulo 240
[b]Descrição:[/b] A Técnica do Deus Voador do Trovão é uma técnica criada pelo Segundo Hokage, Tobirama Senju, que permite ao usuário se transportar para um determinado local marcado instantaneamente.
Para ativar esta técnica, o usuário coloca um selo especial ou "técnica fórmula" (術式, jutsu-shiki) para marcar o destino pretendido. Depois disso, eles podem instantaneamente transporta-se para o local do selo. A marca pode ser aplicada a qualquer área através do contato físico breve, incluindo um adversário ou alguma outra característica circundante. Como esta técnica é capaz de afetar qualquer coisa que está em contato com o usuário ou de alguma forma ligado ao seu chakra, eles também podem usar esta técnica para teletransportar outros objetos ou pessoas, como quando Minato usou para teleportar Kurama de Konohagakure, embora o tamanho do objeto determina a quantidade de chakra necessário.

3 Re: Modake - CT em Dom 21 Maio 2017, 16:07


465 palavras

Um espectro completamente negro, uma nuvem de fumaça ou uma simples sombra percorrendo o amanhã; era como eu me sentia, correndo e saltando pelos galhos de uma floresta como uma nuvem viaja sem rumo pela imensidade do céu. Por vezes usava de minha mais nova técnica – o Hiraishin – para me locomover mais rapidamente. Sentir o vento batendo contra o meu rosto trazia uma sensação libertadora. Porém, uma série de pensamentos passaram a banhar a minha mente naquele instante. Enquanto corria e saltava, eu também era capaz de refletir.

Eu tinha agora de aumentar as minhas capacidades, superar desafios ainda não descobertos. Se eu quisesse me tornar um ninja renomado, ou pelo menos um ninja decente, teria de fazer por onde. Nunca levei essa história de shinobi muito a sério, não levava isso como prioridade. Mas como ninja de Konoha, saber lutar era mais do que uma prioridade, e sim uma necessidade.

Eu sempre pensei de mais. Talvez, isso fosse um bloqueio de minha evolução. Outro dos vários ensinamentos de meu pai foi que esvaziar a mente era o principal caminho para o desenvolvimento, seja físico, mental ou emocional. Mas eu não queria ser um ninja forte, ou um ninja estrategista, como muitos desejam. Eu só queria ser rápido, como o vento que batia contra o meu rosto. E tão cortante como ele. Eu queria me tornar um samurai, assim como fora meu pai adotivo. Mas para isso, eu deveria superar as minhas próprias capacidades físicas.

Foi então que eu simplesmente parei de raciocinar. Minha mente se esvaziou como um copo de água derrubado sobre uma mesa. Se antes eu me sentia livre de tudo, agora eu me libertava de mim mesmo. Era come se eu tivesse aberto a passagem para um poder muito maior do que eu conhecia. Uma energia estranha fluía pelo meu corpo. A sensação era de que eu estava muito mais rápido, muito mais forte. Muito mais poderoso.

Eu poderia sentir, assim como no meu treino anterior. Não era questão de analisar a situação, pensar e agir. Eu deveria abrir a minha mente, essa era a chave para a evolução que meu pai tanto dizia. Eu jamais seria a mesma pessoa se não tivesse sido criado por aquele senhor. Ele sabia tanto sobre a vida, sobre a natureza e sobre a evolução. Chegava a ser contraditório o fato de eu saber tampouco sobre ele. Eu sempre tentei, mas nunca consegui esquecer o meu passado e tudo que aconteceu em minha vida. Antes de perceber eu já estava pensando de novo, perdido em meus devaneios como sempre. E todo aquele poder que fluía pelo meu corpo viajava para longe, junto do vento que assolava aquela floresta. Se esse poder era um Jutsu eu não fazia ideia, mas eu estaria determinado a evoluí-lo gradualmente.

 
Jutsu:

Hachimon
(Oito Portões)
Rank: -
Classificação: Kinjutsu
Elemento: -
Classe: Suplementar
Selo: -
Alcance: -
Primeira Aparição: Capítulo 85
Descrição: Os Oito Portões são oito tenketsu específicos do Sistema de Circulação de Chakra de uma pessoa. Eles limitam o fluxo global de chakra dentro do corpo de uma pessoa. A base para a ideia dos portões de chakra vem de limites do corpo sobre as funções dentro dele. Isso faz o corpo muito mais fraco, mas previne o corpo de esgotar tão cedo. Submetendo-se a treinamento intenso, pode-se aprender como abrir estes portões, permitindo que o usuário ultrapasse seus próprios limites físicos à custa de danos extremos de seu próprio corpo.


O Portão da Abertura (開門, Kaimon), é localizado no cérebro. Esse portão remove as restrições do cérebro sobre os músculos, assim podendo usar 100% da força deles, enquanto que normalmente uma pessoa usa apenas 20% da força dos músculos para preveni-los de se desintegrarem. Com a abertura desse portão, pode-se usar a Omote Renge.

Código:
[img(150px,150px)]http://narutorpg-konoha.weebly.com/uploads/5/9/4/4/5944714/965795872.jpg[/img]
[b]Hachimon[/b]
[i](Oito Portões)[/i]
[b]Rank:[/b] -
[b]Classificação:[/b] Kinjutsu
[b]Elemento:[/b] -
[b]Classe:[/b] Suplementar
[b]Selo:[/b] -
[b]Alcance:[/b] -
[b]Primeira Aparição:[/b] Capítulo 85
[b]Descrição:[/b] Os Oito Portões são oito tenketsu específicos do Sistema de Circulação de Chakra de uma pessoa. Eles limitam o fluxo global de chakra dentro do corpo de uma pessoa. A base para a ideia dos portões de chakra vem de limites do corpo sobre as funções dentro dele. Isso faz o corpo muito mais fraco, mas previne o corpo de esgotar tão cedo. Submetendo-se a treinamento intenso, pode-se aprender como abrir estes portões, permitindo que o usuário ultrapasse seus próprios limites físicos à custa de danos extremos de seu próprio corpo.


O [b]Portão da Abertura[/b] [i](開門, Kaimon)[/i], é localizado no cérebro. Esse portão remove as restrições do cérebro sobre os músculos, assim podendo usar 100% da força deles, enquanto que normalmente uma pessoa usa apenas 20% da força dos músculos para preveni-los de se desintegrarem. Com a abertura desse portão, pode-se usar a Omote Renge.

4 Re: Modake - CT em Dom 21 Maio 2017, 17:06

Aprovado & Adicionado

5 Re: Modake - CT em Dom 21 Maio 2017, 18:55


310 palavras

Na floresta, voltei à típica área de treinos onde eu realizava o meu progresso. Aquela floresta se tornara uma segunda residência para mim, todos os dias ela me recebia de braços abertos, me livrando da dor de cabeça que era viver em uma Vila movimentava como Konoha. Largando as minhas armas sob o tronco de uma árvore qualquer, comecei a ler o pergaminho que continha a descrição da técnica que eu pretendia aprender. Tal técnica se denominava Fūton: Daitoppa. A princípio eu não sabia como realizar o jutsu exatamente, mas ora, eu havia aprendido a me teletransportar sem a ajuda de um pergaminho sequer, criar uma rajada de vento parecia brincadeira de criança.

Dando uma última lida no pergaminho, larguei o mesmo no chão e tentei realizar a técnica como era descrita naquele pedaço de papel. Como de costume, foram necessárias algumas tentativas até que alguma força do meu chakra fizesse algum efeito, e ainda mais tentativas para que eu tivesse finalizado o jutsu com perfeição. Essa história de Vida Shinobi estava me rendendo muito mais trabalho do que eu esperava. Talvez todo o meu esforço e desenvolvimento fosse me levar à algum lugar um dia. Mas esse dia ainda parece muito, muito distante.

 
Jutsu:

Fūton: Daitoppa
(Liberação de Vento: Grande Destruição)
Quem Usa: Gaara, Orochimaru, Bandō, Jakō Ryūdōin, Kokage Yanagikage, Kakashi Hatake
Rank: C
Classificação: Ninjutsu
Elemento: Fuuton
Classe: Ofensivo
Alcance: Curto a Médio alcance
Selos Manuais: Tigre → Boi → Cão → Coelho → Cobra
Primeira Aparição: Capítulo 46
Descrição: A Liberação de Vento: Grande Destruição é um ninjutsu de Liberação de Vento relativamente simples que permite criar uma súbita rajada de vento em escala variável, dependendo da maestria do usuário. Se usado por um shinobi superior, a técnica poderá ter um poder destrutivo suficiente para derrubar uma árvore de grande porte. A rajada de vento pode soprar todas as coisas na linha de vista do usuário. Uma variação da técnica envolve uma explosão menor de vento que se inflama com uma técnica de fogo.

Código:
[img(150px,150px)]http://vignette1.wikia.nocookie.net/naruto/images/3/3c/Liberação_de_Vento_Grande_Destruição.png/revision/latest/scale-to-width-down/300?cb=20150301173817&path-prefix=pt-br[/img]
[b]Fūton: Daitoppa[/b]
[i](Liberação de Vento: Grande Destruição)[/i]
[b]Quem Usa:[/b] Gaara, Orochimaru, Bandō, Jakō Ryūdōin, Kokage Yanagikage, Kakashi Hatake
[b]Rank:[/b] C
[b]Classificação:[/b] Ninjutsu
[b]Elemento:[/b] Fuuton
[b]Classe:[/b] Ofensivo
[b]Alcance:[/b] Curto a Médio alcance
[b]Selos Manuais:[/b] Tigre → Boi → Cão → Coelho → Cobra
[b]Primeira Aparição:[/b] Capítulo 46
[b]Descrição:[/b] A Liberação de Vento: Grande Destruição é um ninjutsu de Liberação de Vento relativamente simples que permite criar uma súbita rajada de vento em escala variável, dependendo da maestria do usuário. Se usado por um shinobi superior, a técnica poderá ter um poder destrutivo suficiente para derrubar uma árvore de grande porte. A rajada de vento pode soprar todas as coisas na linha de vista do usuário. Uma variação da técnica envolve uma explosão menor de vento que se inflama com uma técnica de fogo.

6 Re: Modake - CT em Dom 21 Maio 2017, 19:41


327 palavras

NEu sentia uma necessidade de me tornar mais forte que chegava a me assustar de vez em quando. Novamente, seguia para a minha área de treinos. Dessa vez eu não tinha o objetivo de aprender uma técnica secreta ou algo do tipo. Em minha mente eu iria realizar uma descoberta muito importante para o meu desenvolvimento. Outra prioridade de todos os ninjas é dominar alguma força elemental, mas eu jamais descobrira a minha dominação. Até pouco tempo jamais pensaria que fosse necessário, mas agora vejo que toda forma de me deixar mais forte deve ser explorada.

No meu local de treinos, larguei meus pertences – minha espada e minha Kunai de Três Pontas – sobre uma rocha qualquer, enquanto caminhei até a margem de um riacho segurando um papel em minhas mãos. Esse papel não era um papel qualquer, ele poderia, e iria determinar a minha natureza de chakra. Meu interior já pressentia qual seria o resultado daquele experimento, mas eu precisava de alguma certeza, então peguei o papel e tentei relembrar quais seriam os possíveis resultados e o que eles indicariam.

Depois de analisar a situação, decidi iniciar o teste concentrando o meu chakra naquele pedaço de papel. De início nada aconteceu, até que depois de algumas tentativas o papel se dividiu em duas partes. Após lembrar que esse resultado comprovava a minha natureza de chakra Fuuton, eu somente larguei o papel no chão; eu já sabia o resultado daquele teste.

Agora, com a minha espada em mãos, comecei a realizar alguns movimentos diferentes, balançando-a para um lado e para o outro. Pensei que seria realmente incrível poder combinar minha natureza de chakra com minha habilidade de manipular espadas. Foi então que, concentrando minha natureza elemental naquela espada e enquanto eu a manipulava, de sua lâmina emanou-se uma rajada de vento que fora capaz de partir uma árvore ao meio. Para quem buscava somente descobrir sua natureza de chakra, aprender uma nova técnica era mais do que gratificante.

 
Jutsu:

Shinkūken
(Espada de Vácuo)
Quem Usa: Hayama Shirakumo, Kujaku
Rank: C
Classificação: Ninjutsu, Kenjutsu
Elemento: Fuuton
Classe: Ofensivo, Defensivo
Alcance: Curto a Médio alcance
Selos Manuais: -
Primeira Aparição: Episódio 217
Descrição: O usuário balança sua espada e uma rajada de vento é liberada no arco em que foi balançada. A técnica é forte o suficiente para parar projéteis que são lançados no usuário e mesmo cortar algo denso como uma árvore.

Código:
[img(150px,150px)]http://vignette2.wikia.nocookie.net/naruto/images/d/de/Espada_de_Vácuo.PNG/revision/latest/scale-to-width-down/300?cb=20140725062331&path-prefix=pt-br[/img]
[b]Shinkūken[/b]
[i](Espada de Vácuo)[/i]
[b]Quem Usa:[/b] Hayama Shirakumo, Kujaku
[b]Rank:[/b] C
[b]Classificação:[/b] Ninjutsu, Kenjutsu
[b]Elemento:[/b] Fuuton
[b]Classe:[/b] Ofensivo, Defensivo
[b]Alcance:[/b] Curto a Médio alcance
[b]Selos Manuais:[/b] -
[b]Primeira Aparição:[/b] Episódio 217
[b]Descrição:[/b] O usuário balança sua espada e uma rajada de vento é liberada no arco em que foi balançada. A técnica é forte o suficiente para parar projéteis que são lançados no usuário e mesmo cortar algo denso como uma árvore.

7 Re: Modake - CT em Dom 21 Maio 2017, 19:51

Aprovado & Adicionado

8 Re: Modake - CT em Dom 21 Maio 2017, 21:21


825 palavras

A dor de uma perda pode ser uma sensação quase insuperável para o ser humano. Quando essa perda vem da pessoa mais próximas a você, a dor passa a ser o único sentimento dominante em seu pensamento. Perder meus pais foi o momento mais desgastante de toda a minha vida, mas eu tornei a dor não um objeto de bloqueio, e sim um músculo em meu corpo. O sofrimento se tornou parte de mim, era ele quem me alimentava, quem me levantava todos os dias para seguir em frente. Mas a dor e a perda não me tornaram insensível. A sociedade de nada tem a ver com o meu passado, descontar a minha raiva nas outras pessoas seria um comportamento vergonhoso. Todo o meu sofrimento tinha somente um responsável, e esse responsável era eu.

Agora, carregava o fardo da morte dos meus pais. A dor assolava minha mente todos os dias da minha vida. Era quase impossível encontrar algo que me fizesse esquecer de meu passado, e isolar-me da sociedade parecia deixar tudo aquilo mais difícil. Eu precisava me integrar como uma pessoa normal, para que pudesse evitar todo o sofrimento que me incomodava, e principalmente, eu deveria evitar o sofrimento das outras pessoas. Todos possuímos sentimentos, e todos nós sofremos com a dor em algum momento. Meu único objetivo seria ajudar as outras pessoas, para que elas não sofressem da mesma maneira que eu sofri.

Em casa, embriagando-me como de costume, eu buscava algo atrativo para fazer naquela madrugada monótona como todas as outras. A única coisa que me passou pela cabeça naquele momento foi sair dali; buscar algo para fazer em outro lugar, ficar sozinho mais um dia seguido poderia me deixar louco. Foi o que fiz. Tomei um banho para tentar curar a embriagues, juntei alguns dos pertences que achei necessário – como minha Kunai de Três Pontas e minha Odachi, além de uma garrafa de pinga – e saí de casa como um andarilho sem destino.

Estava escuro, raramente via-se alguém andando pela rua naquele horário. A Vila da Folha que era totalmente movimentada durante a manhã tornava-se um cemitério durante a noite. Eu, moribundo, caminhava sem rumo pelas ruas e becos da Vila, ainda não sabia exatamente o que procurava. Aos poucos a minha bebida sumia da garrafa e eu me sentia mais infeliz por ter saído de casa. Talvez eu pudesse encontrar algum lugar aberto vendendo bebidas.

Se antes o meu maior sofrimento era o meu passado, agora era ficar sem beber. Estava louco em busca de uma lojinha qualquer, cogitando a hipótese de bater na casa de alguém para ver se poderiam me servir uma dose de pinga. Virando em um beco qualquer me deparo com uma cena um tanto quanto curiosa. Um homem alto, acompanhado de outros dois mais baixos estavam abordando uma mulher em busca de algo que eu não conseguia entender o que era. Talvez o álcool estivesse atrapalhando o meu raciocínio, mas eu tinha certeza de que aquela mulher estava sendo assaltada.

De início eu somente disse aos homens para deixarem a mulher em paz. A minha voz rouca – acompanhada de 1 litro de cachaça – foi o suficiente para chamar a atenção dos bandidos, que somente riram e continuaram a abordagem. Talvez eles não tivessem me levado a sério, e ser ignorado era a coisa que mais me irritava. Corri em direção daqueles homens com a fúria de um rinoceronte, mas o maior deles só teve o trabalho de me empurrar de volta para trás, o que me fez cair no chão, enquanto os outros menores partiram para cima de mim com diversos chutes. Para falar a verdade, eu estava quase dormindo naquele momento, sequer sentia dor por causa dos chutes, mas eu não poderia deixar a mulher ser assaltada daquela maneira.

Eu tentava pensar em alguma coisa, eu deveria fazer alguma coisa, mas nada passava pela minha cabeça. Foi então que eu lembrei do principal ensinamento de meu pai, que nas principais horas eu deveria deixar o raciocínio de lado e sentir a situação, esvaziar a minha mente e me deixar levar pelo calor do momento. E então uma energia de puro chakra começou a rodear o meu corpo, o que empurrou aqueles dois bandidos para trás. Antes que eles pudessem fazer alguma coisa, corri na direção deles numa velocidade surpreende e os derrubei como se fossem duas crianças.

O maior deles parou a abordagem para analisar a situação. Sua única reação foi tentar correr dali, mas já era tarde demais; minha espada dividira seu corpo em duas partes distintas. O sangue que aquele brutamontes espalhava pintava todo o beco de vermelho puro. A mulher não se deu o trabalho de me agradecer, saiu correndo dali como se fosse a próxima a bater as botas. E enquanto aquela energia se desintegrava de meu corpo, saía com ela a minha própria arma. Meu corpo caiu no chão em meio a todo aquele sangue. E eu adormeci.

 
Jutsu:

Hachimon
(Oito Portões)
Rank: -
Classificação: Kinjutsu
Elemento: -
Classe: Suplementar
Selo: -
Alcance: -
Primeira Aparição: Capítulo 85
Descrição: Os Oito Portões são oito tenketsu específicos do Sistema de Circulação de Chakra de uma pessoa. Eles limitam o fluxo global de chakra dentro do corpo de uma pessoa. A base para a ideia dos portões de chakra vem de limites do corpo sobre as funções dentro dele. Isso faz o corpo muito mais fraco, mas previne o corpo de esgotar tão cedo. Submetendo-se a treinamento intenso, pode-se aprender como abrir estes portões, permitindo que o usuário ultrapasse seus próprios limites físicos à custa de danos extremos de seu próprio corpo.

O Portão da Cura (休門, Kyūmon), localizado no cérebro. Aumenta forçadamente a força física e temporariamente re-energiza o corpo.

Código:
O [b]Portão da Cura[/b] [i](休門, Kyūmon)[/i], localizado no cérebro. Aumenta forçadamente a força física e temporariamente re-energiza o corpo.

9 Re: Modake - CT em Dom 21 Maio 2017, 22:23

Aprovado & Adicionado


Conteúdo patrocinado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Tópicos similares

-

» [TESTE GENNIN] Modake
» [Treinos] Modake

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum